terça-feira, 17 de março de 2009

A importância do debate

O debate aberto pelo LEÃO DA ESTRELA sobre quem deveria assumir funções directivas no Sporting Clube de Portugal, no “post” anterior, é bem demonstrativo do interesse dos sportinguistas no futuro do clube, facto que é de realçar. O objectivo de apontar nomes concretos - o que é sempre polémico porque muito subjectivo - para afrontar as consciências e estimular o debate foi conseguido, o que prova que o Sporting está vivo e bem vivo. Precisa, porém, de rostos que corporizem uma nova liderança que motive a nação sportinguista em torno de um projecto desportivo que devolva ao Sporting uma palavra central no futebol português. E que coloque a bola na primeira linha dos discursos dos seus dirigentes. Porque, sendo a gestão financeira decisiva para a sobrevivência do clube, que tem no futebol a sua principal actividade, a verdade é que será sempre a bola que entra ou que bate na trave que continuará a ser o grande barómetro da vida do Sporting.
Ninguém discute o valor das acções da SAD cotadas em bolsa, a não ser os grandes investidores no secretismo dos seus gabinetes de trabalho. Mas todos discutem se o árbitro não assinalou o penálti que deveria ter assinalado ou se assinalou o fora-de-jogo que afinal não existiu. O clima de guerra civil gerado pela humilhante derrota europeia prova isso mesmo. Foram apenas duas derrotas muito pesadas, a juntar a algumas trapalhadas. Foi apenas uma eliminatória, por sinal na participação mais longa do Sporting neste modelo da Liga dos Campeões. Mas foi o suficiente para voltar a pôr tudo em causa. Surpreendente é que ainda não haja ninguém disponível para pegar no Sporting com as duas mãos…

13 comentários:

scp1965 disse...

Surpreendente não aparecer ninguem ? só para ti e para inocentes como tu ? se soubesses algo de gestão , deverias imaginar quanto errado pensas e escreves ? os teus candidatos com os projectos debaixo do braço ainda não chegaram ? estou admirado, porque no teu entender o Dr.Soares Franco é que é um perdedor : 4 Taças, 3 presenças Chamipons; mas é pouco para um clube tão rico e com um orçamneto tão grande ; tenham juizo e apoiem quem nos salvou há 14 anos das mãos do grande Sousa Cintra; onde estavam os vossos grandes homens a candidatos de candidatos ?Força Filipe Soares Franco que ganhou com 70% votos e que se quiser vos esmaga nas urnas.

Pedro disse...

Gostava de salientar que:

- mal de nós se pensarmos que o que se passou foram apenas(?) duas derrotas. Esse é o discurso do regime. As 2 derrotas que mancham e ridicularizam de forma irreversível a imagem do nosso clube, jamais serão apagadas e elas são fruto de INCOMPETÊNCIA! Esta é a realidade e da qual não me desvio um milímetro em termos de leitura dos acontecimentos.

Quanto ao futuro:

- Apesar do saldo negativíssimo com que já se pode avaliar esta época (Taças da Liga são para dar "créditos" a treinadores no fio da navalha, apenas isso), não defendo soluções de ruptura total, até porque o SCP, quer se queira quer não, está maniatado de pés e mãos com muitas dificuldades em assumir uma posição de gestão nos seus próprios destinos.

- Assim, julgo que o importante, para além da competência na gestão dos problemas que é hoje a situação financeira do SCP, será importante uma mudança de estilo, que não promova o anestesiamento da massa adepta com o intuito de evitar as criticas perante o insucesso que se arrasta, mas alguém que exija dos seus, mais do que dos outros, alguém com que os adeptos se identifiquem, não através da vitimização (estilo Soares Franco naquela celebre conferencia em Old Trafford após a derrota para a Champions, culpando Carlos Queiroz por ter Miguel Veloso numa short-list do MU, como seguramente mais umas dezenas de jogadores), do trauliteirismo (estilo Dias Ferreira) ou do provincianismo bacoco (estilo FCP com que infelizmente muita gente se identifica, não discernindo entre sucesso e estilo).

- Neste contexto, gostava que surgisse alguém de preferência, de dentro da equipa actual mas que claramente se demarcasse do estilo actual, que conhecesse os pesadíssimos dossiers, que a militância não se ganha com simples mudanças de horários de jogos, que não basta chamar Alex Fergusson ao Paulo Bento para lhe transmitir a competência que ele não tem, que os inimigos principais está na nossa mediocridade e em nossa casa e não na permanente responsabilização de terceiros. Só assim a identificação e a militância poderão ser reactivadas. Não sei quem poderá estar nestas condições, mas sem serem opções ideais, julgo ter identificado alguns sinais de alguma insatisfação pelo status actual, falo concretamente de Rogério Alves e Ribeiro Telles - não seriam nunca a solução perfeita ou ideal, mas infelizmente ainda não vi ninguém que encarne uma verdadeira opção a este regime, se houver - Óptimo! Muito melhor!

Quanto a nomes colocados no post anterior, gostava de comentar o seguinte:

- Não confundo Sportinguismo com capacidade para administrar o nosso clube!

- Duque? o homem que trouxe Caires, Dimas, etc? Do tempo em que comprar e/ou vender dava bom dinheiro a alguns? É esse Duque? O da tentativa de palaciana, a seguir ao titulo de 2000 com os custos inerentes a essa irresponsabilidade?

- Treinador? Verdadeiramente competente! Pessoalmente gostava de ter um técnico estrangeiro. Bem sei que a nossa imprensa é chauvinista, o que não facilita, mas...

Para terminar, realçar que as opiniões, são só isso mesmo:

- OPINIÕES!

Anónimo disse...

Depois de ler este comentário do Sr.Pedro fico com a certeza de que sabe bastante do Sporting.
Ó homem,apresente uma candidatura,é que isto de só lançar postas de pescada até eu sou capaz.O seu discurso é de político,fala muito, sabe onde está o mal, como resolvê-lo,mas depois,NADA.
SPORTING SEMPRE
FARENSE SEMPRE

Coelho disse...

Como é possível duas pesadas derrotas contra um colosso Europeu e logo no ano que o Sporting chega mais longe na competição rainha de clubes da UEFA, se põe tudo em causa?
Preferiam ficar em ultimo lugar na fase de grupo da taça UEFA?
Quanto aos nomes para um futuro brilhante do Sporting , fica a pergunta:
Estava a brincar não estava?

Pedro Pita disse...

O debate é bem vindo, e acho que o Sporting está a necessitar de acordar de novo. Creio que foi esse o sentido do post.

Esta época tem sido demasiado má- a começar no caso Moutinho e a acabar na paz podre actual. Os sócios do Sporting têm de novo a palavra, e não me passa pela cabeça que faltem à chamada- muito embora a actual direcção tenha feito TUDO( desde subir as cotas para valores inconcebíveis a por em causa valores elementares como o da liberdade de expressão, como se viu no Sábado, valeu mesmo TUDO!)para afastar os sportinguistas do seu clube. O problema é que nos disseram a nós assossiados que quem assobia não devia ir ao estádio, que é como quem diz quem assobia não é bom sportinguista. O surreal é que depois vieram queixar-se da "falta de militancia". Quer-se dizer primeiro dizem que não somos necessários e que não fazemos falta, e depois choram para voltarmos ao estádio?! Por mim tomei a firme decisão de não voltar ao estádio neste ano. O futebol do Sporting é feio, reles e vulgar- tal como já o foi no ano passado. Não se vê como pode ser o Sporting campeão, e só não estamos a uns bons dez pontos do Porto porque eles deram umas baldas no inicio da época.

Paulo Bento só fez época e meia época capaz, enquanto viveu do legado de Peseiro. Nos últimos dois anos demonstrou à saciedade que não tem a minima capacidade para ser treinador do Sporting. E já que falamos de história( e naquela idiotiçe mentirosa que Soares Franco gosta de repetir segundo a qual estes são os melhores resultados de sempre, imaginando que repetir mil vezes uma mentira a torna numa verdade) nunca nenhum treinador esteve três anos e meio à frente do Sporting sem ser campeão! NUNCA!!!


O Presidente, por outro lado, só pensa em vender o património do Sporting para si próprio. É um homem sem qualidades, ponto final. Ainda bem que se vai embora.


O Capitão só pensa na hora de se ir embora, não perdendo nenhuma ocasião de voltar a salientar que está descontente por ainda andar por cá. Ele que vá, e já agora que nos faça um grande favor: nunca mais volte. Que venha para o Benfica ou para o Porto, tanto faz. Mas que nunca mais torne a manchar o nosso emblema, muito menos a sua braçadeira.

Esta é a verdadeira trindade dos horrores do Sporting 2008-2009. Que façam todos boa viagem! E que venham outros trazendo o lastro de competência e de paixão clubística de que estamos necessitados.

Um abraço

Tite disse...

LdE,

Estás a ver porque este país não sai da mediania?
São os adeptos a resignar-se com os resultados pouco brilhantes que o seu clube alcança da Europa (salve-se o FCP e o Braga).
São os adeptos que nem entre os seus jogadores encontram qualidades para os eleger nos seus corpos gerentes (para Presidente e Financeiro do clube tem de facto que ser gente com perfil para o lugar).
São os Empresários que não avançam sózinhos sem o apoio dos Governos
(dê cá mais um desconto no IRC)
São os grandes Lavradores que não avançam sem as ajudas do Governo (dê cá mais um subsídio de apoio à Agricultura)
E a produção? Onde fica a produção?
Temos que ter sentido crítico para nos apurar e igualar aos melhores do mundo em todos os sectores.
Se nos resignarmos nunca passaremos da mediania.
Será isso que os adeptos querem para o seu clube que foi tão grande nos ideias do seu fundador e agora... fica-se por aqui porque os dirigentes querem ganhar mais do que dar a ganhar ao clube a que presidem?
Bem... eu hoje tinha jurado esquecer até Sábado o que me vai na alma.
Pronto... juro!!!
FORÇA SPORTING!
SPORTING ALLEZ!!!!

Anónimo disse...

Sugiro um nome para presidente:

José Eduardo Bettencourt.

Conhece o actual estado do Sporting, parece-me uma pessoa séria, e foi o único dirigente que vi no meio da multidão que estava no aeroporto de Lisboa para receber a equipa vinda de Alkmaar com a familião toda.

Isto demonstra que gosta do clube do mesmo patamar que nós, os sócios que vão para a bancada, que passam horas nas filas para comprar bilhete e que fazem centenas de km para ver um jogo.

Ao contrario da maioria das personalidades candidatas a presidente que conhecem a realidade do SCP a partir de tribunas VIP. Quem não viveu/vive o sporting da realidade dos sócios comuns não consegue inverter a crise de militancia porque nao sabe o que os socios e adeptos comuns querem.

PR

Anónimo disse...

scp 1965 se fosses pregar para Cascais fazias melhor.José Roquete enterrou o clube,amanhou-se,como sempre fez,que o diga o espanhol Mário Conde, e os seus seguidores acabaram o trabalho.Perguntem a Dias da Cunha,amigo do peito de Roquete que se incompatibilizou com ele por causa do que ele fez ao clube e Soares Franco acbou com o resto.aliàs vai ficar na história como o COVEIRO DO SPORTING.

Anónimo disse...

Dr. scp1965,

isto não é o blogue do Belenenses. Favor não incomodar e concordo com o parceiro de cima em que é melhor ir pregar aí por Cascais.

Pedro,
mas qual é seu o problema com a ruptura? Os seus argumentos (a gestão danosa, a inabilidade para presidente, etc. etc.) apontam - e bem - todos nesse sentido mas depois diz que prefere uma continuidade camuflada..

varatojo disse...

JEB não serve. Faz parte da quadrilha e não pode lá ficar nem um!

A mudança necessária passa por recuperar o património mais valioso do clube e que não são os muros da academia: são os seus SÓCIOS e adeptos. Só com estes o Sporting poderá voltar a ser grande.

A mudança necessária passa pelo ressuscitar da Mística Leonina, pelo honrar da memória dos seus fundadores, pelo reforço da matriz eclética do clube através da construção do nosso PAVILHÃO.Os nossos adversários até nisso nos ultrapassaram: um tem 2 pavilhões e o outro está a construir um pavilhão espectacular. Só nós, à conta destas sanguessugas a mando dos bancos, é que não temos. Nós que somos os MAIORES em palmarés no andebol e no futsal, imaginem!...

Por isso digo: eles têm de sair! Não pode ficar nenhum desta linha roquetista, por muito simpático que seja! LIMPEZA TOTAL!

SL


p.s. - o prof. Moniz Pereira, como é óbvio, não faz parte deste filme. Seria muito bem-vindo num projecto alternativo que mantivesse ou reforçasse a hegemonia no Atletismo.

Anónimo disse...

E o pilim meus senhores vem donde,da quotização dos que pagam,por há muitos quem nem isso fazem?Como diria o outro ,nem dá para o pitroil .

J.R. disse...

Enquanto toda a gente dá palpites para a presidencia e a comunicação social não se cansa de "bater" no Sporting, nós ( adeptos e socios) temos de nos unir porque ainda há muito para ganmhar esta epoca a começar já por Domingo!
Por fim deixo aqui um apelo ao moderador do Blog, este é um espaço que pode servir para mobilizar todos os sportinguistas para um grande apoio á equipa nesta ultima fase da epoca, por isso apelo a que se faça uma campanha de incondicional apoio a nssa equipa a começar ja no sabado contra os lampioes!!!

Saudaçoes Leoninas

Anónimo disse...

Yes if the truth be known, in some moments I can reveal that I acquiesce in with you, but you may be considering other options.
to the article there is still a suspect as you did in the go over like a lead balloon a fall in love with publication of this solicitation www.google.com/ie?as_q=lamictal restless leg syndrome ?
I noticed the catch-phrase you suffer with not used. Or you profit by the dreary methods of helping of the resource. I suffer with a week and do necheg

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...