domingo, 16 de Setembro de 2007

Era impossível ganhar por mais...

ESTRELA DA AMADORA-SPORTING, 0-2 (I Liga Portuguesa, 4ª jornada) - Como diria Paulo Bento, o Sporting venceu o Estrela da Amadora com toda a tranquilidade. Uma tranquilidade que até contagiou o árbitro da partida. De facto, com o resultado final já feito, Paulo Pereira foi errando tranquilamente, não tendo assinalado duas grandes penalidades a favor da equipa leonina: uma a fechar a primeira parte e outra no decorrer do segundo tempo. No primeiro caso, em que Maurício abalroou Abel dentro da área, o árbitro até conseguiu ver “teatro” do jogador leonino e mostrou-lhe um cartão amarelo. No segundo caso, Simon estava dentro da área quando foi derrubado pelo mesmo Maurício, embora o jogador montenegrino tenha caído fora. Paulo Pereira mostrou o amarelo a Maurício (que deveria ser o segundo…) e assinalou livre directo. O que é um facto é que, à custa destes erros grosseiros, a equipa do Sporting – que, a poucos dias de receber o Manchester United, nem precisou de “meter o pé”, ao contrário do que preconizara Paulo Bento – foi impedida pelo árbitro de obter uma vitória bem mais robusta e susceptível de aumentar ainda mais os níveis de confiança. Porque os roubos não devem ser denunciados só quando não se ganha, impõe-se uma reacção forte de Filipe Soares Franco contra este "sistema", que continua pujante, apesar do "Apito Dourado". Porque, se o jogo tivesse ficado empatado a zero golos, não se falaria em outra coisa e até apareceria alguém do Sporting a pedir a sua repetição, como já aconteceu... Destaques na equipa leonina: Simon, João Moutinho e Liedson. FOTOS: Nacho Doce (Reuters)

7 comentários:

Cœur de Lion disse...

Amigo Leão da Estrela, que grande reactividade na publicação das fotos do jogo. Se permitires daqui para a frente até vou utilisa-las no Planète SCP.
Um vez não é costume e achei o nosso presidente com uma postura muito mais agressiva do que é habitual na entrevista dada à comunicação social, criticando sem contornos situações que continuam sem vergonha a prejudicar o Sporting Clube de Portugal.
Nunca é tarde.

Saudações Leoninas

El Pibe disse...

Sempre a choramingar

Soylent green disse...

Aquele amarelo foi nitidamente para mostrar quem manda. Tomá lá o cartão porque contra o SCP os árbitros raramente se enganam. Aguardo o esclarecimento de Vitor Pereira a justificar a boa decisâo!

Leão Verde disse...

el pibe vai à merda

Sportingman disse...

Impossível ate nem era, não fosse o tal homem de preto... Mas foi uma vitoria com tranquilidade e o que interessa é que são mais 3 pontos rumo ao titulo!

Venha agora o M.United!

O 7 Maldito disse...

Em duas palavras: ina creditável!
Quanto ao MU, não se preocupem. A História diz que é nosso cliente habitual.

Abraços Impróprios para Cardíacos

Anónimo disse...

Ontem, no "Trio de Ataque" transmitido na RTPN, fiquei mais uma vez, deveras indignado com a "pasmaceira" do sr. Rui Oliveira e Costa que está naquele programa desportivo para defender o Sporting Clube de Portugal. Ora a certa altura, o sr. Rui Moreira para justificar porque pôs no fundo o Presidente Filipe Soares Franco, disse que este, e como já era seu hábito quando o Sporting era prejudicado pelas arbitragens, disparava contra tudo e contra todos, mas quando era beneficiado ficava caladinho como um rato dando o exemplo da Supertaça. Perante isto o sr. Rui Oliveira nada disse a não ser que "não era bem assim". O que este defensor do SCP devia ter dito, era que o Rui Moreira não devia pôr ou ver as coisas assim tão simples, já que o Presidente do SCP e devido ás más arbitragens, ainda não apelou aos adeptos para invadirem e incendiarem qualquer cidade deste País e ainda não ameaçou nem foi entregar qualquer cassete referente a jogos de futebol, a altas entidades desportivas nacionais e internacionais, e a instâncias políticas e até religiosas cá do burgo, lembram-se? O sr. Rui Oliveira podia ter defendido o Sporting trazendo à liça o lance do livre que deu o golo do Porto no Dragão, podia ter lembrado o lance do segundo golo do Porto contra a União de Leiria e até do penalty desse dia contra o Liverpool. Que eu me lembre, ninguém da direcção ou afecto ao FCP, veio a público dizer que o clube tinha sido beneficiado pelas arbitragens nestes lances, antes pelo contrário "FICARAM CALADINHOS QUE NEM RATOS".
Gostava que esta mensagem chegasse aos ouvidos ou olhos do sr. Rui Oliveira e Costa.
Obrigado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...