segunda-feira, 17 de março de 2008

O Sporting da eficácia

Longe de ter rubricado uma exibição perfeita, o Sporting venceu o Nacional por 4-1, diminuiu para quatro pontos a distância em relação ao segundo lugar e poderá ter ganho o necessário balanço psicológico para a final da Taça da Liga, a disputar no próximo sábado, no Algarve, com o Vitória de Setúbal, o carrasco da temporada leonina. Foi o regresso a Alvalade do Sporting tremendamente eficaz da ponta final da última temporada, embora só tenha aparecido na segunda parte.
Pelo desenrolar do jogo e até pelo próprio resultado, este Sporting-Nacional, a contar para a 23ª jornada da I Liga Portuguesa, foi quase a reedição do jogo da temporada passada (vitória por 5-1), quando a equipa leonina marcou cinco golos nos últimos quinze minutos, na noite de glória de Carlos Bueno, depois de estar a perder durante muito tempo. Desta vez, o Nacional da Madeira não marcou primeiro, mas até poderia ter marcado, não fossem algumas boas defesas de Rui Patrício. Mas registou-se a mesma eficácia do Sporting, com três golos entre os 55 e os 59 minutos, que fizeram lembrar os momentos mais entusiasmantes do último terço da temporada transacta, com os brilhantes Liedson (2) e João Moutinho (1) a assinarem os golos. Depois, houve clima para fazer regressar o ex-lesionado Yannick, agora sem tranças, após uma paragem de quatro meses, que voltou a marcar um golo, depois do longínquo remate certeiro na baliza do FC Porto, na primeira volta da época passada. E o Sporting só não marcou cinco golos porque Romagnoli falhou… uma grande penalidade. Nada de admirar – mas que deveria constituir motivo de preocupação e, se calhar, de um sério trabalho psicológico junto dos habituais marcadores do castigo máximo –, numa equipa que parece ter esgotado as grandes penalidades no dramático jogo de Guimarães, na primeira eliminatória da Taça da Liga.
Ao marcar três golos de rajada, que revelaram a classe que desequilibra de João Moutinho, Vukcevic e Liedson, o Sporting resolveu a questão, arrumando de vez com o Nacional da Madeira, que, na primeira metade, dividira o jogo e as oportunidades com a equipa leonina, nessa altura pouco agressiva e sem velocidade. Viu-se, após o intervalo, que marcar golos até não custa muito, mesmo a uma das melhores defesas da I Liga. E, até final, foi só controlar a partida e criar outras oportunidades. Até que, por último, marcou o Nacional da Madeira, ao fechar o jogo. Na sequência de um lance de bola parada, claro. Não deixa de ser curioso: o Sporting falha grandes penalidades e farta-se de consentir golos em lances de bola parada ou na sequência deles. FOTO: Hugo Correia (Reuters)

19 comentários:

Anónimo disse...

Na época passada, nesta altura do jogo, ainda HAVIA 0-1!!!! ehehhhheheeheheheheheheh!!!! És um porco, Eng. Rui Alves!!!!

Ass: PaiDaLeoa

Tiago Abreu disse...

Vou adivinhar o texto da análise - Vai centrar-se na questão dos penalties falhados. Eu vi uma grande 2ª parte e vejo um Sporting a subir. Para a semana venha de lá a 2ª taça da época e que não seja a última!!

SPOOOORTING

j.antonio disse...

Ao texto da análise antecipo a critica ao Tiui e os habituais bitaites de quem não percebe patavina de futebol...
O PB é que não se deixou enganar (como sempre) e lá mostrou a inteligencia de quem sabe muito bem o que anda a fazer e nao anda à boleia de resultados. Goleada sim, mas com erros!

Anónimo disse...

Paulo Bento imparável com Rui Patrício e Farnerud. Pois. Preço muito elevado para tanta teimosia, tanta burrice.
JCFrancisco

Anónimo disse...

Gánhamos,mas estive para sair ao intervalo,tal era a exibição do Sporting.Depois foi o que se viu.Quem marca 3 golos de repente,serena o jogo e dá cabo do adversário.Mas quero deixar aqui a munha cr´tica a Paulo Bento ,este teimoso.Porque Liedson não marca penalties?Mesmo ele a falhar tem mais crédito do que os outros todos.Se na sábado a decisão for a penalties,se fosse Liedson(claro está em 1º o profissionalismo)mandava marcar Paulo Bento.Tinha que fazer merda num jogo que merecemos ganhar.

Anónimo disse...

até podiam ser 12-0 que os nossos comentadores habituais pediam a cabeça de PBento. Portanto, não se deve dar muita importância a certo tipo de comentários. Nada como a liberdade de expressão.




40 postas pescada

Anónimo disse...

Está descansado, até ao final da época ainda vais ter 4/5 penaltys para experimentar quem será o melhor marcador de penaltys ;)

milhafre disse...

Deus te ouça, galinha ridícula!

Anónimo disse...

Situação da votação no dia 17 de Março, às 17h00:

Eleição Melhor Jogador da Carlsberg Cup:

1º Cláudio, Setúbal
2º Saleiro, Fátima
3º Simon Vukcevic, Sporting
4º Eduardo, Setúbal
5º João Moutinho, Sporting
6º Liedson, Sporting
7º Matheus, ex-Setúbal, actualmente no Braga
8º Hermes, Gil Vicente
9º Janício, Setúbal
10º João Fonseca, Fátima

Malta, toca a votar!!! Espero que na próxima divulgação de resultados parciais, a imagem classificativa já tenha mudado! Tenho-me fartado de votar nos 3 leões que aqui aparecem... mas calculo que do outro lado, também não se brinque em serviço!!!

Ass: PaiDaLeoa

Anónimo disse...

Taça de Portugal - Futsal:

Fontaínhas vs FJA
SCP vs Sassoeiros
Belém vs UTAD
Modicus vs Merelinense
Jogos a 5 de Abril.


Ass:PaiDaLeoa

Mário Franco disse...

Já que o Leão da Estrela tem alguma influência na opinião sportinguista, lhe lhe dão alguma importancia sugiro que faça um apelo aos 'manubradores' do estádio.
COLOQUEM O RESULTADO DO JOGO PORRA!!!
É O ÚNICO ESTÁDIO EM PORTUGAL E QUEM SABE DO MUNDO, QUE NÃO APRESENTA O RESULTADO DO JOGO PERMANENTEMENTE.
UMA PESSOA, COMO ONTEM ACONTECEU, NÃO PODE IR AO WC A MEIO DO JOGO QUE FICA SEM SABER QUANTOS HÁ!
É UMA VERGONHA,PORQUE ATÉ OS REGIONAIS TEM AQUELES PLACARES MUDADOS MANUALMENTE!!
FAÇA-SE OUVIR E APELE A ESTA SITUAÇÃO.
~
obrigado

Anónimo disse...

ridiculo este paulo bento...mantem a sua teimosia e nos é que nos lixamos, ele também se está nas tintas para nos sportinguistas!

8 disse...

LdE


Segundo o Recordo on line já foi nomeado o árbitro para a final da Taça da Liga: Pedro Proença

É importante que o Sporting peça aos Srs Vítor Pereira e PP que informem o mais depressa possível quais as Regras do Jogo pelas quais se vão ter de reger.

PS – O Record foi tão inocente que até pôs a notícia no Capitulo Vitoria de Setúbal

Anónimo disse...

Ora aqui está uma má noticia. Não sei se pela provocação da Liga se pela falta de poder da SAD do Sporting.


Pedro Proença na final da Taça da Liga
O lisboeta Pedro Proença foi o escolhido pela Comissão de Arbitragem para dirigir a final da Taça da Liga, a disputar no próximo sábado, entre Sporting e V. Setúbal, no Estádio do Algarve.
.
40 postas pescada

Anónimo disse...

Não sei se o lapso foi propositado ou não, mas tenho que corrigir algo que escreveu na sua crónica. O último golo do Djaló foi na última jornada do campeonato passado, na goleada de 4-0 ao Belenenses. Antes disso já tinha marcado 2, pelo menos na vitória de 3-1 sobre o Estrela, no 2º jogo de castigo do Liedson após a expulsão em Leiria. Mas como isso foi no período de graça de Paulo Bento, se calhar deu jeito esquecer e lembrar-se apenas de um jogo que correu mal... faz-me confusão como se dá tanta atenção ao treinador e se esquece de coisas que para mim são mais importantes como descobrir como o nosso clube chegou a esta situação de descalabro financeiro que nos faz ter de comprar jogadores como quem compra melões no supermercado, que só quando se abrem é que se sabe se prestam. Tenho a certeza que se tivesse dinheiro, Paulo Bento quereria outros jogadores. Já sei que me vão cair em cima, mas continuo a achar que Paulo Bento não é o problema do Sporting. Por acaso já repararam que os jogadores só se lembram de jogar em alturas em que sabem que têm os olhos postos neles, como os jogo europeus? A minha explicação para esse facto é simples: nós não temos o dinheiro que eles querem e eles querem ir ganhar mais para outros lados, mesmo que depois se venham a dar mal. Aceito que me digam o contrário, mas gostava de ter sabido a opinião das mesmas pessoas que criticam Paulo Bento na altura em que tínhamos Gil Baiano, Belajic, Missé-Missé, Ouattara, Luís Miguel... É que para mim esses ainda eram mais fracos...
Saudações Leoninas

Luís Augusto

LEÃO DA ESTRELA disse...

Tem razão, Luís Augusto! Yannick Djaló não marcou apenas ao FC Porto na última época. Marcou um ao Belenenses (curiosamente no último minuto da Liga 2006-2007); marcou um ao Vitória de Setúbal (vitória por 3-1 na jornada 28); marcou dois ao Estrela da Amadora (vitória por 3-1, na jornada 21). Em 24 jogos que participou na Liga 2006-2007, Yannick Djaló marcou cinco golos. O problema é que um comentário ao jogo é feito com base no que fica na memória e não com a ajuda de uma cábula com todos os dados estatísticos. A questão é que no conjunto dos cinco golos marcados por Yannick Djaló na sua primeira época na equipa principal do Sporting, aquele que marcou ao FC Porto em Alvalade ficou na memória de todos, mais a mais por ter sido o único do Sporting num jogo que terminou empatado 1-1. De qualquer modo, isso não pode explicar o lapso do LEÃO DA ESTRELA. Aqui ficam as desculpas aos leitores e ao jogador, e um agradecimento pela chamada de atenção.

Gouveia disse...

Toda a razão ao consócio Luis Augusto no que respeita ao problema de fundo do SCP! Agora não posso concordar que os jogadores que referiu eram inferiores a "pérolas" com Had, Farnerud, Purovic e outros que tais!

Ao menos o Ouattara era um poço de força fisica e marcou um golo extraordinário ao Porto, nas Antas (já não me lembro em que época!) e até teve direito a um cântico especial: UH - AH - OUATTARA!

Saudações Leoninas

Anónimo disse...

uh! ah! ouattara!

amv disse...

Não foi, como no jogo com o Bolton, uma noite tranquila o Sporting 4 (Liedson 2, João Moutinho, Yannick), Nacional 1. Explico por que é que me pareceu que não foi…

http://www.floresta-do-sul.blogspot.com/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...