sábado, 10 de janeiro de 2009

Plano Estratégico para um SCP com futuro

1. O Sporting Clube de Portugal (SCP) precisa de um Presidente da Direcção do clube e da SAD (sociedade anónima desportiva) que se dedique a tempo inteiro ao clube e à SAD, sem conflito de interesses entre a sua actividade profissional e os objectivos do clube, que se afirme como um líder defensor e promotor da Cultura Sportinguista e que seja o representante do Sporting em todos os organismos e eventos nacionais e internacionais, nomeadamente aqueles que dizem respeito ao futebol profissional.

2. O SCP precisa de uma Direcção que assuma o futebol de formação e o futebol profissional como grandes motores do funcionamento do clube, mas que aposte igualmente nas diversas modalidades desportivas, profissionais ou amadoras, assumindo o ecletismo como um factor distintivo dos clubes desportivos em Portugal e no Mundo, apostando na captação de patrocínios privados e procurando patrocínios públicos através de convénios com o Estado Português, tendo em conta o serviço de responsabilidade social decorrente do trabalho de promoção desportiva e de ocupação dos tempos livres, nomeadamente dos jovens.

3. O SCP precisa de uma Direcção que defenda o primado do clube e do futebol sobre o primado dos negócios e das operações financeiras. Uma Direcção que defenda o património imobiliário (Academia e Estádio de Alvalade) como activos do SCP e não da Sporting SAD. Uma Direcção que seja a primeira a defender a submissão periódica das contas do universo sportinguista a uma auditoria externa, contratualizada por concurso público. Uma Direcção que disponha de uma equipa de especialistas em economia e finanças, mas se preocupe em pôr os sportinguistas a falar de futebol e das outras modalidades desportivas e não a falar de modelos de gestão, de acções, de passivos ou activos, de VOMC's e outros jargões do sistema financeiro, que só afastam as pessoas dos estádios.

4. O SCP precisa de uma Direcção que promova uma cultura de grande responsabilidade e exigência em todos os sectores do universo sportinguista. Os atletas e as equipas do Sporting têm de querer ser sempre os primeiros e os melhores, honrando a memória extraordinária dos "Cinco Violinos" e de todos os grandes atletas que vestiram a camisola do clube em mais de 100 anos de história, com Esforço, Dedicação, Devoção e Glória.

5. O SCP precisa de renegociar a sua dívida bancária, de modo a libertar-se dos enormes compromissos que estão a impedir uma política expansionista do futebol profissional. Para a sobrevivência do Sporting como clube de dimensão nacional e internacional é fundamental que, num prazo máximo de cinco anos, seja um clube liderante no futebol português (tanto no investimento no futebol profissional como nos resultados desportivos), e com melhores resultados desportivos no futebol europeu, incrementando novas e maiores receitas, de modo a combater o défice com o sucesso desportivo.

6. O SCP e o seu futebol profissional precisam de ser dirigidos “de dentro para fora” e não “de fora para dentro”, eliminando todos os factores de interferência externa que contribuem para a sua desestabilização permanente, nomeadamente o protagonismo mediático dos empresários e de outros lóbis.

7. O treinador principal da equipa profissional de futebol do Sporting deve ser um técnico de reconhecido valor, no País e no estrangeiro, que deverá ser o responsável por todo o futebol do clube, incluindo o futebol de formação.

8. A política de aquisição e dispensa de jogadores deve ser da responsabilidade do treinador principal, em articulação com o dirigente responsável pelo pelouro do futebol (o designado director desportivo), devendo a contratação de jogadores obedecer a rigorosos critérios de ordem técnica, definidos pelo treinador, no âmbito das disponibilidades orçamentais definidas pela Sporting SAD.

9. O futebol do SCP deve apostar na sua escola de formação de jogadores como principal fonte de constituição do seu plantel do futebol profissional, recorrendo ao mercado para corrigir eventuais lacunas, contratando jogadores de valor inquestionável, cuja carreira e comportamento profissional constitua um exemplo a seguir pelos jovens.

10. O SCP precisa de estabelecer verdadeiros protocolos com clubes que disputem a I Liga Portuguesa (com excepção dos adversários directos Benfica e do FC Porto) e a I Liga Espanhola, com vista à venda e empréstimo dos jogadores oriundos da Academia de Futebol de Alcochete que não tenham lugar no plantel profissional.

11. O SCP precisa de criar um gabinete técnico e um gabinete de psicologia que sejam responsáveis pelo acompanhamento próximo e permanente de todos os futebolistas que trabalhem no clube, na equipa principal ou nas equipas de formação, e os que estejam na situação de emprestados.

12. O SCP precisa de defender, junto da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, que os direitos de transmissão televisiva dos jogos de futebol sejam negociados entre a Liga e os agentes do audiovisual e não entre estes e os clubes individualmente.

13. O SCP precisa de rentabilizar em todas as vertentes a marca SPORTING, liderando todo o “merchandising” do clube e criando uma rede de lojas, envolvendo primordialmente os núcleos e as filiais no País e no Mundo. Ao mesmo tempo, o SCP deve procurar meios alternativos de sustentabilidade económica diversificando serviços a prestar em áreas não desportivas, nomeadamente nos sectores imobiliário e hoteleiro.

Documento elaborado pelo LEÃO DA ESTRELA, como contributo para um Sporting Clube de Portugal cada vez mais forte, publicado em 08-01-2008, e agora actualizado

21 comentários:

Jorge disse...

È engraçado mas parece-me que é isso mesmo que o Sporting tem feito nos últimos tempos.
O problema de muitos é que contestam por contestar, porque quando esprememos o discurso não há novidades nenhumas.
E sabem porquê. Porque não há milagres, não há nenhum mágico que faça do Sporting em dois três tempos o melhor clube de Portugal. Porque os nossos adversários têm mais capacidade financeira e mais adeptos.
O que o Sporting precisa é de pessoas sérias que trabalhem, que não prometam mundos e fundos impossíveis de atingir.

Bernardo disse...

exactamente jorge. aliás, tudo o que foi dito é o que TODOS os clubes pretendem alcançar. não foi dita novidade nenhuma. falar é fácil...é o mesmo que dizer que um governo tem que fazer isto ou aquilo mas a realidade é completamente diferente

leao revisor disse...

O SCP precisa...
O SCP precisa...
O SCP precisa...
Tanto criticas mas NUNCA propões nada...
Se querem maior aposta nas modalidades amadoras porque este "movimento de salvação do SCP" não faz a proposta em AG que 50% da quotização seja canalizada para ai contra os 20% actuais?
É uma proposta que voces nunca fizeram, mas bater no homem foram sempre os primeiros!
Fico á espera igualmente de saber o "vosso" candidato.
SL

Anónimo disse...

e qual é o POPULISTA que vai encabeçar essa direcção?
existe alguém em mente, que queira rasgar os contratos com os bancos?
e quando esse POPULISTA for preso quem é que segura os cacos?

a maioria dos pontos são demagógicos (o #5 então é de rir) mas apoio incondicionalmente o #11



40 postas pescada

varatojo disse...

Muito boas propostas!

Acima de tudo, parar a belenização que estes roqueteiros iniciaram,e chamar de volta os Sportinguistas ao Clube.

Nuno Rocha disse...

Er...Precisa disso tudo...mt bem...Agora digam COMO!!! É mt fácil vir dizer o que tá mal e que é preciso mudar...mas e soluções?? Na dão? É só critica fácil? E já agora...quem será o "santo" que conseguirá isso tudo...

varatojo disse...

Façam a auditoria independente às contas consolidadas que eu digo-vos o "como"!

Anónimo disse...

Estas propostas alternativas são correctas, realistas e urgentes para o futuro do Sporting.

Mas como a imprensa neste país é e está controlada, nada disto vem na imprensa, preferindo-se dizer que a oposição não tem alternativa e que funciona apenas como uma minoría de bloqueio.

Mexer com os interesses instalados e com o negócio de alguns, dá sempre muita contra-informação, manipulação de informação e omissões e mentiras.

Há projecto alternativo e há alternativa credível!

Mário disse...

Não vou comentar o texto, apenas deixar uma nota: belíssimo postal dos anos 50´s, com melhor legenda - Campeão 4 vezes consecutivas!

Mário

scp1965 disse...

O SCP precisa, precisa, bla bla , vejo muito ; agora arranjem candidato e lista para concretizar isto ; deixem-se de tretas , nunca tivemos uma equipa directiva como esta actual : 3 vezes seguidas na Champions, 2 taças, 2 supertaças,enchem-me de orgulho ; o LDE gosta de ficar sem ganhar 18 anos , esses anos é que eram bons, os tempos do Sporting dos sócios.

João Moreira disse...

No meu entender, como sportinguista, prefiro um Sporting que daqui a 5 anos não tenha dividas. E que nessa altura continue a conslidar as suas finanças e que nessa altura faça BONS investimentos na equipa profissional do Sporting, do que um Sporting que vá gastar mais dinheiro agora na equipa principal de futebol, para levar ainda mais para o buraco financeiro o Sporting.
O actual presidente do Sporting pode ter muitos defeitos mas tem uma cultura empresarial! Primeiro temso que consulidar para depois gastar!!!
Viva o Sporting

CORREIO LEONINO disse...

SCP1965:
Não sejas demagógico, pá! E mais respeitinho pelas opiniões dos outros, nomeadamente pelo LdE, que produziu aqui um excelente documento! Algo que tu jamais conseguirias, porque não respeitas ninguém!

Leão do Sul disse...

Para vossa informação, a começar pelo scp1965, o SCP já não é campeão há sete anos consecutivos!!! Nos anos 40 e 50 do Século XX era ao contrário... campeão sete anos seguidos e convidado especial da UEFA para jogar na Taça dos Campeões!!!

Leão Transmontano disse...

Caro Leão da Estrela,

Parabéns pelo excelente e oportuno memorando leonino que aqui nos apresenta para discussão. Revejo-me na essência, nas ideias e na cultura patente nos pontos que menciona. Creio que muito Sportinguista também. devemos aproveitar este momento como uma janela de oportunidade para debater o nosso clube, projecta-lo no futuro, definir um rumo e juntos percorrermos o caminho de tornar o Sporting na senda da modernidade e da vitória, preservando a sua cultura, tradição e valores.

Anónimo disse...

Isabel Trigo de Mira a Presidente!

Anónimo disse...

As ideias são boas, mas efectivamente como já foi dito ninguém avança com o "remédio" a medicar. Num post anterior já referi, que o caminho passa por "penar" mais uns anos, abater agora a dívida. Outra medida passa, por haver modalidades, sim, amadoras, sim, mas organizadas estruturadas e que saibam aproveitar a marca: SPORTING, e não serem criadas com o objectivo de viver às custas do SCP. Da forma como estão as coisas, não nos podemos dar a esse luxo. A palavra é: Descentralizar. Descentralizar as contas das modalidades amadoras que podem existir sim, mas cujos os seus directores ou responsáveis, façam as "continhas" e cheguem à conclusão que à parte de pedir o "pavilhão" ou infra-estruturas do SCP, não custam nem um cêntimo ao clube. Não pode ser de outra maneira. Gostava de ouvir candidatos a assumir esta realidade.

Anónimo disse...

nao podemos "penar" nem mais um unico ano .
temos de ser campeoes nacionais e ver boas exibiçoes URGENTEMENTE sem se descurar o abatimento do passivo .
sportinguistas cada vez existem menos , e a falta de titulos só vai agravar essa situaçao.
meio alvalade (por jogo) ás moscas já é uma realidade....mais 4/5 anos sem um titulo de campeao nacional ficariamos pelos 5.000 sócios

Esferocrático disse...

Olha, Leão, tudo isto é muito bonito e pouco polémico, mas como dizia António Magalhães no Record, parafraseando um célebre pensador, o gesto é tudo. E não há filosofia que resista a um gesto tão vil como aceitar a cumplicidade com o grande corruptor do futebol português (não o único, mas o principal) a troco de sabe-se lá bem o quê (jogadores, favores?) Enquanto o gesto for assim tão fraco o futuro do Sporting não existe. Tudo será sempre teórico.

Nuno disse...

Chamar a isto um "Plano Estratégico" é o mesmo que dizer que as Páginas Amarelas são um ensaio de filosofia.

O que o Sporting precisa sabemos todos meu amigo, o problema está em como lá chegar e por muito que me custe não vi até agora ninguém fora da actual Direcção a apresentar nada de verdadeiramente real e concreto.

sammr78 disse...

Antes de mais queria dizer que o Leão da Estrela é um excelente blog,todos os dias venho á procura de novas notícias aqui.Este blog está de Parabéns, sem dúvida e o que me levou a enviar-vos um comentário é que eu também criei um blogs sobre o S.C.P. e linkei o leão da estrela ao meu,espero não se importar e que este blog continue a fazer um bom trabalho!

P.S.-o meu blog é o www.sportingxxi1906.blogs.sapo.pt

Saudações Leoninas!
Sara Rodrigues

FSS disse...

Lá voltamos à mesma.

Estes pontos omitem a questão de fundo.
Por muito bom trabalho que se faça, sem vitórias nada se consolida e mais cedo e mais tarde voltamos à merda.

Já no passado o "sistema" nos impediu de ganhar e assim de dar o salto qualitativo para o qual trabalhamos.

Com a absolvição de PdC imagino que o "Sistema" esteja a preparar-se para recuperar o seu antigo explendor e catapultar o FCP ou seja quem for para vôos ainda mais altos.

O Sporting tem que ter uma posição intransigente, construtiva e credível na defesa da isenção e competência das arbitragens e justiça desportiva. Principalmente a isenção das arbitragens.

Mostrar indignação apenas quando somos prejudicados e esquecer o assunto mal a nossa equipa faz um mau jogo, não ajuda.

Eu não quero repetir a experiência de ver uma das melhores equipas de sempre do Sporting ser suplantada por uma equipa que acertava mais no adversário que na bola e cujo guarda-redes não conhecia os limites da grande área.

Obviamente falar é fácil, mas creio ter algumas ideias.
Gostava era de as discutir num POST dedicado a estes assuntos.
Caro LdE, agradeço se o fizer.

Obviamente tambem não defendo que não haja no Sporting muitas coisas a corrigir, que nada têm a ver com o "Sistema".

Saudações Leoninas
FSS

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...