quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Parabéns, prof. Moniz Pereira!

Moniz Pereira homenageado na Casa das Artes de V. N. de Famalicão (2008)
>>>
O vice-presidente do Sporting e sócio nº 2 do clube Mário Moniz Pereira, nascido em Lisboa a 11 de Fevereiro de 1921, comemora hoje 88 anos de vida. O país desportivo conhece-o como o "Senhor Atletismo". Pelas mãos de Moniz Pereira passaram alguns dos melhores atletas do Sporting e do mundo. Carlos Lopes, Fernando Mamede, Álvaro Dias, Manuel de Oliveira, Aniceto Simões, José Carvalho, Domingos Castro e Dionísio Castro foram os “oito magníficos” que Moniz Pereira treinou com sucesso, pois foram, como afirma o ex-treinador, "os que tiveram melhores resultados a nível internacional, nomeadamente com as medalhas, os recordes da Europa e do Mundo”. Com o trabalho de Moniz Pereira, Portugal e o Sporting ganharam prestígio e fama internacional.
Figura cimeira da história do clube leonino, Moniz Pereira é o rosto de uma época no desporto português. Uma época que já pertence ao passado. Infelizmente. A verdade é que a sua presença na direcção do clube é muito mais simbólica do que indicadora de um sentido estratégico do Sporting para o atletismo e para as modalidades extra-futebol. O facto de o clube ter perdido a sua emblemática pista de atletismo baptizada com o nome de Moniz Pereira, por força da construção de um novo estádio, e de o prometido Pavilhão do Sporting continuar adiado - obrigando as equipas leoninas de diversas modalidades a recorrer a diversos espaços da Área Metropolitana de Lisboa - é a prova disso mesmo. E é pena.
Mas antes de ser treinador e dirigente, Mário Moniz Pereira foi um atleta de eleição. No atletismo sagrou-se campeão universitário de Portugal de triplo salto e recordista nacional, campeão regional e nacional de salto em altura, triplo e salto em comprimento, em veteranos, e recordista ibérico de salto em comprimento na mesma categoria.
No voleibol foi campeão de Lisboa pelo Ginásio Clube de Lisboa, de Portugal pelo Sporting e da I Divisão ao serviço do CDUL. Ganhou ainda a medalha de bronze na prova de salto em comprimento e triplo salto, no Campeonato Mundial de Veteranos em 1977 (Gotemburgo) e também no triplo salto do Campeonato Europeu de 1982, em Estrasburgo.
É licenciado em Educação Física pelo Instituto Nacional de Educação Física de Lisboa, onde foi professor durante 27 anos. Como técnico de atletismo esteve presente em 11 Jogos Olímpicos, em 13 Campeonatos da Europa e em 21 Campeonatos do Mundo de Crosse. De 1976 a 1983 foi director do Estádio Nacional e, em 1982, presidiu à Comissão de Apoio à Alta Competição. Foi director técnico da Federação Portuguesa de Atletismo, Seleccionador Nacional de Atletismo e de Voleibol, Presidente da Comissão Central de Árbitros de Voleibol e Árbitro Internacional no Campeonato do Mundo de Paris, em 1956.
É sócio honorário da Associação Internacional de Treinadores de Atletismo. Foi distinguido com a Medalha de Mérito Desportivo (1976 e 1984), foi condecorado com a Comenda da Ordem do Infante D. Henrique (1980) e com a Comenda da Ordem de Instrução Pública (1984). Foi Galardoado com a Medalha de Mérito em Ouro (1985), foi nomeado Conselheiro da Universidade Técnica de Lisboa (1985), galardoado com a Ordem Olímpica (1988) e foi condecorado com o grau de Grande Oficial da Ordem do Infante D. Henrique (1991). Em 2001, recebeu o Emblema de Ouro da Associação Europeia de Atletismo, a mais alta condecoração individual na modalidade.
Moniz Pereira é ainda autor dos livros "Manual de Atletismo do Conselho Providencial de Educação Física de Angola" (1961) e "Carlos Lopes e a Escola Portuguesa do Meio-Fundo" (1980) e compositor de 114 temas musicais registrados na Sociedade Portuguesa de Autores. Compôs para cima de 120 sucessos entre fados e canções, assim como algumas algumas letras, que têm sido interpretados por nomes grandes da música portuguesa, desde Amália Rodrigues e Carlos do Carmo, passando por Tony de Matos, Fernando Tordo, João Braga, Camané, Paulo de carvalho, maria da Fé, Rodrigo e Maria Armanda. FOTO: António Freitas (Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão)

13 comentários:

Pedro Pita disse...

Parabéns a Sr. Mário Moniz Pereira, o mais ilustre vizinho que tenho. Não sabia da efeméride- quando e se o vir hoje vou certamente dar-lhe os parabéns em pessoa. Mário Moniz Pereira é o Sporting. O Sporting de hoje, de ontem, de amanhã e de sempre. Está para o Sporting como Eusébio está para o Benfica- um simbolo acima das lutas, das conjunturas e da espuma dos dias. Um verdadeiro mito vivo da nossa história.

Um grande abraço

Ps: Oxalá se lembrem, a propósito da efeméride, das modalidades amadoras do Sporting, e da falta de apoio que têm tido. E já agora espero que ninguém se esqueça do facto de estarmos a perder a indiscutível liderança que tivemos no atletismo durante as últimas três décadas. O Sporting é( ou deveria ser...) muito mais que um clube de futebol.

Anónimo disse...

Post muito justo e correcto.

Tatebitate

J P G disse...

Grande Professor, Grande Desportista, Grande Sportinguista, Grande Português, Grande Homem!

Parabéns!!!

Anónimo disse...

Hoje faz anos um dos maiores sportinguistas...
Parabéns Prof. Moniz Pereira!

O Senhor representa o sportinguismo em que todos nos revemos!A sua elegância, desportivismo e cavalheirismo são uma fonte de inspiração para todos os que amam o desporto e em especial para aqueles que têm como lema, esforço, dedicação, devoção e glória.

Bem-haja e conte muitos e bons anos de vida!

um abraço dum simples adepto do Sporting

Anónimo disse...

Hoje faz anos o Senhor Atletismo.Parabens pelos anos de vida.Quanto ao Sporting,independentemente de ter a certeza que Moniz Pereira é sportinguista,tenho que dizer que ele ,enquanto treinador era sempre o primeiro a receber o seu ordenado,mesmo que não houvesse dinheiro para os atletas.
Se não acreditam,perguntem a quem conviveu com ele.
Já agora também era tempo de deixar a cadeira do poder,isto é, do levantamento do braço,para votar,como o faz nas assembleias do clube.
No entanto,reafirmo os meus votos de parabens.

dragao vila pouca disse...

É com todo o prazer que me associo ao desejo de parabéns - e que esta data se prolongue por muitos anos -a Mário Moniz Pereira.

Anónimo disse...

Sem dúvida que Moniz Pereira é um grande sportinguista,mas dizer que é o Sporting.Por favor não violem os sportinguistas.
Nos tempos que correm,Moniz Pereira defende a integração da Academia e do Estádio,pertenças do clube na SAD
Pergunto isto é ser Sportinguista?

Pedro Pita disse...

"[O recurso ao anonimato] é um mecanismo de cobardia e um instrumento de invejas e vinganças, muitas vezes violando a lei. É a transposição para a Internet de um mundo que existe cá fora, mas que até agora ficava dentro da cabeça das pessoas e nas conversas de café."
José Pacheco Pereira, autor do blog "Abrupto", "Público", 04-10-2008

Começa a ser repetitivo...

Quanto aos anónimos insultos óbvios à pessoa do sócio n.º 2 do nosso clube separemo-los em duas partes.

À primeira não se responde- aquilo destila maus fígados por todos os poros. Quer-se dizer um homem decide esconder-se atrás do anónimato de um computador, e escolhe o dia do seu 88.º aniversário, para ofender gratuitamente uma referência do nosso clube. É tão torpe, sem nível e mesquinho que nem merece resposta. Há pessoas que não prestam.

Quanto ao segundo interveniente anónimo merece resposta, por fazer parte de uma ala manícaista e doente que está infelizmente a grassar entre os sócios do Sporting. O senhor sem nome n.º 2 disse:

"Moniz Pereira defende a integração da Academia e do Estádio,pertenças do clube na SAD
Pergunto isto é ser Sportinguista?"

Respondo: claro que é. Como o é defender o contrário. Essa é a diferença entre sermos um clube democrático e uma ditadura de trogloditas que se arvoram ao direito de dar licções de sportinguismo a um sócio com oitenta e tal anos de casa! Se o senhor anónimo n.º 2 mandasse no Sporting ele certamente expulsaria( eu diria teria a LATA de expulsar!!!) o Sr. Moniz Pereira, como expulsaria todos os que discordassem dele. A diferença está toda em que no clube que também é dirigido pelo Sr. Moniz Pereira, o nosso, o Sporting Clube de Portugal, o senhor anónimo n.º 2 tem todo o direito como associado de discordar da linha da direcção, nunca tendo o dito dado licções a ninguém de sportinguismo de pacotilha, oco e reles. É que esta é a parte lamentável da coisa: de um lado está o Sr. Moniz Pereira, do outro vejamos a "qualidade" dos seus presentes detractores. Dá para comparar?! É que estão a ofender um sócio que "apenas" está ligado a quase toda a história do Sporting. Um sócio que serviu e ainda serve o Sporting, concordemos ou não com a direcção a que actualmente pertence. Haja pachorra para aturar tanta estúpidez junta!!!

Um grande abraço

Gnitrops disse...

Parabéns ao Sr. Atletismo!

Só falta uma pista de atletismo e, já agora, um pavilhão em condições!

Quem quiser, pode mandar os parabéns ao Moniz Pereira através do site do Sporting.

SL

Anónimo disse...

Parabens e que goze muintos e que todos vejamos.Seria bom que a presidência do S C P passa-se gente que trabalha-se para o clube tal como este GRANDE SENHOR bem aja e que tenha um feliz aniversário

Anónimo disse...

Pedro Pita és muito novo e não sabes 1/4 da história do clube nem daqueles que serviram e outros que se servem do clube.

Belerofonte76 disse...

Depois de se ler este post, olhar para o impressionante curriculum deste grande senhor, só se pode ficar de sorriso rasgado na cara, parabens e que conte muitos mais..ele representa o SPORTING!

Sporting Sempre

Marco Povoa de Varzim

Pedro Pita disse...

"[O recurso ao anonimato] é um mecanismo de cobardia e um instrumento de invejas e vinganças, muitas vezes violando a lei. É a transposição para a Internet de um mundo que existe cá fora, mas que até agora ficava dentro da cabeça das pessoas e nas conversas de café."
José Pacheco Pereira, autor do blog "Abrupto", "Público", 04-10-2008

Ibidem...

Acho sempre fantástico ver anónimos que não apenas conhecem os supostos podres do Sr. Moniz Pereira, como igualmente conhecem a minha idade( coisa estranha, quando não me recordo de alguma vez a ter mencionado por aqui), e conhecimento de causa sobre o que é ou não é servir o Sporting. Podia vir falar aqui do meu conhecimento de causa, mas prefiro não o fazer. Há demasiada falta de nível e de ideias neste nosso anónimo confrade de blog. Há falta de melhor argumento sua excelência põem-se a cogitar sobre o que ele "supõem" ser a falta de barba alheia( não vou falar na minha experiencia no clube, quer como sócio, quer como atleta, porque seria maçador- e acho que um simples comentário não chegava para tanto). Enfim... São coisas que valem o que valem, e pessoas que valem o que valem. Foi bom verificar que no final de contas tenho razão e que o Sr. Moniz Pereira é uma das raras unanimidades do nosso clube. E se isso lhe doí, paciência. A azia é lixada...

Um abraço

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...