quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Vicente Moura, o COP e o Sporting

O presidente do Comité Olímpico Português (COP), José Vicente Moura, é o sócio nº 28.771 do Sporting Clube de Portugal e membro do Conselho Leonino. Hoje, o atleta do peso Marco Fortes, o célebre autor da frase “De manhã só estou bem é na caminha", com que se despediu dos Jogos Olímpicos de Pequim, promoveu uma conferência de imprensa em Alvalade para refutar os ataques de que tem sido alvo e confirmar que foi expulso da aldeia olímpica em 17 de Agosto, quando o seu regresso estava agendado para o dia 27, com a restante comitiva. Ao contrário do que diz o chefe da delegação portuguesa, Manuel Boa Jesus, certamente com a cobertura do sportinguista José Vicente Moura.
Ao lado do atleta do Sporting na conferência de imprensa esteve o vice-presidente Mário Moniz Pereira. O conselheiro leonino não esteve, nem teria condições para estar, dado ser o presidente do COP. Donde, o dirigente encontra-se numa situação de total promiscuidade, que deveria levar à sua demissão imediata do lugar que ocupa no Conselho Leonino. Porque, a um dirigente do Sporting pede-se que defenda os sportinguistas em quaisquer circunstâncias. Se não tiver condições para o fazer, então não pode ser dirigente, por menos importante que seja o cargo ou a função que ocupe na estrutura do clube. O caso de Vicente Moura seria igual ao de Hermínio Loureiro, também sportinguista, caso o presidente da Liga de Futebol fosse membro do Conselho Leonino do Sporting. Ou será que o desporto olímpico é menor, levando a que as pessoas não se chateiem com estas acumulações de cargos? Se calhar, como vimos em Pequim, é mesmo...
De resto, para que é que Vicente Moura integra o Conselho Leonino se tem de ficar calado quando estão em causa os interesses do Sporting, pelo facto de ser presidente do COP, devendo, portanto, defender o organismo nacional e não apenas um clube? E o que é que o Sporting ganha em ter um dos seus dirigentes como presidente do COP? Pelo que se viu em Pequim, e no caso concreto de Marco Fortes, nada.
Por isso, antes de resolver o problema existencial como presidente eterno do COP, anunciando que vai embora para voltar atrás não se sabe por que motivo novo, Vicente Moura tem de clarificar a sua situação no Sporting. De Marco Fortes e da sua prestação em Pequim falaremos um dia destes.

12 comentários:

Anónimo disse...

Muito bem, mas há mais promiscuidade. o senhor comandante que diga quem é o jornalista desportivo que é assessor do Comité Olímpico Português, que foi à borla para Pequim, não cumpriu o seu papel e fez com que os atletas e o senhor comandante fizessem figuras de parvos. o senhor leão da estrela sabe quem é e podia ajudar a esclarecer o pessoal.

Anónimo disse...

manhas

8 disse...

Anónimo:

O assessor de imprensa é um muito esclarecido comentador de futebol.

Como o nosso futebol estava presente como é que ele tinha tempo para passar o dia todo atrás da Telminha e da Vanessa e seu papá, e ainda ter de se preocupar com os outros atletas portugueses.

E depois quando é que ia fazer turismo e comprar os recuerdos?

Anónimo disse...

é João Querido Manha...

Soylent Green disse...

Num país em que não se fomenta a prática desportiva, em que se construíram escolas sem pavilhões para poupar, em que os alunos passam o dia inteiro a ter aulas para agradar aos pais que estão a trabalhar, em que a maioria da população é iletrada mas existem três jornais "desportivos", em que o exercício da vida pública é um constante bota-abaixo, em que há dois milhões de pobres reais e outros dois que só não entram na estatística porque são apoiados pelas famílias( nomeadamente os idosos), queriam medalhas para quê?

Para convencer os pategos que vivem no melhor dos mundos e têm um desenvolvimento igual ao dos outros? Não. Não temos. Precisamos de trabalhar um mês para comprar o que eles compram com semana e meia de trabalho. Basta comparar com a Espanha.

E não me venham com a conversa da Etiópia etc e tal porque muitos desses atletas não vivem no seu país. A Maria de Lurdes Mutola foi a atleta que foi porque conseguiu nos EUA.
O Michael Phelps tem uma Universidade inteira a trabalhar para ele.Quanto é que isso custa?

Os nossos atletas que estiveram presentes foram porque são os melhores cá no rectângulo, muitas vezes treinam-se com sacrifício depois do emprego. Conseguiram o direito a estar lá através dos mínimos. E não é fácil. E depois são crucificados na praça pública por fazedores de opinião da treta que nem devem saber as regras de dez por cento das modalidades e ganham milhares de euros para dizer umas bacoradas e entreter o pagode.

Triste sina a de viver num país que, em vez de enfrentar os problemas de uma vez por todas, prefere arranjar umas bruxas para queimar de vez em quando na praça pública e assim fingir que tem critérios de exigência.

Dentista disse...

Ainda dura esta "estória" do Fortes?
Foi triste, continua triste e com vários protagonistas além do Fortes, enfim estamos em Portugal (ou na China?)

www.forumsporting.com

leão gay disse...

O Fortes é sportinguista? LOL

o "comandante" também? LOL

está tudo explicado...

Sporting na Família desde 1907 disse...

Caro LdE,

Obrigado por ter removido o comentário despropositado e ordinário, incluindo a minha resposta.

Parece entretanto que a gaivota insiste no insulto e francamente eu gostava de comentar o seu post sem a intromissão destes ordinários.

Soylent Green disse...

A primeira representação de Portugal foi em 1912 mas a passarada só descobriu as Olimpíadas em 2008, apesar de António Leitão ter ganho uma medalha em 1984. Porque será?

OFilhodoLeão disse...

É por estas promiscuidades, compadrios, favores e tacho, que somo um país de merda. Era pegar nessa escumalha e enviá-lo não para os Olímpicos, mas já que somos leões era mandá-los para a arena com meia dúzia das nossas mascotes.
Vicente Moura anunciou demitir-se e depois arrependeu-se foi? Mas o que é isto o país das bananas. À e tal não temos medalha e a malta quer é dormir de manhã, vou sair do tacho. Depois como houve aquela enormidade de medalhados, pensou se calhar é melhor ficar e receber os louros também, já que o povo já esqueceu o resto do desaire.
Eu pergunto o que é que essa corja vai para lá fazer? Engraxar as botas aos atletas? Mamar é à conta do Zé Povinho. E ainda tem o descaramento de pedir um aumento de verbas para a próxima edição. É preciso ter lata. Para quê mais verbas? Para levar a família toda e os compadios? Temos que denunciar estas situações! Temos que limpar esta corja de uma vez por todas.
Isto mete-me nojo e ainda por cima são do nosso querido clube, nós não precisamos de estes vermes por cá.
ABAIXO OS PARASITAS.

Anónimo disse...

Vicente Moura não tem condições para continuar no Conselho Leonino!
Os superiores interesses do Sporting devem estar sempre em 1º lugar!

Com a conferência de imprensa de ontem e com o apoio do Prof. (e Vice) Moniz Pereira ao atleta, o unico caminho de Vicente Moura é o da demissão!

Farináceo disse...

Concordo na generalidade com a opinião do "leão da estrela", mas peço desculpa mas neste caso tenho de discordar. Não por achar que Vicente Moura fez, ou fará um bom trabalho. Não por achar correcto o linchamento em praça pública do nosso atleta Marco Fortes (apesar de condenar as suas muito infelizes declarações).
O motivo pelo qual não concordo com este post e o seu teor é o facto de o Conselho Leonino ser um orgão consultivo, e não executivo ou directivo do Sporting. Fazer parte do conselho leonino não faz com que os interesses do sporting tenham de ser colocados acima dos seus interesses profissionais quando ambos colidem. Não existe aqui nenhuma incompatibilidade de funções, e nunca será de esperar que o presidente do cop esteja onde estiver para olhar pelos interesses específicos dos atletas de um clube seja ele qual for (mais uma vez digo que não serve esta opinião para concordar com as atitudes tomadas contra o marco fortes), assim como o facto de não o fazer, não o impede de continuar a poder manifestar a sua opinião de sportinguista num orgão consultivo para onde foi eleito quando já desempenhava estas funções.
Não sei se o caro "leão da estrela" o fez, mas caso não o tenha feito, e utilizando a premissa deste post, não teria sido muitíssimo mais condenável, e muitíssimo mais "debilitada" a posição do conselheiro leonino Carmona Rodrigues quando desempenhou as funções de presidente da câmara de lisboa, ou do seu vereador Fontão de Carvalho?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...