terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Os campeões de 1979-1980

Esta é uma das equipas do Sporting que, em 1979-1980, venceu o campeonato nacional de futebol, após um duelo empolgante até à última jornada com o FC Porto, então treinado por José Maria Pedroto. Na altura, os portistas ainda não eram conhecidos como "dragões" e na sua história não havia relatos da existência do clube nortenho no século XIX, novidade que só Pinto da Costa, então figura emergente no clube, descobriria mais tarde. O mais curioso é que, em 1980, o FC Porto preparava-se para comemorar o terceiro título consecutivo e era o grande favorito. Na cidade do Porto eram evidentes os sinais de arrogância: já se tinham encomendado as faixas e as fábricas de confecções já tinha fabricado milhares e milhares de "t-shirts" assinalando a conquista do tri-campeonato. Humilde, mas guerreiro, o Sporting foi ao velho Estádio das Antas, numa tarde de chuva intensa, já perto da última jornada, e garantiu um empate a um golo. O guarda-redes Vaz, então em final de carreira, foi um dos heróis leoninos nesse jogo. Ultrapassado o obstáculo, contra todas as previsões - até porque o Sporting, por causa de maus resultados, chegou a mudar de treinador a meio da época, com Fernando Mendes a suceder a Rodrigues Dias -, o título estava em condições de dar entrada na galeria de troféus de Alvalade. E assim foi. Na imagem podemos ver, em cima, Eurico, Francisco Barão, Rui Jordão, Paulo Meneses, Marinho e António Fidalgo. Em baixo: Ademar, Manuel Fernandes, Augusto Inácio, José Eduardo e Manoel.

5 comentários:

Leão de Alvalade disse...

Caro LdE:
Ainda me lembro desta equipa e deste campeonato. Até porque o Marinho e o Fidalgo eram oriundos do Braga, que na altura tinha uma grande equipa, de onde sairia também mais tarde Lito para o Sporting.

Ah! E claro que também me lembro dos melões azuis, coisa que a natureza ainda hoje tarda em explicar. :):):)

Pedro Pita disse...

Esta equipa era boa, mas a que foi campeã em 82 era melhor, porque se mantinha esta estrutura, e sobretudo porque tivemos nela o melhor dez que vi jogar no Sporting, e um dos melhores que vi jogar na minha vida: Oliveira. Era um jogador do arco da velha!

Desta equipa, para além dos óbvios Manel e o Jordão, destacaria o Eurico, que era um central fabuloso, forte fisicamente, e muito bom a saír com a bola, e claro Inácio.

Um abraço

Ps: O look do António Fidalgo está espetacular!!! Ninguém diria que é o mesmo homem que hoje em dia faz comentários na RTP N...

Gouveia disse...

Que belas recordações...!

As minhas memórias do Sporting começam a partir da época 1977/78 e lembro-me muito bem desta equipa! Vibrei muito com este titulo e ainda mais com o de 1981/82!

Lembro-me muito bem do meu pai e do meu tio falarem do Keita, Barão, Feire, Manoel, Meneses, Botelho, Laranjeira, Marinho, Artur, Zezinho, Zandonaide, Elton e outros menos lembrados!

O futebol nesta altura tinha mesmo outro sabor..

Outro dia a ler um outro blog leonino "bateu-me" outra imagem que estava armazenada no subconsciente e que era uma cena clássica no fim dos jogos em Alvalade: as almofadas alugadas a voarem das bancadas para dentro do campo...! É que ainda não havia cá cadeiras e outras modernices! Os cachorros quentes eram bifanas e as bolas de berlim eram queijadas de Sintra...

Ah claro... e eu tinha menos 30 anos! :):):)

Que saudades...!

Anónimo disse...

Bom post e que pena ter tão poucos comentários.

Parabéns ao autor, e aos que aqui vieram dizer de sua justiça.

Tatebitate

Soylent Green disse...

Vi todos os jogos desta época em Alvalade e fora.
Estive em Guimarães e nunca mais vi nada assim. Nem em 2000.
Reconheço que o Sporting já teve equipas melhores mas nenhuma chegou à "alma" desta. Eram autênticos leões à solta.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...