quarta-feira, 17 de setembro de 2008

O desastre espanhol

O Sporting fez o seu arranque na Liga dos Campeões 2008-2009 com o último jogo de Braga na cabeça. Perdeu 3-1 numa partida em que o desempenho leonino correspondeu a uma espécie de segunda parte do jogo de Braga para a I Liga, que dera três pontos e a liderança no campeonato.
Os jogadores de Paulo Bento entraram no Camp Nou com a ideia de defender e ver jogar, para assim melhor controlar as operações. É a táctica das equipas incompletas, que procuram passar tempo ou passar a bola para trás, porque não sabem ou não querem jogar ou não têm qualquer prazer em jogar. Em Braga resultou. Em Barcelona não resultou. Nem podia resultar. O Barcelona não é o Braga. Daniel Alves não é João Pereira; Eto´o não é Meyong; Messi não é Alan, e por aí fora...
Mais uma vez, o Sporting Clube de Portugal sai de Espanha vergado por uma derrota pesada. Um desastre espanhol a somar à goleada recente sofrida em Madrid. Não faltarão sportinguistas a dizer que a equipa de Paulo Bento a mais não seria obrigada. Não concordo. O candidato a campeão português não pode ir a Barcelona jogar com tanto medo de perder por muitos e, sobretudo, sem nenhuma vontade de ganhar alguma coisa.
O Sporting joga para ser campeão em Portugal, mas não faria mais do que lutar para não descer do outro lado da antiga fronteira. Curiosamente, é o mesmo Sporting que alimenta a selecção de Portugal com fornadas constantes de novos jogadores, alguns deles craques de eleição mundial. Selecção de Portugal que até tem feito boa figura internacional nos últimos anos. Por que é que o futebol do Sporting (que actualmente até é a equipa mais portuguesa de Portugal), não espelha em campo a ambição e a força da selecção nacional?... FOTO: Lluis Gene (AFP - Getty Images)

52 comentários:

marachomba disse...

Depois desta exibicao deploravel, Paulo Bento tem 5 jogos para provar que vale alguma coisa na Europa. E para nos por na 2a fase da Champions. Materia prima tem. Resta saber se capacidade de a aproveitar.

cp disse...

calma gente!! perdemos com o barça em camp nou... equipas + fortes que nós ja la perderam, e por mais...
tudo bem que n jogamos lá grande coisa, mas esperavam o quê? que fossemos lá dominar 90min???
em termos teóricos este jogo ja estava perdido antes de começar, poderíamos era te-lo perdido jogando + ao ataque desde o inicio, mas tb n se esqueçam: estava-mos em camp nou!
resumindo: resultado normal!
NÃO FAÇAM COMO ESSES PASQUINS AO SERVIÇO DA INSTITUIÇAÕ E EMPOLEM DEMASIADO A COISA!
ABRAÇOS

Anónimo disse...

Aqui vamos outra vez para o carrossel habitual:
- 'quem critica, merece ser defenestrado', dizem uns;
- 'quem não critica é acéfalo', logo dizem outros;
- 'paulo bento à presidência', clamam uns quantos;
- 'há poder em alvalade? somos contra!', acrescentam outros tantos.
E, entretanto, as galinhas da luz sorriem. E, entrementes, os andrades cospem fel.
Ah, pois, e o congresso, a magna assembleia, fica para quando for inócuo e houver 'disponibilidade no calendário'. Pois, pois, claro.

Em suma:

1. Paulo Bento é bom treinador para a estratégia de futebol do clube, mas para consumo interno;
2. O clube, todos nós, precisamos de saber exactamente o que queremos ter e o que podemos ter (coisas bem diferentes), como objectivos para o clube;
3. Não vale a pena pedir outra qualidade de jogo, outro tipo de ambição, quando não temos qualquer capacidade financeira (lamento) para ter um treinador com pedigree, nem puros-sangues, em vez de rapazes jeitosos e, de vez em quando, esforçados;
4. A equipa não tem classe para grandes vôos, mas pode fazer flores nas competições internas. Serve? Não serve? Não olhar para isto é ser cego.

Cumprimentos leoninos a todos,

jas.

Anónimo disse...

Não espelha ambição e força, porque há muito deixou de existir no clube a incumbencia dessa mentalidade ganhadora, porque existem dirigentes e jogadores sem a mínima paixão pelo clube que têm como objectivo servir-se do mesmo e não servi-lo e isto reflete-se na massa associativa cada vez mais divorciada do Sporting.
Ontem notou-se falta de atitude,de garra e ambição. Assistiu-se uma espécie de subserviencia perante o Barcelona, e acima de tudo a um grande complexo de inferioridade por parte dos jogadores leoninos.
Com isto perde-se prestígio na Europa e o mais preocupante é que se vai perdedndo cada vez mais prestígio em Portugal.
Perguntem a um miúdo de 10 anos de que clube é e verão quantos são do Sporting? Provavelmente a maioria parte torce pelo 4º classificado.

Pedro Silva disse...

MAIS UMA VEZ percebe-se que este treinador não estáà altura dos pergaminhos de qualidade que este clube deve ter! Apesar dos 2ºs lugares conquistados, das taças e supertaças conquistadas, Paulo Bento é FRACO por mais que alguns Sportinguistas estejam satisfeitos com esta bitola. Equivoca-se constantemente, não tem uma cultura táctica evoluída, não conduz um futebol vistoso à equipa, e gere mal os activos com um novo caso flagrante à vista. Depois de Stoikovijc ( indiscutivelmente o melhor guarda-redes do plantel) agora Vukcevic também um activo desaproveitado depois de já ter provado que devia ser titular desta esquipa. Resta-nos esperar e assistir a mais uma época de sofrimentos e frustações, de casos com jogadores desmotivados de teimosias e jogadores sem produtividade ou qualidade com a camisola leonina. Veja-se o caso de Romagnoli ou Tiuí. O primeiro passa jogos numa nulidade ofensiva, apenas amarrado à suas novas funções táticas de tentar tapar buracos. O segundo é uma vergonha que nem num clube do meio da tabela seria titular. Mas PBento teima e teima e teima. RPatrício nao tem ou nao parece ter qualidades acima da média para justificar uma aposta num jogador tao jovem. Stoikovijc um guarda-redes com enorme qualidade, irreverente e de mentalidade forte perde-se porque nao se sabe gerir uma entalidade mais rebelde, Vuckcevic vai pelo mesmo caminho quando devia ser titular ao lado de Liedson. Enfim, assim se perdem opurtunidades, dinheiro e prestígio. Ficam as teimosias! Veloso seria sempre titular no meio campo! Sempre. Produz mais ofensivamente e defensivamente que Romagnoli. Muito mais. Ficam os Sportinguistas menos exigentes contentes e felizes com esta bitola menor. Eu fico frustado porque mesmo sem milhões poderíamos provar que temos qualidade se fosse bem aproveitada. Com mais qualidade, melhor gestão de activos, menos teimosias e mais atitude positiva.

SPORTING SEMPRE ATÉ QUE A MORTE NÃO NOS SEPARE!!

cantinhodomorais disse...

Que memória tão curta...
Meus senhores, vamos ser realistas! O Sporting não é nada ao pé deste tipo de equipas. Nunca tinhamos feito tantos jogos na Champions como fizemos nestes 3 anos! É preciso calma e realismo!
O Barça é uma equipa de top-mundial! Só o seu defesa direito vale mais que todo o orçamento anual do plantel principal do Sporting!

Nos últimos 10 anos, exceptuando a vitória de Porto em Milão e a vitória do Benfica em Liverpool (jogo a duas mãos, já com vantagem na 1ª mão, logo um contexto diferente), nenhuma equipa portuguesa ganhou fora a uma equipa de top mundial (daquelas que ganham a Liga dos Campeões ou andam lá perto). O Porto já jogou com Arsenal, Liverpool, Real Madrid, Manchester, Lyon, Bayern Munique, Chelsea, Inter e nunca ganhou fora! O Benfica jogou com Manchester, Barcelona, Milan, etc e também não ganhou fora!

Queriam o quê? Que o Sporting que não é rei no seu burgo fosse rei na Europa, em casa do Barça?
Isso, neste momento, é utópico, lirico.

Vamos ter calma! Também não gostei, não gostei mesmo nada. Mas há diferenças que nem a impervisibilidade de um mero jogo de futebol podem atenuar.

Não vamos dar força aos nossos adversários. Vamos ser UM só nesta luta!

HMG disse...

Não é facil jogar com o Barça mas uma equipa que entra em campo e fica a ver jogar! de que se está à espera?
Continuamos a pensar pequenino!
Agora temos de nos unir e apoiar o nosso clube ao máximo nada está perdido ainda!, acorde sr pequeno treinador (paulinho bentinho), o SCP é um clube grande exerça com competência e deixe as fofocas e as birras PRÁS MULHERES.
FORÇA SCP
SL

Anónimo disse...

Confessem lá. Já tinham saudades de uma derrota para poderem verter fel.
Confesso que não há pachorra para alguns comentários, que sistematicamente escarafuncham nas feridas, apenas porque as coisas não são como querem. Masoquistas é o que são.
O SCP jogou mal, pois jogou. As opções podiam ser outras, pois podiam. Voçês punham outros a jogar, pois claro que sim .... se, se, se,... parecm todos bons a dar prognósticos ... depois do jogo.

O que eu vi foram duas equipas de campeonatos completamente diferentes. Não tenham dúvidas, o Barça não é do nosso campeonato e não há que ter vergonha em o aceitar. Aceitar com humildade as nossas fraquezas é meio caminho andado para crescermos. Deixemos o discurso do "Somos os Maiores" para os outros (que assim se enterram cada vez mais).

SCP sempre e no bom caminho, seja com quem lá estiver ... até às próximas eleições que o clube é uma democracia.

o an´nimo do costume

TIAGO MPM disse...

Todos vimos que podiamos ter trazido outro resultado no bolso, mas quando o sporting estava a impor-se, o nosso "treinador decide tirar mais um dos seus celhos da cartola e...

tcham...tcham...

sai caneira , entra pereirinha, e descai veloso para a esquerda!!!

A magia do nosso "treinador" foi tão boa que o sporting a partir desse momento deixou de existir...

Esta foi a grande estucada final que matou o jogo!!!

Abraços a todos!!!

Borges disse...

Bem analisado leão da estrela. Faltou ambição, competitividade, espírito e mentalidade de campeão. Faltou porventura liderança e garra, orgulho e raça. O Sporting Clube de Portugal, pela sua história, pela honra e dignidade de Clube centenário não pode, de facto, sujeitar-se em qualquer parte do mundo a competir para não perder por muitos.

Porque é que nos faltou atitude, crença e ambição?

Porque Paulo Bento está refém de um sistema que só funciona se os outros jogarem em função desse sistema. Quando o adversário não quer saber do nosso sistema e joga o que sabe, é o que se vê. O losango emperra e desmonta-se.

Porque Polga não parece um campeão e nos momentos decisivos falha.

Porque Moutinho preferiu saborear as noticias que dão conta do outrora interesse do Barça.

Porque Veloso (vitima de uma má decisão de Paulo Bento) continua a sonhar com um grande. Então o Sporting já não é grande?

Um clube que forma homens e logo que atingem a maior idade já querem sair de casa dos pais?

São apenas exemplos para evidenciar que ao Sporting Clube de Portugal falta algo de essencial. Um árduo trabalho de mentalidade competitiva ganhadora nos atletas e no Clube em geral.

Como disse Tonel (o mais humilde, logo, o mais guerreiro) “respeitamos muito os jogadores do Barcelona”. Não tinham que lhes faltar ao respeito, mas também não tinham que se desviar para eles passarem.

Não se exigia uma vitória. O resultado é normal. Mas exigia-se mais crença e ambição.

PS: Os exemplos dados relativamente aos jogadores e treinador, não têm propriamente a ver com a sua exibição na noite de ontem. A equipa esteve mal na generalidade. Foi apenas para evidenciar como por vezes um Clube grande não consegue ser um grande Clube.

HMG disse...

Aqui vai mais uma que poucos falaram ou viram, mesmo os entendidos tirando o intelectual da SIC que falou logo das laterais do SCP.
Jogando em losangulo o Sporting fica com muitas unidades no meio campo pelo centro, jogando o Barça pelas faixas laterais com um futebol rápido muita troca de bola onde andava o médio esquerdo e o médio direito do nosso clube para responder a este futebol directo rapido e a toda largura do campo?
Deixamos os laterais sozinhos e depois criticam o Abel e o Caneira puxa assim não dá.
Todos os nosso médios são interiores e nunca jogam
à linha ou muito raramente (grande erro do nosso pequeno treinador).
Temos de continuar a apoiar o nosso clube
FORÇA SCP
SL

Anónimo disse...

Concurso:

Nas próximas horas, min, segundos, o tempo que quiserem. Quem acha que este treinador não serve para o Sporting coloque aqui o nome de quem ache que serve.

Aposto com quem quiser que surgem vários e que ninguém terá a coragem de admitir que o nome que aponta é que é, sem entrar em contradições e discussão com os outras propostas.

Ponham na vossa cabeça, que só criticam o PB porque ele está onde está. Tem defeitos. pois tem. Voçês não têm?
Digam-me um treinador que nos ultimos anos tenha apresentado tão bons resultados no SCP e já agora comparem.

A unica coisa que me chateia nas criticas, não é a critica em si. Alguns comentários são justos e apontam defeitos que devem/merecem ser corrigidos. O que eu acho absurdo , para não dizer completamente disparatado é alguns terem a presunção que as suas soluções é que seriam ajustadas à gestão do SCP, da equipa e até da vida pessoal dos jogadores. Se dependesse de voçês, o Clube mudava de gestão, de regras e de principios a toda a hora (e durante um jogo faziam-se votações para decidir as substituições ...).
Haja paciência.

o anónimo do costume

Nuno Trindade disse...

Uma exibição DEPLORÁVEL do Sporting! Paulo Bento voltou a mostrar que é muito fraco tacticamente, é mau a orientar os jogadores, birrento e uma lástima a fazer substituições!
Quando sofremos o 2-0, pensei: "Como é que podemos dar a volta a isto? Vamos ao banco buscar quem para fazer alguma diferença lá na frente? Postiga? Tiuí? Pereirinha? Não me façam rir!". As substituições do Yannick e do Caneira vão para o compêndio das mais idiotas do século! Com o Derlei completamente desastrado, o Romagnoli perdido em campo, o inenarrável Abel (com um treinador a sério nem para jogar nas reservas servia! Péssimo jogador! Inconsequente, trapalhão e displicente! Tem 2 tijolos nos pés! Até dói vê-lo com a camisola do Sporting!)... É incompreensível! Para fazer um jogo tão miserável, mais valia ter jogado com um meio campo mais reforçado com a entrada do Miguel Veloso.
Quanto à ausência do Vukcevic, mais uma vez, continuamos a dar tiros nos pés e a fazer exactamente aquilo que a imprensa cá do burgo tanto quer: desestabilização. É um dos poucos jogadores com verdadeira classe nesta equipa, dos poucos que conseguem fazer a diferença. Mas há um burro que tem a mania que é mauzão... Até quando teremos de aturar este incompetente?

samuel mota disse...

Concordo com o comentário do Pedro Silva. Acrescento que HPostiga só faz faltas atacantes, foi despachado pelo FCP e veio para o SCP ganhar 600 mil euros/ano (tem bons amigos). O Abel é jogador de consumo interno, faz faltas estúpidas que ficam caro ao SCP. O Pereirinha é um bom jogador para o banco, pois sabe que nunca vai jogar e são precisos jogadores que fiquem contentes com essa condição. Quanto ao treinador ser barato… 700mil euros/ano é barato? Digam-me em que país, um treinador vem dos juniores sem nunca ter treinado um clube num primeiro escalão e ganha 700mil?Só mesmo por compadrio. Digam-me em que Clube Grande um treinador com esta “experiência” salta para grandes palcos? No Águias de Camarate FC, talvez.. É esta falta de experiência que leva o Paulo Bronco a cometer erros infantis como o Stoi e o Vuk. Percebe-se claramente que o treinador não sabe lidar com a situação. A culpa será dele? Não, é da Direcção por o ter contratado e insistir na aposta. Nenhum treinador do SCP teve o privilégio de ter 3 anos e meio no clube para poder formar uma equipa, escolher alguns jogadores e possuir no seu plantel jogadores bons como, liedson, vuk, Stoi, tonel, Polga, Caneira, Veloso, Moutinho, Izmailov, Yannick e Rochemback. Por tudo isto, se o SCP não passar aos 8vos da LC, e ao mesmo tempo ganhar o campeonato, é um desastre. Lembro que o Mourinho precisou de 1 para ganhar o campeonato, 2 para ganhar a LC, mas esse foi durante muitos anos treinador adjunto de grandes treinadores e em grandes clubes, não treinou juniores!
Dantes via os jogos e sofria até ao fim com a falta de sorte que o clube tinha, agora desligo a Tv a 10min do fim, farto de "não" os ver jogar. Deprime-me e revolta-me. Preferia quando jogávamos bem e ora pelos árbitros ou pelas bolas nos postes, ou por falta de avançados de jeito, perdíamos o jogo. Sempre podia-me queixar da falta de sorte, agora nem isso, não jogam! Quem não joga não pode ambicionar ganhar. Ou pelo menos é justo que não ganhe.

PS- Alguém que tire FSFranco e a dupla PB&PB, do clube, por favor. Ou acabamos a ver o Vuk no FCP. Cheira-me que o negócio do HPostiga deve ter alguma coisa por trás…

Anónimo disse...

"Por tudo isto, se o SCP não passar aos 8vos da LC, e ao mesmo tempo ganhar o campeonato, é um desastre." - Samuel Mota

Mas qual campeonato? Aquele que não se vence há 6 anos? Aquele que, desde 1981/82, só foi conquistado 3 vezes? Culpa de Bento? Só pode... O caro Samuel até parece que está com a barriga cheia. Esse tipo de afirmação é para um adepto do Porto. Nós aínda não. Com muita pena minha...

É este desnorte que não pode existir. Nós somos a emoção, é certo, mas temos que ser realistas, racionais. O Sporting está numa curva ascendente.

Mas se calhar eu é que estou errado. Sou de outro tempo. Sou do tempo de não ver o Sporting a disputar a Taça dos Campeões Europeus. Do Sporting do 4º lugar. Do Sporting de Viena e Salzburgo. Do Sporting de Viking, Bucareste, Halmstad, Belgrado, Neuchatel, San Sebastian, de Metz. Do tempo em que jogavamos uma eliminatória europeia. Do tempo em que as pré-épocas iniciavam-se com menos de 10 jogadores. Do tempo em que iamos à Rússia e Alemanha e levamos 4. Do tempo em que tínhamos 3 a 4 treinadores por época. Do tempo em que ganhar uma Taça Portugal com Figo, Balakov, Peixe, Amunike, Carlos Xavier, Iordanov, Naybet e Marco Aurélio, contra o Marítimo, foi um feito extraordinário. Aí sim, eramos um grande Sporting! Que saudades... Ò tempo volta para trás.

CORREIO LEONINO disse...

O Sporting "do tempo em que só jogava uma eliminatória europeia" era o Sporting do tempo em que o futebol europeu era exigente. Só os bons eram apurados. Para passar a primeira eliminatória era preciso ter dimensão europeia. Agora qualquer cão e gato joga na Taça UEFA e às vezes na Liga dos Campeões...

cantinhodomorais disse...

o último comentário como anónimo foi meu. veio como sendo anónimo mas foi meu. peço desculpa.

pedro silva disse...

ò CantinhodoMorais,

Então acha que prefere um Sporting assim assim em vez do Sporting de Salzburg?
Precebo em parte mas o Sporting de Salzburg era uma delícia a jogar à bola. Perdemos num campo ensopado e com muito azar à mistura. Este Sporting nem com sorte ganhava porque, nem com Barcelona descaracterizado conseguimos fazer alguma coisa. Raramente criámos perigo e só soubemos correr atrás dos jogadores. Sem táctica, sem carácter, sem ambição, sem algo de especial. O Sporting de Salzburgo faria muito mais neste jogo. Tínhamos um grande treinador que percebia de futebol e de gestão de homens.
Já ultrapassámos a fasquia da mediocridade. Penso que já não corremos atrás de Grasshopers mas ficar por aqui acomodados parece-me também medíocre.
Temos muito mais potencial, temos muito mais organização e estruturas. Temos bons jogadores mas temos ainda muita mediocridade. Na ambição, na qualidade da equipa técnica, em contratações como o Tiuí.
Prefiro ter um treinador competentíssimo do que um bem modesto e limitado, além de teimoso e burro como o nosso.
Com o que temos e com um outro treinador podíamos fazer muito melhor. Sem milhões. Muito está melhor mas muito ainda é medíocre.
Se é só para elogiar o que fazem bem então ficamos onde estamos para sempre.
Ou a mentalidade evolui ou teremos muito mais casos, Stoikovijc, Moutinho, Vukcevic e muitas mais contratações Tiuí.
É pura má gestão de recursos, pura má gestão desportiva que nos trás muito prejuízo! Muito mesmo!
Temos um treinador modesto, limitado, casmurro. Nas opções, tácticamente e na gestão de recursos. E isso só nos trás dissabores! E prejuízo, como já disse antes!
Que fez o Romagnoli em campo, nao só neste jogo como em muitos dos ultimos jogos?
Que faz o Veloso no banco sendo um dos melhores jogadores do lantel?
Porque não se tem capacidade de gerir uma personalidade como Stoikovijc como se faria noutros clubes sendo ele, DE LONGE, o melhor guarda redes do plantel?
Porque não se rentabiliza um jogador como Vukcevic que tem raça e qualidade para ser titular? Mais um activo a perder-se?
Que faz Tiuí a jogar e num plantel do SCP?
Porque se tem um treinador tão limitado a conduzir o SCP?
Veremos o que o resto da época nos diz..Se as coisas se equilibram, se as teimosias acalmam-se, se a esperteza e a competencia aumenta..

Uma nota: Izmailov!! Tenho gostado e gostei muito ontem apesar de o jogo de equipa, da ambição e da táctica não o favorecer mais!

Cumprimentos LEONINOS!

SCP Sempre! disse...

De uma vez por todas definam-se! Não podem criticar o "Sporting de Salzburg" e depois atacar o despedimento de Bobby Robson... Mas, por falar em "Sporting de Salzburg" qual é a diferente para este Sporting de Paulo Bento? Não perde à mesma na Europa???

samuel mota disse...

Lembro-me de todos os jogos que referiu, e lembro-me também que treinadores como Bobby Ronbson foram corridos do Scp com meses de trabalho e foram ser campeões noutros clubes. Lembro-me de materazzis a serem despedidos após 4 jornadas. E lembro-me do Paulo Bento a ficar a 20 pontos do FCP e a perder a taça da liga e dizerem que é o melhor do mundo! Tenham dó. Sou e sempre fui contra o Paulo Bento, e como isto é uma democracia digo o que penso. E é graças a mentalidades pequeninas, com lembranças do 4º lugar, que ficam contentes com os resultados do Paulo Bento:20 pontos do FCP do Jesualdo (se fosse o mourinho ficava a 40). Está na hora de abanar essas mentalidades, e acreditar que o investimento de milhões no estádio e academia, só têm um caminho: Sucesso!
A diferença para os tempos que referiu, é que na altura, compravam-se muitos jogadores e treinadores por época para esconder os falhanços da direcção. E agora o treinador teve TRÊS e reforço: TRÊS anos e meio para montar uma equipa, com os melhores jogadores que o SCP alguma vez teve (sim lembro-me de Venâncios, Leais e Saber na defesa, de Cadetes a avançados e Costinhas na baliza) e mesmo assim é o futebol que se vê. É vergonhoso ter o melhor avançado de sempre (liedson) que vi no SCP, 5anos e nunca ganhar um campeonato. Se não fosse o facto de os jogadores serem bons, podem ter a certeza que não tinha ganho nada. Mais, o Setúbal ganhou a taça da liga com um orçamento 10x menor e um treinador que também não é grande espiga, isso fez deles um grande clube?
O peseiro com uma equipa mais fraca e 3 anos menos experiente, fez-nos sonhar com a taça uefa, correu mal, é verdade, mas se hoje fomos cabeças de série no sorteio da LC, foi graças aos pontos conquistados nas provas europeias. Para os que querem ser sempre os subjugados aos grandes da Europa, fica o meu respeito, incompreensão e um adeus que não fazem falta ao clube.
PS- Sou por um clube altamente profissional e não por um clube de bairro. SCP - o “P”, para os mais distraídos, quer dizer Portugal e não Província de Alvalade.

samuel mota disse...

Mais uma vez concordo com o Pedro Silva. Nesses tempos, do estádio José de Alvalade tinhamos 18mil pessoas no estádio quando chovia, há três tinhamos 40mil a assobiar as derrotas do Peseiro, agora temos 18mil a aplaudir a vitória sobre o Trofense em pleno verão... mudou-se para quê? Para ficarmos contentes porque perdemos 3-1 em barcelona (e com muita sorte). Se viessemos de lá com 5-1 queria ver o que diziam os pró-bento e Soares Franco. Eu quero ver quando o Vuk for apresentado no FCP..

Anónimo disse...

Caro Samuel

"Sou e sempre fui contra o Paulo Bento, e como isto é uma democracia digo o que penso."

Não há nada como ser curto e directo e assumir as opiniões. Justissimo.

"E é graças a mentalidades pequeninas, ..."

Mas depois não venha dizer que os outros que não pensam como voçê têm mentalidades pequeninas. Deduzo que a sua seja uma mentalidade grande. Parabéns.

"Está na hora de abanar essas mentalidades, e acreditar que o investimento de milhões no estádio e academia, só têm um caminho: Sucesso!"

100% de acordo. Só acho que é o que JÁ está a contecer.

"A diferença para os tempos que referiu, é que na altura, compravam-se muitos jogadores e treinadores por época para esconder os falhanços da direcção."

Como diferença já é uma grande diferença. E que diferença...

"E agora o treinador teve TRÊS e reforço: TRÊS anos e meio para montar uma equipa, com os melhores jogadores que o SCP alguma vez teve ... e mesmo assim é o futebol que se vê." Quando tiver a ler este pedaço que escreveu aproveite para ver os slides que correm ali ao lado nos momentos leoninos. Algo me diz que são todos destes três anos e meio. Porque será?

"É vergonhoso ter o melhor avançado de sempre (liedson) que vi no SCP, 5anos e nunca ganhar um campeonato." hmmm e em alguns anos incliusivamente ele foi o melhor marcador e a equipa até jogou bem, o que terá falhado. Ah já sei o PB

"Se não fosse o facto de os jogadores serem bons, podem ter a certeza que não tinha ganho nada."

Esta é uma verdade de La Pallisse. Mas aplica-se a todos os treinadores e a todas as equipas.

"Mais, o Setúbal ganhou a taça da liga com um orçamento 10x menor e um treinador que também não é grande espiga, isso fez deles um grande clube?"

Talvez não sejam um grande clube, mas que lhes ficou bem ganhar a Taça, ficou. Isso é Desporto. Ganha-se e perde-se. Nós tb ganhamos ao Porto duas Supertaças e eles têm um orçamento superior ao nosso. Isoo torna-nos maiores ou menores?

"O peseiro com uma equipa mais fraca e 3 anos menos experiente, fez-nos sonhar com a taça uefa, correu mal, é verdade, mas se hoje fomos cabeças de série no sorteio da LC, foi graças aos pontos conquistados nas provas europeias."

Obrigado pelos pontos, pelas vitórias e pelas alegrias. Não posso estar mais de acordo.


"Para os que querem ser sempre os subjugados aos grandes da Europa, ..."

Ou seja, os outros que não pensam como tu, apesar de isto ser uma democracia e termos direito a dizer o que pensamos.

"... fica o meu respeito, incompreensão ..."

Obrigado pelo respeito, que faz falta em todo o lado. A incompreensão resolve-se com conversa, porque as ideias debatem-se e esclarecem-se.

"e um adeus que não fazem falta ao clube. "

Desculpa, mas era só o que faltava. Quem és tu para dizer quem ou o quê faz falta ao clube. É precisamente este tipo de criticas que eu acho (opinião minha)que destroiem mais do que constroiem. Acho uma total falta de desportivismo, alguem dizer que outros só porque penasam de maneira diferente não fazem falta ao clube.
Não o conheço, mas ainda bem que não é voçê que decide as admissões de sócios ;)

o anónimo do costume

Tina disse...

Esta foi, apenas, a primeira derrota da presente temporada.
E as criticas FEROZES já começaram.
Haja paciência!!!!!!!!
Eu, por enquanto, ainda estou calma.
No entanto, não respondo por mim, se estes zuns zuns da transferência do Vuk para o fcp se confirmar.
Aí....... segurem-me!!!!!!!

Anónimo disse...

Faz-me confusão às referências em torno de Tiuí, casino salzburgo , Mourinho, Peseiro e Veloso.



Não foi o casino salzburgo que na época em que nos eliminou apenas caíu na Final da taça Uefa frente ao Inter de Milão perdendo por 1-0?

Não foi Tiui que deu a Vitória ao Sporting na final da taça de portugal da época passada e foi fundamental no apuramento para a Champions League ? (não é que isso faça dele um grande jogador, mas que culpa tem o moço de quem o contratou).

Não foi o agora saudoso Peseiro que com o seu futebol vistoso e maravilhoso que venceu 0 títulos e perdeu uma oportunidade soberana para vencer uma final europeia na sua própria casa?

Não terão acenado com lençois (sim lençois) brancos os que agora o defendem?

Não foram os sócios do GRANDE SPORTING que inviabilizaram a entrada de Mourinho no nosso clube?

Não tem sido o Veloso um dos jogadores mais criticado pelos adeptos leoninos ?

Assim não entendo esta dicotomia de opiniões, ora bestas, ora bestiais, ora para esqucer, ora saudosos.

O que interessa é o presente e o futuro, a história já não se apaga...

Anónimo disse...

Ena, grande discussao que para aqui vai...

No futebol nao ha infaliveis, nem insubstituiveis, nem melhores do Mundo: tudo depende do momento presente. Quem quer ser o melhor de Portugal tem que o ser no momento presente, quem quer ser o melhor do Mundo idem.

O Sporting, pelo que deduzo do que vi na blogosfera, esta numa encruzilhada que foi muito bem definida pelo anonimo "jas" que fez o 3o comentario a este post.

Para mim, que vivo a muitos milhares de km e portanto nao vivo diariamente a sociedade portuguesa (mas podem crer que a intensidade com que sofro as derrotas e mas exibicoes do Sporting e a mesma), parece-me que:

1- Os adeptos do Sporting queriam "realisticamente" (ou seja, EXIGEM) que o Sporting fosse campeao nacional todas as temporadas, sempre a jogar bom futebol
2- Os adeptos do Sporting esperam que a sua equipa jogue sempre bem nas competicoes Europeias, em qualquer estadio, e vencesse muitos jogos
3- Os adeptos do Sporting queriam ter um treinador semi-desconhecido que montasse uma equipa capaz de vencer a Taca UEFA e a Champions em anos consecutivos
4- Os adeptos do Sporting gostavam de ter um Presidente/Direccao que fosse caustico, manobrasse habilmente os bastidores, controlasse jogos de influencias e manipulasse a imprensa desportiva

Em Portugal, ha apenas um clube que corresponde a tudo isto e chama-se Futebol Clube do Porto.

Todos ficamos com inveja dos sucessos do Porto no inicio deste seculo (como nao ficar?). Como em Portugal aparentemente as pessoas ja nao querem trilhar o seu caminho, mas pretendem obter tudo rapidamente, sem esforco e se possivel copiando literalmente as formulas de quem teve sucesso, os adeptos do Sporting gostavam que o seu clube fosse... como o Porto. E a conclusao a que chego.

Saudacoes Leoninas
Petinga

Samuel Mota disse...

Quando digo mentes pequeninas refiro-me ao pensamento em pequenino, não a intelectualmente pequenino, coisas diferentes. Uns contentam-se com pouco, e ficam em PME's, outros crescem para "Amorins" e "Sonaes". É a isso que me refiro. Não pretendo ofender os neurónios de nenhum anónimo…
Quanto a ter jogadores bons e ganhar, não é tão "claro como a água", o chelsea é um caso bem recente, teve "n" treinadores, "n" grandes jogadores e há 50 anos que não ganhava nada. Quantos clubes têm magnatas por trás e não ganham nada? Óbvio que as probabilidades aumentam, mas a competência, acreditem faz diferença. Quanto ao adepto que pensa em pequenino, pode apoiar o seu clube, claro, estamos num estado democrático, mas espero que nunca chegue a ter qualquer influência nos destinos do clube, porque para esse adepto, já chega o FSFranco e a dupla PB&PB. Sem exigência não há aperfeiçoamento, não há evolução. Porque existem fenómenos quer desportivamente quer noutras profissões? Porque são exigentes consigo mesmo. As investigações científicas duram anos, se não pensarmos em grande e não quiséssemos evoluir, não se descobriam as curas para as mais diversas doenças. Desporto é saber ganhar e perder, mas é saber lutar por um objectivo e querer vencer. Não fica mal, nem ninguém tem de ficar chateado, por determinada pessoa querer vencer. A competição foi criada porque alguém a quer vencer e mostrar que é o melhor, creio não estar enganado. Esse é o problema das equipas portuguesas, contentam-se com os mínimos...
Eu não sou ninguém porque não sou teu pai nem teu filho, nem sou do grupo Abu Dhabi, nem Sonangol. Mas ninguém me pode criticar por querer mais e melhor para o clube. Ou será que todos os que viram o jogo ficaram convencidos que o SCP jogou nos limites e que nada poderia ter sido feito?? Ou será que alguém percebe as contratações de Tiuí, Derlei, Postiga, Farnerud, Purovic? Já estive num clube, ao nível das camadas jovens e saí triste porque queria trabalhar mais e a direcção não queria. Isso mesmo que ouviram, não queria evoluir. Porquê? Porque as pessoas com a mente pequenina têm medo do salto. Preferem ficar “pequeninos” e dominarem o seu pequeno mundo, a evoluírem e necessitarem de Garras para se aguentarem. Essa é que é a verdade. Exijam mais a jogadores que ganham num ano do que nós ganhamos numa vida. Exijam mais a um treinador que ganha mais num ano do que nós ganhamos numa vida. E “Nós”, os que ganhamos pouco, ainda temos de retirar uma fatia do nosso bolo da vida, para os sustentar. Não é de exigir que no mínimo corram??? Inconformismo faz bem. Críticos fazem bem. Proporcionam a evolução.

Anónimo disse...

quando entrou o M.Veloso viu-se mais futebol no SCP,mas assim que P.B.fez entrar o afilhado começou o desinterese de alguns jogadores em campo,´dá para entender que á jogadores que não estão nos ajustes perante as táticas de P.B.,sem dúvida que este Sr. é Para consumo interno.Quanto a jugar contra grandes equipas como o Barça etc,o poderio é maior e difiçil ganhar mas:podiam fazer melhor figura PORRA,.

Anónimo disse...

quando entrou o M.Veloso viu-se mais futebol no SCP,mas assim que P.B.fez entrar o afilhado começou o desinterese de alguns jogadores em campo,´dá para entender que á jogadores que não estão nos ajustes perante as táticas de P.B.,sem dúvida que este Sr. é Para consumo interno.Quanto a jugar contra grandes equipas como o Barça etc,o poderio é maior e difiçil ganhar mas:podiam fazer melhor figura PORRA,.

Nuno Trindade disse...

Estou completamente de acordo com o Samuel Mota! O que faz falta é uma ATITUDE DE EXIGÊNCIA e não de conformismo. Esta "cultura miserabilista" está a matar o nosso Clube. Falta pensar GRANDE! Não nos podemos esquecer que foram estes dirigentes da treta que nos prometeram uma equipa de futebol de nível europeu há alguns anos... para lutar pela vitória na Liga dos Campeões. Assim, vamos tentando ganhar umas tacinhas, queixando-nos da má sorte e da "falta de atitude" ou "falta de agressividade dos jogadores". Precisamos de dirigentes que realmente AMEM o Clube e respeitem a grandeza do Sporting.

Saudações leoninas

Anónimo disse...

Pois é. Palavras bravas e ditas, cheias de sportinguismo, por certo, mas ... o que é ATITUDE de EXIGÊNCIA e o que é "pensar GRANDE".

Que me lembre o Sporting está onde está porque sucessivos presidentes, eleitos por nós sportinguistas, resolveram "PENSAR GRANDE" e aqui o verbo pensar é usado com muita dificuldade, já que o que foi feito foi tudo menos pensar ...

Voçês querem ser "GRANDES" e esqueçem-se do mais importante. O Sporting JÁ É GRANDE, já foi maior é certo, já teve mais influência na sociedade e ... já teve mais vitórias desportivas no futebol. Mas o Sporting É GRANDE. Orgulhem-se disso.

E depois exigam mais. Ok. Mas a Atitude de Exigência que o Samuel fala só é admissivel quando nós somos exigentes tb na forma como criticamos. Se olharem para a maioria das criticas, aquelas que ouvimos no estádio, s~´ao totalmente infundadas e se se transformassem em decisões resultavam em NADA, a não ser mais tiros nos pés. Este jogador hoje é bom, amanhã já é uma besta, este é afilhado, este é perfilhado, aquele é o empresário que o põe a jogar, este não joga porque o treinador é burro "ai se fosse eu". Quantas vezes não ouvimos isto. Faz parte das delicias de ir ver o futebol ao estádio.

Não confundam cultura de Exigência com criticismo avulso, apenas porque não se gosta de alguem ou das suas decisões, não confundam Exigência com "pensar GRANDE". Exigir melhor desempenho de um treinador e de um jogador parece-me lógico e até julgo que se pode dizer que temos esse direito. Mas esse desempenho mede-se pelos resultados. E desculpem que vos diga, mas os resultados da equipa de Futebol, nos ultimos anos batem de longe tudo o que foi feito em muitas décadas.

Jogadores que saiem da academia para a equipa;
Jogadores que saiem para outros clubes com bons encaixes financeiros;
Algumas vitórias desportivas;
Contratações mais consolidadas;
Menor nº de flops nas contratações;

"Pensar GRANDE" não é ser exigente. Em muitas circunstâncias é ser irresponsável e irrealista.
Se eu pudesse ser dirigente do SCP e resolvesse "Pensar GRANDE" contratava o Messi e Henry e mais 1/2 duzia de outros (e já agora um treinador da moda), que me davam um, dois anos em GRANDE.

Chamem-me miserabilista, de mentalidade pequenina, o que quiserem, mas eu prefiro ver o Sporting crescer devagar e bem e ter um futuro para os Sportinguistas que hão-de vir.

A equipa jogou mal. Perdeu. Pois foi, é um facto. E agora ... mudamos tudo???

Anónimo disse...

mais uma vez ficou provado que o sporting nao tem estofo para a liga dos campeoes. até a vermelhagem com equipas superiores supera-se e dá luta. é confrangedor ver o prestigio do clube ser visto em espanha como clube de segunda. é confragedor a falta de profissionalismo dos jogadores e do treinador. o barça foi melhor porque correu mais, teve uma postura de vitoria e joga simples( voltamos a mesma tactica do pbento de esperar um deslize dos outros)o futebol é um jogo simples as maricas do sporting é que complicam. e cuidado que provavelmente so conseguimos ganhar aos suiços. o mágico do pbento está a estragar a equipa e ja agora o guarda redes serve so para defender as bolas que lhe vao a figura? e o 3º golo? e quem paga a consulta de oftalmologia ao polga?
sao uns tristes e nao me venham com tretas que era o barça. a equipa que ganhou a eles eram quem? que curriculo têm?

Anónimo disse...

Na empresa onde trabalho tenho de apresentar resultados ano após ano e não me aceitam ses nem mas. Eu aceitei as condições que me apresentaram no início do contrato de trabalho, a empresa cumpre a parte dela e exige-me resultados. É cada vez mais assim em todo o lado onde se busca o sucesso, ganhe-se pouco ou muito. No meu caso, que uso aqui como factor comparativo, sou muitíssimo mais mal pago do que o treinador da nossa equipa e se errar ou escolher uma estratégia que se revele improdutiva sou penalizado. Não percebo, portanto, que a um quadro como Paulo Bento se concedam plenos poderes até em matéria disciplinar do plantel (ruinosas para o clube nos casos Stoi e Vuk, por exemplo) e se não exijam pelo menos explicações para erros grosseiros nesse campo e em matéria táctica, como se tem visto ao longo das últimas épocas, erros ainda ontem evidentes para qualquer treinador de bancada.

Anónimo disse...

O Sporting com esta direcção e com este treinador nunca há-de ser grande, porque não sabem ou não querem transmitir isso aos jogadores, e com balneários com uma mentalidade tão fraca só nos aproximamos dos galináceos e vemos o FCP a crescer cada vez mais cá no burgo e na Europa...!
O Sporting precisa da força dos sócios e não dos fracos que gerem os destinos desta enorme agremiação.

VIVA O SPORTING CLUBE de PORTUGAL

SL

Heinz disse...

Bobby Robson, conseguiu a proeza de ser eliminado por Grasshopers e C. Salzburgo!!!!!

Soylent Green disse...

Cheguei tarde e verifico que basta uma derrota (perfeitamente normal) para o pessoal ficar todo em ponto de rebuçado.
O que é que queriam? que o Sporting chegasse a Camp Nou e trucidasse o Barcelona com uma exibição de luxo? Pelo modo como falam até parece que isso é habitual nas outras equipas portuguesas. O experiente Porto está sempre a fazer isso. Ainda o ano passado deu 4 ao Liverpool fora.
Resolvi não comentar este jogo porque ele é irrelevante para a época do Sporting.

PS: Também fiquei aziado com aquela história de Salzburgo mas sei, por experiência própria, que é extremamente difícil ganhar ao Casino!

Soylent Green disse...

E não me falem do Peseiro porque quando me lembro dessa época fico com vontade de vomitar

dustin disse...

soylent green

dos fracos não reza a história...


SL

dustin disse...

soylent green

dos fracos não reza a história...


SL

Anónimo disse...

Uma derrota normal se tivessemos jogado com um barça de outros tempos, não este, que se viu claramente fraco quando o SCP subiu mais no terreno.. Se olharmos para o resultado 3-1, parece normal, mas qualquer adepto, que tenha visto o jogo, percebe claramente que o resultado poderia ter sido outro, com outra estratégia, atitude e também outros jogadores. Cabe a um treinador saber ler um jogo, antes, durante e depois. Já tinha havido a má experiência de madrid, mas não se aprendeu nada. Mas esperávamos o quê? De um treinador que no final do jogo, quando confrontado com a pergunta:"Colocou o veloso e a equipa melhorou subiu no terreno e dominou o jogo, mas a seguir recuou-o para defesa e o SCP voltou a ter grandes dificuldades, depois de saber isto, certamente não faria a mesma substituição?!" Resposta: " Na altura fiz o que me pareceu melhor, como vimos não resultou, não foi a melhor opção, mas se pudesse voltar atrás fazia exactamente a mesma coisa, pois na altura era minha convicção que era a melhor opção".. Por isso é que ele não aprende e não evolui. Não aceita os erros. Quantas pessoas não dariam tudo na vida para poder voltar atrás no tempo e corrigir erros que cometeram na sua vida, este cromo, diz que voltaria a cometê-lo. Se isto não é de bronco/burro não sei o que é.. Faz-me lembrar as mulas da aldeia, um gajo esforça-se para as empurrar mas elas teimam em não ir para o caminho que queremos..

Anónimo disse...

Até hoje só me surpreendeu uma vez, num jogo com o porto que colocou o Alecsandro no centro do ataque para ganhar bolas, e resultou.. de resto nunca mais lhe via arte, dá a sensação daqueles clubes pequenos que qdo jogam com os grandes, fazem um estudo exaustivo e até montam bem o autocarro e as saídas para o ataque, mas no resto do campeonato..

Samuel Mota disse...

Meu caro anónimo, mais uma vez não interpretou bem as palavras, minhas e de outros bloguistas. Mas eu explico, não quero que fique sem perceber.
Quando dizemos exigir, ou pensar em grande, é não permitir que jogadores se passeiem em campo. É fazer contratos por objectivos. É disciplinar quando necessário. É escolher os melhores. É dar as melhores condições e formação aos profissionais do clube/empresa. É organizar.
NÃO É: Comprar caro e afundar o clube. Não é fazer negócios de risco. Não é contratar estagiários ou inexperientes para cargos importantes. Não ceder a interesses particulares.
Dito isto o que posso dizer é o seguinte, se o Vuk se portou mal nos treinos, multem-no metam-no à parte como fizeram com o liedson, ou como fez agora o Quique. Isso sim é disciplinar, porque o jogador fica mal visto perante outros clubes, e muda a sua atitude. Porque uma coisa é fazer um contrato como estrela, outra é fazer um contrato com receio por parte da entidade patronal. Do stoi e vuk, não se sabe nada, ou será que foi por a comunicação social falar? Se é por isso estamos tramados, se falarem do Veloso, liedson etc., não joga ninguém. Ou será porque só podem jogar 11 e arranjou-se desculpa para se colocar os afilhados e amigalhaços? Não se esqueçam que há bem pouco tempo PB & PB eram jogadores do SCP. Estas coisas nunca resultam, até nós, no nosso trabalho somos parciais, pois gostamos mais de trabalhar com amigos do que com estranhos, não o fazemos por mal, mas acontece. Óbvio, que não vamos escolher (na escala de competência de 0 a 20) um 5 em detrimento de um 20, mas talvez um amigo de 14 em vez de um estranho de 20.
É por isso que digo que o PB não tem experiência para lidar com estas situações. Porque se quer disciplinar, multe-se, mostre-se a toda a gente que o jogador se se portou mal. Se apenas não se vai com a cara do jogador (ou do empresário), que se tenha a coragem de assumir a posição, sabendo que depois terá de aguentar com as responsabilidades. Quando as águas são turvas..
Outra coisa que num clube/empresa grande não acontece, é um chefe de divisão/departamento, poder de livre vontade disciplinar/afastar um funcionário. Isso é que era bom!!? Comunica-se ao director superior responsável por departamento, segue para a administração que decide o que fazer. Só mesmo num clube de bairro, ou pequena empresa é que isto acontece, visto que o gerente é ao mesmo tempo, chefe, director e administrador! Isto NÃO é pensar em grande!.. O que lhes falta a essa gente toda, é ter de lutar pela vida, é ter de andar a mandar Cv ir a entrevistas e não ter emprego como a maioria dos trabalhadores em Portugal. É saber dar valor à sorte que têm.
O SCP tem de escolher uma de duas coisas: ou escolhe formar jogadores e tem um treinador experiente e rigoroso, ou escolhe formar treinadores. Penso que a primeira é bem mais rentável. Acredito que daqui a 10anos o PB até seja um bom treinador para o SCP, agora não.

Samuel Mota disse...

Sigo com atenção treinadores como o Daúto Faquirá do Setúbal, ou o Lito Vidigal do Estrela, que são treinadores que têm subido a pulso. Ninguém lhes abriu a porta para entrar. Ninguém lhes deu um clube de Champions League para treinar sem ter o curso de teinador, sem ter 1ano de experiência de treinador/líder! Sim porque nem todos nós temos aptência para líder, mas pode-se aprender a ser um pouquinho mais líder com a experiência. Dou valor ao trabalho.

Anónimo disse...

É tão grande a clivagem entre nós - Sportinguistas com opinião, paixão e interesse por estas coisas - que saio daqui altamente preocupado.

Nunca se esqueçam de coisas básicas:

1. futebol é sociologia e psicologia; futebol é emoção;

2. futebol, um clube desportivo, é sempre uma realidade subjectiva, em que o papel dos líderes é, também e se calhar fundamentalmente, gerir percepções / emoções;

3. sucesso desportivo sustentado e saudável é (e sempre será) o único critério relevante para aferir a qualidade de uma liderança. 'No longo-prazo estamos todos mortos', escreveu um famoso economista. Se no ambiente, por exemplo, é nosso papel, enquanto cidadãos, pensar nas gerações vindouras, no futebol é diferente - ele existe precisamente para nos dar alegrias, como fonte de emoções positivas (entusiasmo, energia, sentimento de pertença, a glória que nos falta nas nossas "vidinhas" quotidianas);

4. os cemitérios estão cheios de loucos, de megalómanos. Mas, note-se bem, as enciclopédias estão também cheias de pessoas que ousaram (loucas? megalómanas?), que foram mais além, ainda que por vezes no sentido moralmente errado, como bem sabemos e nos ensina a História humana. Em tudo, marcar a diferença é saber ousar, arriscar, empreender, é querer voar, é acreditar.

Em suma: quem não percebe isto, não percebe nada de nada. É isto que, mesmo que de maneira meramente intuitiva, o Sr. Jorge Nuno descobriu há muito tempo. O resto é estratégia, táctica. Mas o importante é o "insight" e articulá-lo numa "visão agregadora relevante para as pessoas" e, fundamental, traduzi-la num plano de acção sustentado.

Esperem lá.. não falei de Paulo Bento, nem de Soares Franco. De Peseiro e de Bobby Robson. De Roquette e de Sousa Cintra. De João Moutinho e dos proscritos de Leste. Do congresso e das modalidades amadoras. Da bola que entra e do árbitro que se engana. Pois, pois, não estou a falar de futebol.

Lamento. Nem daqui a 10 anos, por este andar, teremos o clube que sempre ambicionámos. Um clube que nos dê uma coisa tão simples: "esforço, dedicação, devoção e glória". As lágrimas que chorei, homem feito, no dia do Salgueiros-Sporting. Mas isto não é alta gestão, nem SADs, nem profissionalismo, nem nada de nada..

E no entanto, isto é tudo.

Saudações a todo/as,


jas.

Anónimo disse...

Samuel, Desisto. Não porque ache que existe razão nas outras opiniões, apenas porque a argumentação não pode ser baseada nessa lógica. Tudo se mistura, factos, com suposições, com ideias, com desejos e com isso define-se uma realidade que só existe na cabeça de quem acredita.

Julgo que tudo se resume a não gostarem do Homem. Ponto final. São tão parciais nas vossas escolhas como é parcial o PB e como será o Faquira e ou outro que foste desencantar ...

Mas esta "discussão" tem coisas boas. Gostei de ler algumas opiniões. Outras não. E descobri vários bolgs muito engraçados.
o ultimo que vi então é mesmo muito bom. Gostei do estilo e da prosa. É o do cacifo do paulinho. Tem lá uma crónica sobre o jornal a Bola que magnífica.

Pedro Pita disse...

Boas noites. Foi uma prosa boa que só agora apanhei a meio...

Bom, não querendo voltar à polémica, apenas queria dizer que Paulo Bento, se quiser ser um treinador à altura das responsabilidades, vai ter que ter a coragem de tomar meia dúzia de medidas:

1- Meter Moutinho no banco. Não está a jogar ponta de um corno, como se tem visto desde o inicio do ano. E não está a jogar nada há mais de meio ano. O Moutinho é uma invenção da nossa imprensa, que acho que vai ser, quando muito, um flop tipo Hugo Viana. Daí não o termos conseguido vender, já que, apesar de todo o esforço dos jornais para nos tentarem convencer que estamos perante um fenómeno, todas as semanas é patente o que é o futebol de João Moutinho, isto é, mediocre. Com o Barça apenas falhou o golo de baliza aberta do costume- o mesmo tipo de lançe que por exemplo falhou em Braga há duas semanas, ou por Portugal contra a Alemanha quando ainda havia 0-0. Já é pois um falhanço habitual. Para além disso desonra a nossa braçadeira de Capitão, posto que não devia nunca ter tido- muito menos depois do que se passou no defeso. Não passa de um sabujo e um vendido, que nos quis reduzir a um Everton de trazer por casa. Se o clube fosse bem dirigido NUNCA mais jogava jogo nenhum com a camisola do Sporting Clube de Portugal. Meter Miguel Veloso, a quem uns tempos no banco parecem ter feito bem, no seu lugar. Não podem haver lugares cativos( parte I).

2- Mandar o Rochemback para o ginásio a fim de perder uns kilinhos. É impressionante como num espaço de dois meses parece estar para aí com uns 15 kilos a mais!!! E já agora ter a coragem de também meter o tipo no banco, sem medo das represálias que sua excelência usou com Peseiro... Meter o Caneira a Trinco( como solução provisória, enquanto a cura de emagrecimento não fizesse efeito...), o Izmailov a médio e passar a 4-3-3( com Derlei, Djaló e Liedson à frente), o sistema que deviamos usar desde o inicio da época, na minha modesta opinião de adepto.Não podem haver lugares cativos( parte II).

3- Tirar o Romagnoli da equipa. Está uma lástima, nem ataca, nem defende. É um peso morto, tal e qual Moutinho. Fez uma boa primeira época, mas tem-se apagado. Não podem haver lugares cativos( parte III).

Não estou a ver Paulo Bento ter a coragem de fazer isto, que quanto a mim é o ÓBVIO, e mais do que isso o necessário.

Quanto ao nível de quem dirige o clube é bem patente a falta de critério, consuante os senhores sejam sérvios- e por isso discriminados- ou portugueses da cantera. Não digam é mentiras- não digam que os jogadores do Sporting são todos iguais. Permitiram tudo ao vendido do senhor que é nosso Capitão, e agora estranham que isso tenha consequencias?!

Não houve a autoridade necessária da parte da direcção para se poder disciplinar quem quer que seja. Assim como Rochemback foi um cancro que minou a autoridade de José Peseiro, Moutinho é um cancro que está a minar a de Paulo Bento. Já vimos como terminou o filme da outra vez- e esta não promete ser muito melhor...

Quanto ao jogo foi tudo dito no excelente post. Só queria acrescentar que gostei do Veloso, apesar de tudo do Postiga( que penso ter entrado para o lugar do avançado errado, uma vez que Derlei estava de rastos) e do Tonel- seguro como sempre. Polga teve uma noite má, mas já teve muitas noites boas. Já devia ser o capitão há dois anos. Não deixa de ser na minha opinião o melhor jogador do Sporting por ter tido uma noite má no Camp Nou, com o Barça à frente. É uma opinião sustentada em cinco anos de crédito e de regularidade!...

Um grande abraço

Anónimo disse...

acho as duas últimas análises mais lúcidas que a maioria dos comentários dos jornais.
Há Paulo Bento a mais no Sporting...
E com isso, temos de suportar o João Moutinho....esse piolho do futebol nacional, alimentado por um jornalismo de paróquia.
Mas entretanto, pagamos o ordenado ao Vuk, que o Paulo Bento não deixa jogar porque nao lhe cultiva a personalidade como os meninos da escolinha de Alcochete. Filme que já se viu no ano passado, com o guarda-redes sérvio. E com que resultados.
A SAD tem que pôr alguma orientação a um técnico em clara crise de confiança, técnica.
Andou um Verão inteiro a 'teorizar' sobre a distinção entre não dominar, mas controlar o jogo. E em Barcelona ao aplicar a teoria, foi o que se viu...Será melhor ler outro artigo de táctica futebolística, mais inspirador...
Saudaçoes leoninas
AS

Nuno Trindade disse...

"Lucidez" é tudo o que não vejo nos últimos posts. Pôr em causa a qualidade futebolística de um pequeno grande jogador como é o João Moutinho só porque não gostámos das suas infelizes declarações, é estar a misturar alhos com bugalhos! O João Moutinho É UM GRANDE JOGADOR, assim como o Hugo Viana também é um excelente jogador (faço votos para que regresse definitivamente e rapidamente ao Sporting!). E também já cá faltava novamente a conversa da treta quanto aos quilos a mais do Rochemback. Só pode dizer isso quem não conhece a estrutura física do jogador. Pergunto: alguma vez o viram "magro"? Agora deram para embirrar com o Rochemback! Quanto ao Abel, está tudo bem! Que grande jogador! Agora o Moutinho e o Rochemback é que não prestam, um porque foi "inventado pela imprensa", outro porque é gordo! Haja paciência! Em tanta asneirada, ao menos acertaram numa coisa: o Miguel Veloso é titularíssimo na posição 6!
Deviam era perguntar-se como é possível ter-mos o Abel a defesa direito há tantos anos! É um jogador deplorável, assim como o são o Pedro Silva e, na esquerda, o Ronny. O Grimi não é tão mau, mas não tem categoria suficiente para jogar num Clube com a dimensão do Sporting!
Quanto ao Paulo Bento, que acabe rapidamente o ciclo dele em Alvalade! Ele que vá aprender mais e daqui a 10 anos veremos se terá capacidade para treinar o Sporting!

Samuel Mota disse...

Sim Nuno, também não Sou radical relativamente aos jogadores. O Moutinho é um bom jogador, Rochemback também. Quem vem com essas teorias que de repente os jogadores são maus, faz-me lembrar os do outro lado da 2da circular, que compram aos 15 por ano.
A minha crítica vai apenas para a brandura da direcção para um jogador que pôs a entidade patronal em causa (fez-me lembrar o Jardel). Para mim das duas uma, ou se vendia o jogador (isto porque o SCP precisa do $) e colocava-se logo de parte do plantel para servir de exemplo, ou caso o SCP não estivesse tão necessitado de $, este jogador ficava os restantes 4 anos sem treinar (esta era a atitude que eu mais gostava, impossível devido ao passivo do clube). Não nos podemos esquecer que o SCP é um clube formador de jogadores e que este mercenário foi dado como exemplo para os miúdos. A atitude deste fedelho, que ainda por cima reincidiu numa entrevista que deu no final de um jogo, põe em causa o futuro do clube como vendedor. Um jogador que é visto a almoçar com o Sr. Pinto da Costa, que mostrou claramente que quer $, não pode ser visto como “exemplo de amor à camisola”. Nunca podia ser capitão. E atenção, porque não creio que esta telenovela tenha acabado. A venda do Quaresma, a abordagem do Sr. Pinto da Costa e a venda do H.Postiga, vamos ver se não traz água no bico, com a cláusula maravilha de recompensar o mercenário se se recusar uma proposta (onde é que já se viu tamanha estupidez?)…
Rochemback: Toda a gente sabe, e quem o contratou também, que ele é lento por natureza, mas faz passes muito bons, por isso a equipa tem de ser adaptada a ele, ou seja, metendo uma unidade destas no meio campo, os outros 2 ou 3 médios têm de ser trabalhadores e bons defensivamente. Não há é espaço para jogar com 2 ou 3 lentos como aconteceu em Barcelona. Como tal só vejo o Hugo Viana como suplente do “Roca”, duas lesmas no meio campo é torná-lo frágil. Vejam o efeito que teve a troca do Veloso pelo Romagnoli. 2 trabalhadores+1criativo.
Abel: ataca bem, mas faz faltas muito estúpidas, a maior parte delas desnecessárias e previsíveis. Por vezes estou a ver os lances com o Abel, e já sei que vai fazer falta, muitas do tipo anti-jogo punidas com cartão e expulsão. É jogador bom para consumo interno onde marcam-se poucas faltas, mas dificilmente serve para jogos decisivos e difíceis (LC ou Taça UEFA).
HPostiga(ainda por cima com o salário que tem), Tíui, Ronny, Pedro Silva, Romagnoli, não sei o que andam ali a fazer. A minha opinião é que um clube deve ter 15 titulares, o resto devem ser bons jogadores mas mentalizados que vão jogar pouco. Nesse sentido preferia que em vez destas amélias estrangeiras, tivessem ficado jogadores de formação, como por exemplo Saleiro. Com o Liedson, Yannick, Vukcevic e Derlei (por ordem de avançados) e a jogar em 4-4-2, (só jogam 2) para quê ter Hpostiga e Tíui? Mais valia lá estar o puto, que não amuava por não jogar e ia aprendendo com o liedson. É que isto de emprestar jogadores tem um senão. Emprestar uma, no máximo duas, épocas, é bom para o jogador ganhar “calo” e para aprender a correr (que é o que as equipas pequenas fazem), mas depois disso, ou o jogador se integra no plantel ou nunca mais volta. Acho que é o caso do Saleiro, não digo que ele seja fenomenal, mas, porque não dar-lhe a oportunidade de uma época como suplente em vez de termos uma Amélia? É que, tal como no principio dos vasos comunicantes (a água equilibra-se do vaso mais cheio para o vazio), um jogador no meio de cepos, não evolui, como ainda piora. Um jogador colocado num meio mais exigente com melhores jogadores, tem tendência a melhorar para atingir a qualidade dos colegas.
Ah! E este ano tirando o Daniel Carriço, não lançámos nenhum puto(!), e a estratégia do PB, sem alas é muito prejudicial à saúde financeira do SCP. Que jogadores temos vendido nos últimos anos por boas maquias? Este ano ele não chamou nenhum. Não acredito que a academia não tivesse lá nenhum que pudesse treinar com o plantel e que começasse a aprender a fintar o A. Polga. Se num jogo for preciso alas, só temos o Vuk, Izmailov ou o Pereirinha, todos gostam de vir para o meio, nenhum cruza grande coisa, e fintar no 1 contra um também não é o seu forte. Sem jogadores que “abram” defesas, é complicado.

Pedro Pita disse...

Caro Nuno Trindade,

( nota prévia: escrevo de um computador sem alguns acentos, as minhas desculpas, mas em Santiago de Compustela foi o que se pode arranjar)

Disse-o e repito: o Moutinho é um barrete e Roca está com mais dez kilos desde o dia em que se estreou( acho que só um cego nao vê isto). Tenho todo o direito como adepto a achar estas asneiras, na sua sapiente e certamente avalizada opiniao. Nao me recordo de ter ofendido quem quer que seja no post, com excepcao do senhor Capitao do Sporting- que nao creio ser o senhor. Já o senhor para expressar o seu ponto de vista necessitou de o fazer. Opcoes. Da minha parte apenas digo que dei a minha opinao como sportinguistas- e creia que há muitos que pensam exactamente o mesmo que eu, apesar do ostracismo a que voce gostaria de nos condenar. Mas essa é se calhar a diferenca entre nós: eu acredito na democracia no sporting, voce pelos vistos nao. Voce o que gostaria mesmo é que nós sócios do sporting fossemos todos uma cambada de carneirinhos sempre dispostos a comer e calar, mesmo quando o que vemos é abaixo de cao, e bem sei que se mandasse bania-nos de sócios, pois " mandamos abaixo o moral da equipa"( citando uma célebre frase recente do senhor Presidente da AG do Sporting, que era suposto ser imparcial...), certo?... Eu acho que voce é tao sportinguista como eu, e a sua opiniao tao respeitável como a minha. O nosso clube é o mesmo, e só será grande enquanto formos ambos partes dele- este é o meu ponto de vista. Voce acha que há sócios de primeira( "os que apoiam", usando novamente a expressao do Dr. Alves), e outros de segunda, aqueles que criticam. Estamos conversados.

Poderia aprender consigo a ser mais complacente com a mediocridade, mas o problema é certamente meu: eu acredito num Sporting como clube grande, que deveria ser exemplarmente dirigido por quem o dirige, com uma equipa a dar o máximo qualquer que seja o adversário e com um capitao a altura da imensa história dos muitos exemplos dos que o precederam na tarefa de envergar a nossa bracadeira. Voce acredita naquilo a que eu chamo a cultura do segundo lugar, que apanagia que Moutinho é tao bom como o Falcao( nao sei se lembra dele, foi o melhor médio que vi jogar na minha vida, o Rei de Roma, e verdadeiro Caudilho do Brasil de 1982), que o Rochemback nao engordou nada( porque mesmo que isso seja verdade, está claro que é "desmoralizar" a equipa- usando a frase feita do costume...),que acha que perder "só" por 3-1 no Camp Nou é aceitável( mesmo que nao joguemos ponta de um corno), e que acha que se ficarmos sempre em segundo nao é nada mau. Sao opcoes. Respeitaveis, penso eu. Voce nao. Voce arroga-se no direito de qualificar de asneira as opcoes dos outros. Escolhas.

Cumprimentos cordiais.

Nuno Trindade disse...

Caro Pedro Pita,

Ou está a fazer confusão com alguém ou está baralhado ou então não entendeu (ou não quis entender...) o alcance daquilo que escrevi em 3 comentários acerca deste assunto. Se se sentiu picado por eu ter dito que o seu discurso não era muito lúcido, azar o seu. Releia tudo aquilo que escrevi (e tenho vindo a escrever), depois critique. Agora, por favor não invente o que eu não disse. Também sou sócio e, digo-lhe uma coisa: não há ninguém mais sportinguista do que eu! Poderá haver tão sportinguistas como eu. Mais, não há! Essa do "ostracismo", dos "carneirinhos", do "banir de sócio se mandasse", dos "sócios de primeira e de segunda", da "complacência com a mediocridade", da "cultura do segundo lugar" e tudo o resto, são situações que resultam da sua fértil imaginação. Leia os meus posts e verá que sempre me bati, bato e baterei contra o actual miserabilismo que reina no Sporting. Pedindo desculpa se o ofendi, e não querendo criar aqui nenhuma inimizade por delito de opinião, vou repetir os meus dois primeiros comentários, que talvez o esclareçam:
"Uma exibição DEPLORÁVEL do Sporting! Paulo Bento voltou a mostrar que é muito fraco tacticamente, é mau a orientar os jogadores, birrento e uma lástima a fazer substituições!
Quando sofremos o 2-0, pensei: "Como é que podemos dar a volta a isto? Vamos ao banco buscar quem para fazer alguma diferença lá na frente? Postiga? Tiuí? Pereirinha? Não me façam rir!". As substituições do Yannick e do Caneira vão para o compêndio das mais idiotas do século! Com o Derlei completamente desastrado, o Romagnoli perdido em campo, o inenarrável Abel (com um treinador a sério nem para jogar nas reservas servia! Péssimo jogador! Inconsequente, trapalhão e displicente! Tem 2 tijolos nos pés! Até dói vê-lo com a camisola do Sporting!)... É incompreensível! Para fazer um jogo tão miserável, mais valia ter jogado com um meio campo mais reforçado com a entrada do Miguel Veloso.
Quanto à ausência do Vukcevic, mais uma vez, continuamos a dar tiros nos pés e a fazer exactamente aquilo que a imprensa cá do burgo tanto quer: desestabilização. É um dos poucos jogadores com verdadeira classe nesta equipa, dos poucos que conseguem fazer a diferença. Mas há um burro que tem a mania que é mauzão... Até quando teremos de aturar este incompetente?"
"Estou completamente de acordo com o Samuel Mota! O que faz falta é uma ATITUDE DE EXIGÊNCIA e não de conformismo. Esta "cultura miserabilista" está a matar o nosso Clube. Falta pensar GRANDE! Não nos podemos esquecer que foram estes dirigentes da treta que nos prometeram uma equipa de futebol de nível europeu há alguns anos... para lutar pela vitória na Liga dos Campeões. Assim, vamos tentando ganhar umas tacinhas, queixando-nos da má sorte e da "falta de atitude" ou "falta de agressividade dos jogadores". Precisamos de dirigentes que realmente AMEM o Clube e respeitem a grandeza do Sporting."

Saudações leoninas

Anónimo disse...

Os bestiais, as bestas e os limites
JEAN-PAUL LARES in O Jogo, 20.09.2008

O Sporting perdeu em casa do Barcelona? Sim. Deixou uma má imagem no Camp Nou? Evidentemente. A equipa falhou e o técnico não tomou as melhores opções durante o encontro? É óbvio e tem de ser dito e escrito por quem assume a responsabilidade de analisar estas coisas. O que já não faz sentido é a chuva de conclusões precipitadas que resultam de uma má exibição frente a um dos melhores plantéis do planeta. Agora, de repente, parece que a equipa que bateu o FC Porto na Supertaça e está na liderança do Campeonato é, afinal, um poço de equívocos. Como perdeu em Barcelona, Paulo Bento passou a ser um treinador "pequeno" e "agarrado" às limitações de um sistema - por sinal, o que mais sucesso tem dito em Portugal desde 2003 -, Romagnoli deixou de ter qualidade para ser titular e Rochemback transformou-se num médio lento e inconsequente. Sei de cor a história das bestas e dos bestiais, mas há limites... Tenham juízo.

Helder Seixas disse...

Boas,
Fantástica a Foto,
mas esperemos que hoje tenham a cabeça no sitio!
Boa sorte para as três próximas jornadas,
Saudações Leoninas,
Helder Seixas (Parambos)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...