sábado, 26 de julho de 2008

Uma equipa em crescimento

Tonel decidiu a vitória do Sporting sobre o Blackburn Rovers.
FOTO: "Record Online"
>>>
Devagar, devagarinho, o Sporting 2008-2009 vai crescendo, como se viu na vitória sobre os ingleses do Blackburn Rovers (2-1), em jogo a contar para o Torneio Internacional do Guadiana. Um resultado importante que, compaginado com a derrota do Benfica com os ingleses, na primeira jornada, dá ao Sporting a possibilidade de conquistar, de novo, o troféu algarvio.
O Sporting revelou mais consistência do que no jogo de preparação anterior, há uma semana, frente ao Sunderland, na Taça Cidade de Albufeira, tendo, desta vez, tido necessidade de virar o resultado a seu favor, uma vez que foi o Blackburn a marcar primeiro, ainda nos primeiros 20 minutos, na marcação de uma grande penalidade, cometida por Daniel Carriço – um jovem da academia leonina que jogou os 90 minutos e que se confirma como alternativa válida para o eixo da defesa. A vantagem dos ingleses não durou muito, pois Pedro Silva, quase de imediato, empatou a partida, com um remate de longe, forte e colocado, que traiu o guardião britânico.
No segundo tempo, João Moutinho, ainda com poucos dias de trabalho, que fazia dupla com Adrien Silva no eixo do meio-campo, cedeu o lugar a Rochemback. E o médio brasileiro estaria na origem da reviravolta, ao executar um cruzamento primoroso, concluído por Tonel. O Sporting colocava-se a vencer e justificava a vantagem, pois já dominava a partida em todos os índices.

O MELHOR
O facto de os defesas marcarem os golos, o que mostra alternativas face à inoperância dos avançados; A vitória do Sporting na marcação de grandes penalidades (5-4), afastando fantasmas da época passada, pois até Anderson Polga não falhou; a apetência ofensiva de Ronny; a confirmação de Daniel Carriço e Adrien Silva como alternativas válidas para o centro da defesa e para o meio-campo, respectivamente; o golo de Pedro Silva.

O PIOR
A falta de velocidade do Sporting nas transições defesa-ataque, em particular na primeira parte, tornando o seu jogo muito previsível; o discreto rendimento de Bruno Pereirinha na ala direita e de Vukcevic na ala esquerda, transformando a dupla de avançados em presas fáceis; o cartão amarelo injusto mostrado a Carriço.

10 comentários:

Aguia d'ouro disse...

grande moutinho

�guia de alvalade disse...

este sporting est� a crescer tanto que ainda vence a champions league!

temos sporting!

dragão enrabador de leões disse...

já percebi a cena do queremos ser campeões....

vão ser campeões do guadiana outra vez! ehehehehh ahahha

coitados de vocês

Anónimo disse...

capitao vergonhoso,traidor.

Anónimo disse...

capitao vergonhoso,traidor.

Anónimo disse...

o maior ordenado,a braçadeira de capitao!!façam uma estatua a este benfikista k teve com o presidente do porto.

Anónimo disse...

o treinador e outro ,so encosta bons jogadores.abram os olhos frankistas!!

Anónimo disse...

allez sapinto allez!!

Sporting na Família desde 1907 disse...

Ai, Ai estes anónimos. Será que eles próprios não saibem quem são?
Tadinhos, tão tenrinhos, tão inocentes... Tão contentinhos que eles ficam quando depois de algo lhes correr mal, têm qualquer coisita para se agarrar...

Vá lá meninos, aproveitem, masturbem-se á vontade, mas olhem, quando crescerem (se crescerem), tenham cuidado porque para se aguentarem com uma mulher a sério a vossa tanga de esfrega-pau anónimo em blog do Sporting não chega.

Se não entenderam, paciência, tenham cuidado à mesma e sobretudo... cresçam!

cp disse...

bom jogo
boa vitoria
hj é o clubezeco da segunda circular.. (o tal das ações dadas para garantia..)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...