sexta-feira, 6 de março de 2009

Memórias de Paulo Futre

“Quando fui [do Montijo] para Lisboa, para o Sporting, o apoio [da família] tornou-se mais necessário. Tinha 11 anos e ia todos os dias de barco. Demorava uma hora para ir e uma hora para voltar. Com 14 ou 15 anos passei um ano inteiro no centro de estágio, em Lisboa.”

“Eu ganhava 70 contos [350 euros] por mês no Sporting e o FC Porto ofereceu-me 27 mil contos em três anos [134 mil euros, ou seja, uma média de 3.750 euros mensais, isto é, dez vezes mais]. Falei com o Sporting e pedi-lhes 18 mil contos em três anos, 6 mil por ano. Eles disseram-me que eu estava louco e eu fui para o FC Porto. O Pinto da Costa estava a começar e houve um carinho mútuo. Desde que nos conhecemos até hoje, a nossa relação é excelente. É uma figura mítica, um homem que qualquer clube gostava de ter como presidente.”

“Quando fui para o FC Porto fizeram a vida negra aos meus pais. Acho que todas as noites partiam vidros das janelas e a porta de entrada. Também escreviam ameaças. Não foi um período nada fácil para eles.”

“A primeira coisa que [Pinto da Costa] me disse foi: ‘Vens para aqui é para jogar.’ Eu tinha 18 anos, sabia que era uma aposta forte do clube e que não podia falhar.”

“O Porto é uma cidade pequena, onde não podes sair, e se não sais descansas mais e rendes mais. Se sais um dia a uma quinta-feira, toda a gente sabe e se sais outra vez depois há multas. Havia pessoas que iam a minha casa à meia-noite ver se eu estava lá. O Octávio Machado ia lá bater-me à porta muitas vezes.”

“[Quando tinha 26 anos] o Atlético de Madrid tinha muitos problemas económicos. Eu e o Gil Y Gil [presidente do clube] acertámos uma estratégia para eu sair e só podia ir para Portugal, por causa do limite de estrangeiros. Apareceu o Sporting, chegámos a acordo, mas na altura de pagar o Sousa Cintra não apareceu com o dinheiro. Então pus o meu advogado a falar com o Benfica e o negócio concretizou-se [ficando a ganhar 150 mil euros por mês].”

“O balneário [do Benfica] era complicado. Estava cheio de grupinhos. (…) Não foi preciso dizerem-me nada [para sair]. Já havia rumores sobre a crise do clube. Tínhamos quatro meses de salários em atraso. Chegou o Marselha e ofereceu o mesmo que o Benfica tinha pago ao Atlético de Madrid.”

“O tabaco [é o maior vício]. Chego a fumar dois maços por dia. Comecei a fumar aos 12 anos e nunca mais parei. Quando era profissional tinha um calendário para fumar. Fumava 12 na terça, 10 na quarta, oito na quinta, seis na sexta, quatro no sábado e um no domingo, depois do almoço, antes do jogo. Depois do jogo fumava todos os que queria. Acabava o duche e fumava na casa de banho.”

Paulo Futre, “Sábado”, 05-03-2009

14 comentários:

Pedro Pita disse...

Paulo Futre foi o maior idolo que tive na vida. No Atleti foi "apenas" eleito o melhor jogador de sempre do clube. Nesse tempo tinhamos um lema( criado por merengues, está claro): Pátria ou Futre, Perderemos! ( a glosar o Pátria ou Muerte, Venceremos!, da revolução cubana) Numa altura em que o Gil ao quadrado quase conseguiu acabar com o clube era o único motivo de orgulho cochonero. Para além disso( tal como o fez recentemente Fernando Torres) foi um dos poucos que recusou jogar no Real Madrid, preferindo ir para o Benfica. Aurélio Pereira disse recentemente que Futre foi o jogador mais talentoso que treinou nos putos. Se tivesse jogado num clube maior e se não tivesse tido aquela maldita lesão italiana teria tido outro reconhecimento, mas assim como assim é eterno nos corações dos adeptos do Atleti. E foi com grande orgulho que como português recebi a notícia da sua distinção no clube. Futre é o nosso maior simbolo vivo, e foi isso que os portistas não perceberam quando ele disse que iria torcer por nós. É que não podia deixar de ser de outra maneira, e se há aficion fiel é a nossa. Vocês não estar a imaginar o Eusébio a torcer contra o Benfica, ou o senhor Hilário da Conceição a torcer contra o Sporting, pois não?!

A parte triste desta história é que, sem sermos nós, parece que ninguém no futebol português se lembra de Futre, um jogador absolutamente genial, sendo com Simões, Chalana, Figo e Ronaldo um dos melhores extremos de sempre do futebol português. Ah, e para além disso, para que se perceba a dimensão do seu futebol, foi o grande ídolo do Raúl...

Quanto às suas memórias devo dizer só tive e tenho pena que tenha jogado na lampionagem. Tenho pena por um lado, como colchonero e como sportinguista, mas por outro não tenho pena nenhuma, porque desde esse momento o Benfica nunca mais se levantou, o que até se pode considerar um bom serviço para o futebol português...

Um abraço

Anónimo disse...

Já escrevi aqui há dias no post do Varela que o Futre não queria sair do Sporting, a direcção de então do Sporting é que practicamente o mandou embora e ficamos a saber agora que antes de ir para os lampiões só não veio para cá outra vez porque a massa não apareceu. Se ele não olhasse pela vida dele, quem é que olhava?...Alguém no seu perfeito juízo tinha ficado no Sporting a ganhar 75 contos quando tinha possibilidades de ganhar dez vezes mais?...Este não merece a nossa animosidade, este nunca disse mal do Sporting depois de sair, portou-se como um senhor mesmo com algumas razões para ter ficado descontente. Outros que se fizeram jogadores e gente em Alvalade têm-se portado muitíssimo pior...e alguns são muito melhor recebidos.

Leão de Alvalade disse...

LdE:
Chamou-me à atenção as queixas de Futre relativamente ao facto de ter sido esquecido no seu País. Ora Futre também se esqueceu do seu País e da casa onde nasceu.

É natural que quando nos esquecemos de onde viemos, dos que nos viram nascer, á medida que envelhecemos e até morrermos, ninguém se acabe por lembrar de nós. Escolheu o seu caminho, não se pode queixar agora.
SL

Anti Estoril Gate disse...

"Apareceu o Sporting, chegamos a acordo mas na altura de pagar o Sousa Cintra não apareceu com o dinheiro".

Expliquem-me uma coisa, foi o Sousa Cintra que não apareceu com o dinheiro, ou a RTP que o desembolsou para proporcionar transferência de Futre para a lampionagem?

gavazzo disse...

Paulo Jorge dos Santos Futre!

Que pena a história não ter sido escrita somente a verde e branco...Tería sido muito mais benéfico para ele, Paulo, e para o Sporting - hoje sería um Deus Leonino e o Sporting tería mais uns trofeus e mais uns títulos a enriquecer o Mundo Sporting...

Infelizmente a História do Sporting , apesar de grandiosa, é feita com estes "tiros no coração".

A honestidade, simplicidade e frontalidade de Paulo Futre devem servir de exemplo para todos. E se tivesse sido sempre Leão, sería hoje, não tenho dúvidas, um Homem mais feliz e mais realizado.

Anónimo disse...

E o outro também vai acabar por ir morar pata Madrid, eu já o esqueci.
Sporting sempre.

Anónimo disse...

Uma coisa teêm em comum todos os ingratos.É esquecerem rápidamente quem lhes matou a fome,pois alguns deles na época nem sabiam comer de faca e grafo ,aliás ,se calhar nunca a tinham usado pois em casa só comiam sopa.
Sporting Sempre .

Gouveia disse...

LdE,

Em 38 anos de vida foi o jogador que mais gozo me deu ver jogar futebol até hoje! Um génio!

Talvez o maior driblador que teve o futebol português e a par de Chalana o melhor pé esquerdo da nossa história pátria! Junto com Oliveira, Seninho (desapareceu?)e C. Ronaldo um dos poucos génios que produzimos!

Lembro-me bem da época (a única) que fez nos séniores 1983 ou 1984! Jogadas mágicas, livres directos de 35 m, jogadas impossíveis... E depois João Rocha cometeu o maior erro da sua gestão!

Terá começado aí a nossa decadência...? A ascensão do Porto a dominador interno incontestável (com PC a c$rr$mper, claro) e a grande clube europeu (custa-me admiti-lo, mas é verdade)iniciou-se com a sua chegada, isso é certo!

Depois de ganhar tudo no Porto vai para o Atleti como o trunfo eterno do louco Gil y Gil!

Pedro Pita,

Já agora e como adepto dos colchoneros pode-me confirmar se no tempo que Futre esteve em Madrid não era o mais bem pago de Espanha e um dos mais bem pagos do Mundo? Lembro-me que os contratos eram por números alucinantes, tudo para evitar que ele fosse para puta Madrid e Barça!

Nunca lhe perdooei a ida para os fdp's em 1993! Lembro-me bem de vê-lo ao lado do J. de Brito com o estádio cheio de indios e ele a gritar pra multidão: A ganar , caralho! A ganar! E a célebre entrevista coma Manuela M. Guedes com esta a perguntar-lhe quanto é que ele ganhava! E ela a respoder-lhe: E tu Manela quanto é que tu ganhas? AAHAHAHAHAHAH

Também me lembro duma estória da RTP metida na transferência dele para os lamps...

Goastava bem mais do jogador do que do homem, se bem que Futre sempre disse bem do Sporting e se portou sempre dignamente ao contrário do chulo-mor e pesetero uber-alles Figo da p...!

Que saudades!

Leão Velho disse...

A das queixas do país o ter esquecido é ridícula, mas concordo que este foi dos poucos que nunca cuspiu no prato onde comeu, honra lhe seja feita pelos sportinguistas. E se a um certo labrego que se não fosse o Sporting ainda hoje andava a pastorear cabras nas berças atrás dos montes eu nunca estenderia a mão, a este fá-lo-ia como se ainda fosse um dos nossos.

King Lion disse...

Nunca mais me esqueço na final do do campeonato nacional de juniores em pleno Estádio das Antas com mais de 20 000 pessoas quando o Paulo Futre com o seu pé esquerdo pega na bola na nossa grande área,vai por lá fora,finta toda a gente e faz 1 golaço.

Uma jogada que só poderia ser feita por um predestinado do futebol.

Depois disso vi-o em Guimarães quando o Sporting era treinado pelo Venglos e o Futre dava os primeiros passos na equipa sénior.

O resto da hitória já todos sabem,uma história de sucesso noutros clubes e mais um grande prejuízo para o clube em termos desportivos e financeiros.

Pedro Pita disse...

Amigo Gouveia,

O Futre foi bem pago, mas mereceu cada peseta que ganhou. E não, não era o jogador mais bem pago de Espanha na época( os mais bem pagos, se bem me recordo, eram na época Butrageño e Michel, do Real, e Lineker, do Barça, e mesmo o Bern Schuster ganhava quase tanto como Futre. A Liga Espanhola sempre pagou bem às estrelas, talvez por isso ter sempre sido tão atrativa), mas claro que um dos mais bem pagos, porque era o melhor( foi duas vezes eleito o melhor jogador da Liga Espanhola). Eu queria só ver era o Cristiano Ronaldo a ganhar tantos prémios individuais se jogasse no Aston Vila ou no Everton, por exemplo, e só para estabelecer um paralelo!... O Real bem que tentou contratar o Futre quando ele saiu do Atleti, mas o problema é que o Futre não quis jogar noutro clube em Espanha, o que na altura foi uma completa novidade( o Real roubou-nos dezenas de jogadores ao longo dos últimos cem anos, e poucos ressistiram ao seu "encanto", leia-se dinheiro...). Talvez por isso seja hoje ainda mais valorizada esta atitude por parte da nossa massa associativa. Portanto quanto à sua qualidade como jogador acho que está tudo dito.

Como homem acho que fez mal em ir para a lampionagem, mas como já disse prestou um grande serviço ao futebol português, que lhe devemos agradecer todos: arruinou o Benfica! Temos que lhe estar gratos... Eh eh eh...

Um grande abraço

Gouveia disse...

Amigo Pedro Pita,


Obrigado pelos esclarecimentos!


Saudações Leoninas

Yaci disse...

AMOR, POR MAIS QUE VOCE TENHA FEITO, POR MAIS QUE SOFRESTES COM IDAS E VINDAS NA SUA INFÂNCIA PARA SER O QUE FOI, NÃO ESPERE DE TODOS A
RECOMPENSA, VOCE FÊZ O QUE ESTAVA
PROPOSTO PARA VOCÊ... NUNCA SE ESQUEÇA QUE (AS PESSOAS VÊM AS
BEBIDAS QUE VOCÊ
TOMA MAS NUNCA OS TOMBOS QUE VOCÊ LEVA)AINDA BEM QUE A MAIORIA TE ELOGIA E SABE AS DIFILCUDADES QUE PASSASTES( JOELHO) EU SEI MAIS QUE NINGUÉM O GRANDE AMOR QUE TENS POR TODOS OS CLUBES QUE PASSASTES.
SE AS VOZES DO ESTÁDIO JÁ NÃO CLAMAM SEU NOME É PORQUE O TEMPO TEM QUE PASSAR PARA TODOS, MAS TIVESTES AS GLÓRIAS QUE NINGUÉM TE TOMA JAMAIS. BEIJOS YACI

Yaci disse...

PARABÉNS QUERIDO!!!!

MAIS UM ANO SE PASSOU MAS VOCÊ
NUNCA PASSARÁ, JÁ DEIXOU TEU NOME NA HISTORIA DOS PORTUGUESES E ESPANHÓIS. PARABÉNS!!! MUITOS ANOS
MAIS DE VIDA!!! TE QUERO MUITO.
BEIJOS YACI

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...