domingo, 5 de abril de 2009

Obrigação cumprida em Matosinhos

Numa jornada em que o FC Porto consolidou a sua liderança, vencendo categoricamente em Guimarães, e o Benfica precisou outra vez da arbitragem para ganhar ao Estrela da Amadora, o Sporting foi ao Estádio do Mar vencer o Leixões por 1-0, cumprindo a sua obrigação com toda a justiça. Um adversário que, na primeira volta, vencera em Alvalade pelo mesmo resultado, pelo que, não fosse esse desaire e, nesta altura, o Sporting poderia estar na luta pelo título com apenas menos um ponto de atraso em relação ao FC Porto.
Em Matosinhos, o Sporting foi competente, demonstrando segurança defensiva e, sobretudo, determinação e força colectiva. Atributos que, somados à eficácia traduzida no golo solitário de Derlei (13’) foram decisivos para conquistar a vitória e alimentar a esperança leonina num trambolhão inesperado do FC Porto.
Com os impedimentos, por lesão, de Izmailov e Vukcevic, e em função das substituições, duas delas provocadas pelas lesões de Romagnoli e Rochemback, o Sporting terminou a partida com o Leixões com nove jogadores portugueses, oito dos quais formados em Alvalade. Se isto tivesse sucedido naturalmente, e não tivesse sido motivado por ausências forçadas, haveria motivos para falar do Sporting como um excelente exemplo na valorização dos jovens jogadores portugueses. É um bom exemplo, sem dúvida, mas está distante de ser um exemplo perfeito. E poderia ser. A questão é que os jovens aparecem apenas como soluções de recurso, que regressam ao banco quando os donos do lugar voltam a ficar disponíveis...
O apagamento de Yannick Djaló, que iniciou a temporada de modo fulgurante, e inconstância de Adrien Silva na equipa principal parecem ter a ver com isso. Até Daniel Carriço parece que continua na equipa titular porque o regresso de Tonel nos jogos com o Bayern de Munique correu demasiado mal...
Em Matosinhos, Paulo Bento veio lembrar que o meio-campo leonino que terminou o jogo tinha menos de 85 anos de idade. Pelo modo como falou, não pareceu estar orgulhoso de uma circunstância que nenhum treinador concorrente pode exibir (pois falou nisso no sentido em que teria sido mais uma dificuldade a somar às ausências forçadas de outros jogadores). Mas o treinador leonino deveria estar orgulhoso e deveria ter um discurso positivo e motivador para os jovens que lhe garantiram a vitória.
Nota final para o caso do jogo: dizem que ficou por assinalar uma grande penalidade contra o Sporting, por corte de Abel com a mão (51’), naquela que seria a única ocasião de golo do Leixões em toda a partida. Anda assim, o árbitro Pedro Proença merece o benefício da dúvida: o remate é feito muito perto do jogador leonino que, aliás, já está em queda no momento do corte, não sendo claro se tem a intenção de desviar a bola ou de defender o rosto. Uma coisa é certa: se em todos os jogos do Sporting fosse seguido o critério do árbitro que assinalou dois penáltis a favor do Benfica na Reboleira, nesta altura, talvez a equipa leonina estivesse na liderança da Liga e pudesse encomendar as faixas… FOTO: Miguel Vidal (Reuters - Sport Soccer)

28 comentários:

Eduardo disse...

Gostei jogaram com vontade e pressionando muito. Que pena que demos quase um campeonato de avanço
Eduardo

Soylent Green disse...

Obrigação cumprida na Reboleira.
Quero ver o castigo da Floribela.

cp disse...

grande vitória!!!

Anónimo disse...

Agora só resta saber se o Nuno Gomes vai ser penalizado por simolação no primeiro Penalte do jogo contra o Estrela.Mais uma vêz são levados ao colo com o maior descaramento que á na arbitragem.

Anónimo disse...

Quero ver os comentadores falarem tal como dirigentes do Sporting do penalty perdoado.

Cantinho do Morais disse...

Acabar o jogo com 9 portugueses e com mais 3 no banco (11 num total de 18). Iniciar o jogo com 5 oriundos da formação e acabar com 8.
Quero ver quantos jornais ou "paineleiros" vão falar disto. E quero ver se aínda há coragem de dizer que Paulo Bento não aposta na formação.

Quanto à vitória, seria óptima se na Reboleira não andassem porcos a andar de bicicleta e não nascessem galinhas com 2 cabeças no Entroncamento. Já não há vergonha... Fiquem lá com o 2º lugar.

Gnitrops disse...

Boa vitória!

Francamente gostei do jogo que o Sporting fez hoje em Matosinhos. Sem os principais criativos no meio-campo, Izmailov e Vukcevic, os que jogaram fizeram-no bem, com muita atitude e com muita entrega. E ainda houve mais 2 contrariedades com 2 lesões na 1ª parte. Defensivamente a equipa este muito bem não permitindo ao adversário nenhuma oportunidade de golo.

Anónimo disse...

Cantinho não sejas ingénuo.Se houvessem outros jogadores os jovens da formação ficavam em casa.
Adrien jogou porque o gordo lesionou-se ;Pereirinha jogou por que Vice Izmalov ficaram de fora e porque nao apostou na formação tirando o coxo do Pipi?
Nao vamos na treta da aposta na formação.Só jogam porque nao temos dinheiro para comprar nem que sejam Motas,Pinillas e outros.Basta ver o caso do Grimie Ronny.Abram os olhos.

Rafael disse...

Aceito a aposta na Formação. Porque jogar com Romagnoli é jogar com 10 (nem para uma equipa secundária tem lugar-Tristeza)Roca , foi livrarmo-nos de um Custódio e ficamos com outro (Joga para traz e para o lado-lento) para além de roubar a um Senhor ofensivo que joga bem para a frente M.Veloso.

Rafael disse...

Gosto das apostas na Formação. Jogar com Romagnoli é jogar com 10. Ele nem para uma equipa de II-Divisão serve. Roca, joga para traz e para o lado, queimou o M.Veloso que é muito melhor em tudo.
Abel podia sair.Uma limpeza é precisa a muitos mais que não tem classe para vestir a camisola do Grande SPORTING.

Rafael disse...

O SPORTING deve de apostar na Formação. Jogar com Jogadores como Ramagnoli, Abel, Rocas, Postigas, Tuiis e tantos mais. É preciso fazer uma grande Limpeza.

Anónimo disse...

Para os anónimos do costume, para o próprio LdE e para o Rui Santos (Tempo Extra):

"Momento mais complicado (51')
Abel desvia a bola na área com os braços? Foi bem assinalado o canto, ou devia ser grande penalidade?

Jorge Coroado

+

Abel fez rotação com o tronco para a direita, no momento em que o adversário pontapeou a bola. Esta embateu-lhe na zona da axila/tronco, não tendo havido motivo para grande penalidade.


Rosa Santos

+

A bola bate no peito, possivelmente na axila, mas não dá a sensação de ter batido no braço.


António Rola

+

O remate foi feito de forma violenta, e muito perto do Abel. Este terá feito gesto com os braços para proteger a cara e tudo indica que a bola terá batido no corpo sem que tenha havido falta. "

Eu não consigo ver onde bate a bola, nem nas 20 repetições que vi, tal é a violência do remate...e se eventualmente a bola bateu no braço, rematada àquela distância e com aquela violência nunca seria penalti. Mas pronto.

Pedro

Thaypan disse...

Como já aqui frisei,os benfas teêm q meter a 3ª equipe em jogo. Senão não ganham. É vergonhoso de mais. Repararam na velocidade do bandeirinha do lado do ataque do benfiquinha? Depois digam q as arbitragens não são premeditadas, encomendadas para fazer os resultados do clube do Guinesss. Com estas artimanhas,estab época, já levaram, uma taça, e pelo menos 9 pontos. É esta a verdade desportiva do LFV, e resto da quadrilha.
Penalty, do Abel???? Áquela distância e dada a violência do remate, como é que ele tirava o braço?, E isto se realmente a bola vai ao braço. Nenhum dos cromos do tribunal do Jogo, faz referência esse lance. Portanto, lá continuamos a levar com os cobardes anónimos, a piar, mas vão acabar depenados na panela.
Viva O Sporting Clube de Portugal

Anónimo disse...

Ganhámos e estamos na corrida mas dependentes do FCP. Quem ganhou e por muitos, foi Isabel Trigo Mira. Na Sondagem da SIC-Tempo Extra, ITM levou 75% dos votos expressos. Afinal parece que a D. Isabel é conhecida daqueles que querem um grande Sporting Clube de Portugal.
Para tanto é preciso dizer não à alteração dos estatutos na AG de 17 de Abril.

Anónimo disse...

Os 75% da Isabel Trigo Mira mostram que há muitos sportinguistas que não andam a dormir. Este resultado é, também, uma vitória do SCP. Força.

Anónimo disse...

Meu caro LdE, a AG de 17 deste mês é decisiva para o futuro do Sporting Clube de Portugal. Gostava muito que lançasse, como é seu timbre, um debate sério e esclarecedor sobre o que pode ser uma grande vitória ou uma derrota irremediável para o SCP, na opinião de muitos sportinguistas.
MG

Anónimo disse...

Vergonha vai ser o Nulo não ser Penalizado pela Simolação que deu G.Penalidade contra o Estrela.Como diz a Manxete do Orgão ofiçial dos Galinaceos=Izibição Mizerável.Onde está a verdade desportiva que o Sabujo do Orelhas tanto Apregoa?.Mesmo com o Salazar Morto a Saga continua,Levadinhos ao Colo como sempre

Anónimo disse...

O que eu acho nojento é ter de pagar a Sporttv para ver os jogos e levar com o Joaquim Rita e outro lampião qualquer a comentar!!!!
Quando o Derlei marcou golo , o Rita; gritou logo " estava fora de jogo" sendo depois obrigado a rectificar quando deu a repetição....no penalti sobre o Derlei disse " É daquelas faltas que os arbitros não marcam .. por isso temos que aceitar" ... e no lance do Abel fartaram se de repetir e dizer que era penalti, seguindo a maxima "uma mentira repetida muitas vezes torna-se verdade".
No flash interview foram logo pergutar ao Mota o que achava do penalti não assinalado e o Mota , estranhamente, em vez de se referir ao lance sobre o Derlei começou para ali com umas teorias sobre um penalti contra o Sporting!!!!

Anónimo disse...

Mais escandaloso ainda foi o grunho do rui santos do tempo extra, que ninguém leva a sério, graças a deus, que disse que o Abel cortou a bola com as MÃOS, quando nas imagens é perceptivel ver que a bola foi ao peito e a haver contacto com a bola do membro superior terá sido com axila.

Tiago

Pedro Pita disse...

Obrigação cumprida sem qualquer espécie de brilhantismo, mas ainda assim nos tempos que correm convém não perder o passo- porque já se percebeu que o Benfica joga permanentemente com quatorze jogadores. Esta jornada foi mais uma vez lo de siempre: roubalheira pegada a favorecer o Benfica. É o que eu digo, se fosse só pelo futebol o Benfica já estava a uns bons dez pontos do Porto e a uns oito do Sporting. Por falar em Porto mais uma vitória convicente e sem espinhas. Não se vê como e onde vai este Porto vacilar, mas claro que os homens do apito não dormem, e estão a distorcer claramente este campeonato, pelo que convém não fiar. Se tivessem havido arbitragens honestas o Benfica era para aí sexto neste momento. Quanto ao campeonato creio que está entregue. E muito bem entregue- à melhor equipa e sobretudo ao melhor jogador não só deste campeonato, mas ao melhor jogador que passou pelo futebol português nos últimos anos, Hulk. No jogo de Guimarães foi gritante a diferença entre ele e os outros, e cada vez que agarrava na bola só o paravam à base da porrada( a arbitragem esteve muito condescendente com os vitorianos, porque com uma arbitragem honesta não só não acabavam com onze, como Jesuldo Ferreira não teria que ser obrigado a ter que substituí-lo...). Estou como Fergunson, não entendo como é que ele não é titular do Brasil neste momento. É uma das poucas razões para vermos os jogos da Liga neste ano. Não acredito que passe cá mais ano nenhum. É um jogador assombroso!

Um abraço

PPA disse...

Arre Leão...
CASO DO JOGO????

O jogo tem 2 grandes casos, e n~eo é esse do Abel.
O resto é manipulação.
EU estive lá e vi!

Os 2 casos são:
- Penalty sobre Derlei
- Agressão a cotovelo sobre Abel, mesmo junto à linha e à vista desarmada do 4º árbitro, fiscal de linha e do Zé "do Boné" Mota.

PPA disse...

Aguardo castigo por simulação para a "Barbie" Nulo Gomes e sumarissimo para Cardozo cotoveleiro.

PPA disse...

Leixões, 0 – Sporting, 1

Estive presente no Estádio do Mar para acompanhar ao vivo o desafio entre o Leixões e o Sporting.
Situação rara, pois a nojeira do nosso futebol não puxa muito pelas pessoas para irem largar o seu dinheirinho; mas uma vez que este é o Estádio da 1ª divisão mais próximo de mim e a equipa da casa é da minha simpatia, lá decidi ir ao jogo.
Sem ser um grande jogo de futebol, acabou por ser agradável para mim pois o Sporting venceu e acabei por passar “2 horas” descansado, uma vez que nunca o Leixões criou perigo durante a partida, sendo o Sporting a dominar totalmente as operações.
O que me deixa mais triste é que depois de estar a ganhar o resultado ficou pelo magro 0-1, quando os Leões poderiam ter ampliado largamente o placard.
Apesar de desfalcado, nomeadamente dos importantes Izmailov e Vuk; e mais tarde de Romagnoli (por grande cacetada que sofreu) e Rochemback também por lesão… sendo obrigado a jogar com um meio campo totalmente “novo” à excepção de Moutinho, o Sporting não teve dificuldades em controlar por completo esta equipa do Leixões, que está a ser uma grande desilusão nesta fase.
Depois de um início de campeonato (digamos até ao Natal) em que nada ficava a dever aos grandes de Portugal, estando inclusivamente sempre no 1º lugar do campeonato ou muito lá perto; parece que a decisão de vender Wesley mudou totalmente a equipa. Acho que já nem é só pelo facto do que o jogador em si jogava, mas sim pela mentalidade que se seguiu ao abdicar do jogador que vinha sendo o melhor; e de certos objectivos, que terá alastrado ao resto da equipa.
Vamos ver no final e comparar os pontos que fazem na 2ª volta com os conseguidos na 1ª.
Estou quase certo que na 2ª volta os pontos vão ser os típicos de equipas que lutam para não descer e não de equipas que lutam pelo título.
Por favor “Mister” Vítor Oliveira, assuma você o treino de campo e mande o “Zé do Boné” encher depósitos nas bombas de gasolina, ou voltar a pegar no serrote na marcenaria ou na enxada na horta lá de Paços de Ferreira porque se continua, temo que para o ano o Leixões caia na 2ª divisão; o que é pena pois juntamente com o Guimarães são as equipas do Norte com mais massa humana.
O jogo poderia ser muito interessante caso o Sporting tivesse uma menor distância para o 1º lugar e não estivesse mau tempo.
Esteve quase quase a chover, mas felizmente não chegou a acontecer. Mas estava um frio que obrigava a estar bem agasalhado.
Mesmo assim as duas bancadas destinadas a Leões estavam quase cheias… ai com 1000 pessoas à vontade, folgando eu por ver muitas famílias com senhoras e crianças.
Em termos de apoio os Sportinguistas nada ficaram a dever ao pessoal do Leixões (no seu último jogo importante da temporada).
Pena que as medidas de segurança fossem exageradas, ficando o comum adepto que pagou bilhete, retido cerca de 20 minutos no final do jogo até a polícia deixar sair das bancadas. Caso a chuva caísse ia ser bastante aborrecido.
Não se justificava, pois não houve qualquer tipo de problema e ainda por cima a “porta 3” dos visitantes fica numa zona completamente diferente (ruas diferentes).
Até EU que fiz ouvir bem as minhas opiniões e por vezes com um assobio que se ouvia em todo o estádio não fui sequer abordado por ninguém.
Enfim, espero que sejam sempre tão eficazes como ontem.

Positivo:
Moutinho: só ao vivo é que nos apercebemos da dimensão deste jogador. Está em todas e sempre com uma disponibilidade incrível. Tivesse ele um bom poder de concretização e seria titular de qualquer equipa mundial. Penso que essa é a razão porque ainda está entre nós.
Liedson: apesar de parecer não estar a 100% é uma dor de cabeça constante para os adversários.
Trabalha muito, indo muitas vezes ás linhas, o que não está certo pois deveria estar na área.
Derlei: para um “velho” quase reformado ainda é muito útil; e até marcou. E sendo as opções Postiga e Djaló, não tenho qualquer dúvida que o lugar é seu.
Á semelhança de Liedson é muito inteligente a ler e perceber as jogadas.
Para quem esteve no estádio viu bem que apanha muita porrada dos adversários, muitas vezes essas imagens não passam.

Negativo:
Abel: não transmite segurança nenhuma. Estive mesmo no seu raio de acção na 1ª parte e constato que se posiciona mal e é bastante BURRO, ou seja, ao contrário de jogadores como Liedson ou Derlei, deve ser o Leão que pior lê e percebe o jogo.
Rochemback: não fez nada por ai além e deixou um pé após cortar uma bola que acertou no adversário. É certo que não o aleijou nem sequer o deitou ao chão; mas se levasse cartão vermelho tínhamos que aceitar. Apesar de neste jogo isso ser absurdo como veremos mais à frente.
Leixões: uma desilusão. Completamente inofensivos.
Zé “do Boné” Mota: uma anedota de treinador.
Viu nas “barbas”, tal como o fiscal de linha e o 4º árbitro um jogador seu agredir a cotovelo o Abel; e só levar o amarelo.
Viu bem o penalty sobre Derlei que poderia dar o 0-2, pois é no seu lado.
Viu bem a cacetada que mandou Romagnoli para o estaleiro voltar a ser apenas castigada com amarelo (e aproveitou substituiu o jogador).
Viu meia dúzia de cartões amarelo por mostrar a jogadores seus.
Mas quer justificar tudo, ou seja, um Leixões que é uma sombra da equipa da 1ª volta com um suposto penalty onde Abel que já tinha sofrido um empurrão come uma bola à queima roupa pelo peito, que em cumulo (não temos imagens concretas) terá ido á axila após estourar no seu tronco.
O Zé do Boné devia estar a pensar que treinava uma equipa que veste de vermelho e joga ali para os lados do Colombo.
Para além disso teve uma cena com o Laranjeiro que substituiu.
O Rapaz que é bom jogador (lateral direito) e coitado até está magro como um cão diga-se, apanhou com um Moutinho endiabrado em cima e ás vezes Liedson a “partirem-lhe os rins todos”.
Uma altura o Zé do Boné chamou-lhe a atenção e o Laranjeiro coitado respondeu com um encolher de ombros, cara humilde e em tom de voz normal: “o que quer que eu faça?...O que é que posso fazer?”.
O Zé do Boné respondeu: “Prá P*ta que o pariu, car*lho” e tirou o moço que saiu cabisbaixo.
Pergunto eu? No caso do Paulo Bento o que tinha que fazer ele ao nosso “Secretário”, o Abel? LOL
Organização: um dos patrocinadores tem uma carica gigante insuflável, que enchem tipo 2 minutos antes do intervalo.
No estádio do Mar que tem uma das balizas sem bancadas e tanto espaço relvado livre, os “inteligentes” arrumam e enchem a carica do lado da bancada; ou seja, os espectadores pagantes são obrigados a ver os últimos 2 minutos com a carica a tapar 1/3 do terreno de jogo; no caso o terço do terreno junto à lateral Oeste, onde estão os bancos de suplentes.
Uma tristeza.

PPA disse...

Aguardo castigo por simulação para Nulo Gomes.
Pela mesma lei, por braço que impede o golo de David Luiz.
Sumaríssimo por agressão a cotovelo a Cardozo.

1º Penalty é ridículo.
É dois em um.
Nulo Gomes manda uma perna contra a outra e depois ainda consegue "esticar" o mergulho até dentro da área.

PPA disse...

Resumo dos erros principais:

- Penalty 0-1 mal marcado
- Penalty por marcar contra o Benfica e explusão de David Luiz pois corta bola de golo.
- Expulsão de Cardozo com mais 2 jogos de castigo por agressão a cotovelo.

PPA disse...

Vi o Jogo Amadora – Benfica.. e sou um previligiado, pois assisti a uma transmissão com comentários Ingleses.

Sobre os Penalties a favor do Benfica, "Unbelievable" dizia o comentador.

Depois uma coisa que me deu prazer foi ouvir o homem dizer que não entendia porque a equipa de vermelho é que parecia jogar para não ser despromovida e a tricolor para lutar pelo título.

porque é que 4 jogadores do Benfica jogaram intencionalmente a bola com a mão e não foram NUNCA punidos com o cartão Amarelo?

PPA disse...

Benfiquistas, muito sinceramente se forem capazes…
Digam-me, desde que olham para o futebol, são 20 anos? São 30?
Em que jogo ao longo da vossa vida viram o Sporting ganhar um jogo com uma arbitragens como o Benfica teve nos jogos Benfica – Braga e Amadora – Benfica ainda tão recentes?
Estou à espera…

PPA disse...

Um nojo ano após ano.

Quem viu todos os jogos para o campeonato dos 3 grandes este ano em Portugal, pura e simplesmente não entende, de tão absurdo que é, como pode o Benfica ocupar a 3ª posição da classificação.
Quem tem um mínimo de inteligência sabe porquê; mas realmente é nojento.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...