terça-feira, 10 de março de 2009

PRÉMIOS LEÃO DA ESTRELA (2) Rui Cerqueira

PRÉMIO NUMA ENTREVISTA NÃO HÁ PERGUNTAS

"És um filho da puta, um bardamerdas, és muito pequeno para mim."
Rui Cerqueira, director de Comunicação do FC Porto, dirigindo-se ao repórter da RTP João Pedro Silva, após o jogo Leixões-FC Porto, segundo um comunicado do Conselho de Redacção da RTP, "Diário de Notícias", 09-03-2009

11 comentários:

Anónimo disse...

Haverá por aí quem se admire do comportamento deste morcon? E quem se atreve a dizer que foi jornalista? Por favor, não ofendam a classe... De resto, no FCPorto estes factos já não surpreendem. Daqui a uns anos virá o juiz Mortágua dizer que não se passou nada. O "mestre" deve estar a babar-se de gozo com tudo isto, ou então a flatular-se...

www.academia-de-talentos.com disse...

Eu até acho que o Dr Rui Cerqueira é das pessoas mais acessíveis e menos altivas, menos arrogantes e pretenciosas em termos de assessorias de imprensa dos clubes.

Sempre disponível, sempre atencioso e sempre prestável.

Comigo e com os meus sempre foi impecável.

Gnitrops disse...

Caro LdE,

O seu Blog é dos mais lidos na Blogosfera e certamente que muitos dos leitores são menores. O tipo de linguagem que está nesta mensagem não me parece a mais adequada.

Acho que não valia a pena este Blog descer ao nível de quem proferiu tais palavras porque só lhe está a dar o protagonismo que não merece.

Saudações Leoninas

Aurélio Estorninho disse...

parece que isso foi desmentido pelo FC PORTO...
quem fala verdade? os acolitos vermelhos e verdes ou o trabalhador do FC PORTO?
fica a questão

15672 disse...

Uma atitude grave e lamentável.

Asa Negra disse...

O Rui foi sempre aquilo a que se poderia chamar um rapaz educado, cordial e por vezes até educado demais. Se não houvesse testemunhas deste facto até colocaria em causa que ele fosse capaz de fazer uma cena destas.
Parece pois, que para os lados do Dragão há um virus que se pega com facilidade e que acabou por afectar o caracter do moço.

LEÃO DA ESTRELA disse...

Caro Gnitrops:
A sua observação é respeitável, mas, neste caso, a colocação de reticências a seguir ao "p", como alguma imprensa (a que teve a coragem de citar a frase), não resolveria a sua preocupação em relação a uma palavra que é um substantivo feminino como muitos outros da língua portuguesa. Optei por escrever a palavra por inteiro, porque, alegadamente, foi proferida por um "director de comunicação", evidenciado, deste modo, a brutalidade da expressão.
De qualquer modo, obrigado pela sua participação no blog.
Saudações Leoninas

Aurélio Estorninho disse...

o fc porto vai avançar com um processo contra a RTP.
parece que foi tudo mentira

Pedro Pita disse...

Mas afinal quem é que alegou que o ignóbil Cerqueira( para mim alguém que troca o jornalismo pela assessoria, seja ela política ou desportiva, não merece respeito, ponto final.) proferiu estas palavras? Foi o próprio repórter João Pedro Silva? Foi o Conselho de Redacção a pedido do repórter? E estes insultos foram prensenciados por mais alguém( tipo Camaremans, ou outros repórteres)? A procissão ainda vai no adro, e se temos a palavra de um contra a palavra do outro, lá vão ter os tribunais que atrasar mais não sei quantos processos crime para decidir se houve uma difamação ou uma ofensa ao bom nome. Como se os tribunais não tivessem mais com que se entreter...

Dito isto acho lamentável esta coisa dos assessores de imprensa que outrora foram jornalistas, e que se armam ao pingarelho( o sujeitinho que faz a assessoria de imprensa do Benfica é outro personagem grotesto, tinha que ser!, porque o Benfica nestas matérias mafiosas não gosta de ficar atrás do Porto!). Ah, e ainda por cima vêm depois dar lições de moral aos antigos colegas de ofício, como se ainda fossem jornalistas!!! É abaixo de cão!!! E é estranho que não vejo o Sindicato dos Jornalistas, sempre tão solícito a responder a torto e a direito sobre tudo e nada, a tomar a medida de defender o colega nesta situação. Não defendem porque têm medo do Porto. Quando são os Advogados e os Juízes quem os põem em causa são normalmente bem mais coorporativos, porque a justiça está tão descredibilizada que já nem mete medo a ninguém!... Isso no meu ponto de vista é que é miserável.

Um abraço

Gouveia disse...

A ser provado como um facto este episódio é só mais um episódio que confirma que o Porto (cidade) e arredores é uma Cidade-Estado dentro dum Estado, e quem é poder (FC Porto/PdC + Politicos)passa incólume nas maiores e mais grotescas trafulhices da Justiça, não só Desportiva. Quem pertence ao circulo de poder do Porto sobrepõe-se à autoridade nacional e oficial e é portanto Inimputável!

Isto ( e o resto das poucas-vergonhas) não se resolve com eleições, resolve-se se calhar com uma mudança (violenta ou não) de regime! Porque o cancro já está demasiado alastrado!

Comentários para quê?

Anónimo disse...

Aurélio Estropício no seu melhor!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...