domingo, 31 de maio de 2009

As ideias de Bettencourt

“Respeito esses números [propostos por Paulo Cristóvão como tecto salarial dos dirigentes do Sporting]. Mas há um limite a partir do qual não consigo abdicar. Se fosse solteiro trabalhava de borla. Não sou. Defini como tecto máximo 400 mil euros brutos por ano. Não conheço muitas pessoas que tenham ido por menos...”

“Admito acrescentar contributos [ao projecto financeiro], mas este problema tem de ser atacado pela raiz, não vai lá com festinhas.”

“Isso [eventual chumbo do projecto financeiro] nem me passa pela cabeça. E quero fechar tudo em dois meses... Mas se acontecer vou ter de continuar a lutar.”

“[O modelo do FC Porto é referência?] Do que mais gosto é o meu – menos gente no processo de decisão, mais consistência, estancar o que é necessário... A eficácia aumenta e o produto melhora.”

“[Sobre a falta de militância] temos de perceber o que está mal, a comunicação emocional tem falhado. E os jogadores têm de participar mais... Lembro-me daquela celebração de golos em que a equipa formava um círculo no meio-campo com Sá Pinto, Dominguez... Adorava ver aquilo. Galvaniza-me.”

“Os sócios têm sempre razão. E são o ponto mais importante. As pessoas serão distribuídas por várias áreas com uma outra a cobrir tudo, de forma a conseguir uma gestão mais equilibrada e racional. O modelo actual às vezes castra. É importante saber passar melhor a mensagem.”

“Sim, li [o projecto de Paulo Cristóvão].”

“Projectos há muitos.”

“Temos uma candidatura com muita força, pessoas capazes e apoios significativos. E é tudo genuíno. Penso que é isso que tem cativado.”

“É a última oportunidade que o Sporting tem. É um clube bélico, existem animosidades, embirrações... É um clube que se notabilizou também pelas coisas más. De uma vez por todas, é preciso paz.”

“Os indivíduos são, de forma geral, egoístas. Um profissional de carreira curta tende a ser mais. Vou ter dificuldades em lidar com egoísmos que perturbem harmonias do conjunto mas, às vezes, nem os melhores resolvem conflitos.”

“Tenho três ou quatro macrocoisas: lançamento para nova época de mobilização dos sócios, reestruturação financeira, novo modelo interno. O resto são ses. Agiremos sempre em conformidade.”

“Tenho condições para o manter, claro, [o treinador Paulo Bento mesmo que não seja campeão]. Não controlo tempo, azias, bolas na trave ou penáltis falhados. Tenho de julgar o trabalho feito. Espero decidir bem.”

“A Liga e o futebol português precisam do Sporting a liderar alguns processos.”

José Eduardo Bettencourt, entrevista ao jornal “I”, 30-05-2009

26 comentários:

Pedro Sousa disse...

Finalmente um Post sobre o Bettencourt sem ser para ataca-lo!

Mais vale tarde do que nunca :)


SL
Pedro Sousa

CORREIO LEONINO disse...

É claro que Bettencourt leu o projecto de Paulo Pereira Cristóvão. Isso é público e notório em todas as entrevistas que JEB tem dado nos últimos dias! Agora já vê sócios e deixou de ver clientes... Agora já põe o pavilhão no programa, o provdor dos sócios, a maioria da SAD nas mãos do clube... Eu sei que isso são "restos" e os "restos", como diz JEB nesta entrevista são "ses". Tudo muito condicional...

Em face disto, eu já escolhi, porque gosto de gente genuína. Voto Paulo Pereira Cristóvão!

Saudações leoninas e parabéns ao LdE por este trabalho ímpar na blogosfera, de informação e opinião, sobre as eleições no SCP!

Miego Daradona disse...

A parte mais cómica desta entrevista é perceber que um gajo não pode ser casado ou ter filhos caso não ganhe 400 mil biscas por mês.

Mas este JEB vive em Portugal ou sequer no planeta terra? Não se tocam? Isto é argumento para quê? Para gozar com a cara de todos os portugueses?

Verdão disse...

Infelizmente o que muita gente não entende, é que jamais será um rosto da continuidade a unificar o clube. Existem demasiadas pessoas insatisfeitas com tudo o que se passou estes últimos 13 anos pelo que não vejo outra forma de o pacificar que não seja (e utilizando uma expressão popular), cortar o mal pela raíz.

O Sporting não pode correr o risco de estar mais 4 anos dividido a tentar passar uma reestruturação que já foi chumbada duas vezes. O atrito aumentará e a divisão será permanente. Ainda para mais, agora com a agravante de que se formou uma alternativa, algo que, relembre-se, no mandato de FSF não existia.

No que diz respeito à vertente desportiva e nomeadamente ao futebol, tenho para mim que PB é uma figura querida dos sócios. Não pelas suas fantásticas qualidades tecnico-tácticas mas sobretudo como soube vestir a maravilhosa camisola leonina. Respeitemos isso. Vamos fazer para que continue a ser assim e para isso (e parecendo estranho), neste momento só há um caminho: o fim de ciclo e a sua saída. Insistir em PB é desgastar a sua imagem desnecessariamente, o que tornaria o ambiente muito difícil se algo corresse mal. Significaria o fechar de portas a um possível regresso e PB já provou não merecer isso.

Da minha parte, não tenho dúvidas. Quero um Sporting mais forte e tal só é possível com coesão da família leonina. Não só a continuidade não pode oferecê-la, como nem sequer é do meu ponto de vista, quem oferece o melhor caminho para o Sporting Clube de Portugal.

Dia 5 votarei com orgulho e sentido de missão, num renascido e pujante Sporting. Dia 5, votarei no Dr. Paulo Cristóvão.

Abraço de Leão.

Orlando Teixeira disse...

Caro "Correio Leonino"

As propostas de JEB e as preocupações por si manifestadas derivam da leitura do Programa de PPC?
Por essa ordem de ideias, o Programa de PPC deriva do Programa da Direcção actual, pois é certo que a figura do Provedor já existia (era para ser o Dr. Ernesto Ferreira da Silva), como o Pavilhão, o qual só não foi avante por decisão dos sócios, os quais optaram por ter um Estádio com maior capacidade (ai essa memória!). Quanto à frase clientes, é menos séria a sua interpretação, pois numa empresa o cliente tem sempre razão e é a razão de ser da mesma, porque existe para ela. Aplique-a ao sócio e verá que em vez da interpretação negativa que lhe atribui, perceberá que reflecte o sócio como centro de toda a empresa.
Já agora, espero que tenha lido a entrevista de PPC ao órgão oficial da candidatura, o Jornal I.
Gostei de duas frases. A primeira ao dizer que não mente, mas antes tinha dito que fazia jogos de contra-informação. Querem maior prova de que mente com todos os dentes que tem? Não há, pois quem faz contra-informação oferece falsos elementos para atingir um fim, coisa que é mister de um profissional da PJ.
A segunda quando ameaça de forma clara quem no futuro se opuser à sua direcção (se por um qualquer milagre e azar leonino fosse eleito).
E se têm dúvidas, passem pelo site da sua candidatura e constatem que um sócio foi acusado de ser agressivo para com ele porque disse que gostava de o interpelar.
A verdade é como o azeite, pode tardar mas vem sempre ao de cima, e cada vez são mais notórios os tiques ditatoriais e prepotentes evidenciados por PPC.
Ou passam todos a lamber botas, ou então já sabem. Parafraseando um célebre frase da política: "quem se mete com o PPC leva".
Mais uma razão para qualquer candidatura ser melhor que a de PPC.

miss disse...

Bettencourt não me convence com esta história do Paulo Bento "forever". É tão só garantia de mais futebol medíocre, mais charuto para a frente, e isso afasta as pessoas do estádio.
Neste caso, Eriksson é garantia de que, pelo menos, futebol espectáculo vai regressar a Alvalade.
Também poderia falar da questão do currículo, mas nem vale a pena. O Paulo Bento é um menino ao pé de Eriksson.

Por outro lado, JEB quer cumprir o plano de esvaziamento do Sporting, engendrado pela gestão Franco. Ora, isso é a sentença de morte do Sporting, uma vez que o que resta de património passa para a SAD que, como é sabido, será para ficarmos com 20% (palavras de Nobre Guedes).

Quem acreditar que vamos ter pavilhão com o sr. Bettencourt, deve consultar um médico. Se eles não o construíram ainda, é porque é mesmo para esquecer. Se tivessem vergonha, nem sequer tocavam nesse assunto.

Posto isto, votar Bettencourt será entregar o clube à bicharada para que lhe devorem a carcaça. Não pode ser! Já lá estão há 13 anos e são os responsáveis pelo buraco. Há que dar lugar a outros. Por que será que a banca foi buscar Bettencourt a casa e o empurrou para as eleições? Será pelo grande sportinguismo da banca?

Não tenho dúvidas que Paulo Pereira Cristóvão saberá inverter este vergonhosos processo de belenização do nosso querido clube e, em simultâneo, acabar com a parasitagem que por lá gravita há anos e anos, sempre de olho nas benesses (os tais capachos sem coluna vertebral). É verdadeiramente aberrante a hipótese de ver Dias Ferreira, um dos maiores inimigos das assembleias gerais democráticas, como mais alta figura do clube. Lamentável esta escolha e o processo de retirada do tapete a Rogério Alves, esse sim, um grande sportinguista.

Avanti leoni!

Força, Paulo Cristóvão!

já os topei disse...

Falta dizer que, para aqueles para quem o mais importante é ficar à frente dos lampiões, a vinda de Eriksson é uma alfinetada na galinhagem, uma vez que até era a primeira escolha para treinador deles, só que não foi na cantiga. :)

Espero, muito sinceramente, que Eriksson possa ser o nosso treinador e que devolva aos sportinguistas o prazer de ir ao estádio ver futebol A SÉRIO, e não o tradicional pontapé para a frente de que o nosso fergusson tanto gosta.

CORREIO LEONINO disse...

ORLANDO TEIXEIRA: É de um Presidente como PPC que o Sproting precisa! Estou farto de "festinhas" como diz JEB.

Pedro Sousa disse...

Mas a onde é que vinda do Eriksson garante bom futebol e títulos?!


Mas onde estão as garantias?!

O facto de nem 1 ano ter conseguido estar à frente da selecção Mexicana não faz que pensar?!

Vem ganhar uma fortuna, vale a pena correr um risco tão grande em termos futuros sem haver nenhuma garantia?

Ele com Man City, equipa construida à escolha dele, perdeu 8-1 com o Middlesbrough!


Esses jogos só valem para alguns?

O Paulo Bento nos ultimos 3 anos ganhou 4 títulos! O Eriksson, paralém de euromilhões em indemenizaçóes, não ganhou nada!


Pedro Sousa

RG disse...

Futebol espectáculo cm o Eriksson? Sim realmente espectáculo era o que dava o City e as selecções do México e Inglaterra...espectáculo decadente

Era um espectáculo tão bom, tão bom que o substituíram por piores interpretes, vide Steve McClaren na selecção inglesa e Mark Hughes no City. Realmente o trabalho dele devia agradar...

cássio disse...

Currículo de Sven-Göran Eriksson:

Vencedor Taça UEFA
Vencedor Taça das Taças
Finalista Taça UEFA
Finalista Taça dos Campeões Europeus (Champions League)
Vencedor da Supertaça UEFA
Tricampeão de Portugal
Campeão de Itália
Campeão da Suécia
Vencedor da Taça de Portugal
Vencedor da Supertaça de Portugal
Vencedor de três Taças de Itália
Vencedor de duas Supertaças de Itália
Vencedor de duas Taças da Suécia

Acho que não é preciso dizer mais nada...

SL

Sérgio disse...

Já agora Cássio poderia me esclarecer em quantos anos o Eriksson construí esse currículo e já agora a última vez que ganhou um.

SL

Cumprimentos

Pedro Nogueira disse...

Andam agora todos bêbados com Paulo Pereira Cristovão, o seu charme e as suas promessas mescladas com mentiras , insultos e faltas de educação e respeito por gente decente e que já deu muito ao Sporting.
A malta quer circo e eu disso tenho medo. Porque o Sporting não tem mais cheta para montar circo nenhum.
Se isso acontecer o ultimo que apague a luz e feche a porta.

Saudações leoninas

Orlando Teixeira disse...

Duas meras respostas.
CASSIO - Já agora era boa ideia por à frente as datas para todos verem há quantos anos não passa um título pelas mãos de Eriksson.
CORREIO LEONINO - Cada um come do que gosta. Se lhe faz a felicidade fique lá com ele.
Eu confesso que não quero para presidente do meu clube alguém que trata outros sócios por lixo tóxico (ver entrevista ao Jornal I), à boa maneira de Salazar: quem não é por mim é contra mim.
Se por um qualquer milagre PPC ganhasse as eleições eu tinha duas hipóteses: ou aceitava a vontade da maioria dos sócios e durante 4 anos apoiaria a direcção eleita, ou então pura e simplesmente abandonaria o Sporting. Fazer barulho e contestar a vontade dos sócios é algo que está fora dos meus horizontes.
A pergunta que lhe faço é esta (igual a todos os que fizeram xinfrim): qual a sua atitude quando JEB for eleito?
Já que tanto falam que o poder está nos sócios (pura verdade) aceitam a decisão e apoiam a direcção, vão continuar a fazer barulho, não aceitando a vontade dos sócios (colocando-se contra os sócios) ou abandonam?
Já falta pouco para decidirem. O Sporting e a vontade da maioria dos sócios agradecem.

RG disse...

Caro amigo Cássio isso do CV é mta giro, mas quer exemplos:

Scolari: vencedor de 2 Libertadores
1 Mercosul, 1 Intercontinental, Campeão do Mundo de Selecções....n serviu para o Chelsea fazer algo de jeito. nem preciso de referir os títulos brasileiros q colecciona

José Romão: Vencedor de alguns campeonatos marroquinos, serve para o SCP?

Henrique Calisto: Campeão Vietnamita algumas vezes, campeão do sudeste asiático pelo Vietname, serve para o SCP?

Caro amigo falando do Eriksson dos tempos da Lázio, da Roma ou do Benfica, não podia estar mais de acordo consigo. O homem foi um visionário e estaria pronto para levar o SCP a um ponto mais alto. Mas cm td passa, neste momento é mais um que espera pela reforma e q em termos tácticos está ultrapassado e prova disso têm sido os constante despedimentos...

Será que é por n acharem bonito ou por n gostarem dos romances q tem tido? Não me parece

Pedro Sousa disse...

Se for pelo o currículo o Artur Jorge também tem é um dos imbatíveis, mas não é por isso que agora seja um grande treinador.

O Eriksson é um treinador caríssimo para o Sporting. E se vier vai querer as garantias dele para o plantel, mundando completamente a aposta de formação do Sporting.

Mas nos últimos 9 anos, o Eriksson nada conquistou!
O Paulo Bento em menos tempo, conquistou um Campeonato de juniroes, 2 Taças de Portugal, 2 Supertaças de Portugal, 2 vezes finalista da Taça da Liga.

E isto seguindo um projecto de aposta na formação (ao contrário do programa do PPC, o Sporting tem um projecto para o futebol, um projecto estabilizado para a formção).



SL
Pedro Sousa

PLF disse...

Sérgio,

tem razão num ponto: não se podem comparar currículos sem mais. Sob pena de equacionarmos o Artur Jorge como sendo um treinador muito mais competente do que Jesualdo Ferreira, que acabou de fazer a dobradinha.

Os currículos são como os copos. A força das convicções depende da perspectiva que temos da vida. Por exemplo, o Jesualdo Ferreira, tri-campeão, que passou sempre aos 1/8s da LC e que hoje fez a (tal) dobradinha, não tinha CV e o FCPorto ganhava malgé lui.

Os CVs são o que são, mas os conhecidos raramente revelam incompetência: alguns mostram ascensões meteóricas, outras sustentadas e noutros casos o benefício da experiência. Dependendo da equipa (técnica) que se pretende montar, do perfil (de jogo) que se quer implementar, pode escolher-se um ou outro tipo de CV.

Por exemplo, se PPC tivesse anunciado um acordo com o Luis Aragonés, ficava contente (mais do que com Eriksson). Mas talvez ficasse mais ainda se o escolhido fosse o Iñaki Saez ou o André Vilas Boas. Depende do que se pretende e qual a filosofia subjacente.

E com PB sabemos qual é a filosofia: temos de ensinar aos sportinguistas que o que vemos, afinal, é bom! Se calhar nós sportinguistas somos uns ingratos por termos uma equipa tão competitiva no orçamento por ponto. Se calhar somos uns ingratos por não conseguirmos compreender porque razão, nem contra aqueles em que goleamos no orçamento (que são todos menos o Benfica e o FCPorto), o Sporting joga um futebol muito fraquinho.

JEB está contente com esse "resultado", é essa a filosofia que defende para o Sporting (cujos adeptos parecem carecer de treino específico), e é defensável como qualquer outra.

Eu acho errada. Acho que o Sporting pode aspirar a mais. Pelo menos contra a Académica ou contra o Leixões...

CORREIO LEONINO disse...

PEDRO SOUSA, SÉRGIO, RG, MRO E OUTROS FIÉIS APOIANTES DE JEB, a quem o LEÃO DA ESTRELA, sabe-se lá porquê, dá abrigo neste blog:

Antes de mais não quero saber dos candidatos. A razão do meu comentário tem a ver com o treinador. Seria bom que usassem argumentos sérioa para preferirem Paulo bento a Eriksson. Então o homem não ganhou títulos nos últimos anos? Pois não. Só em 6 deles esteve na selecção de Inglaterra, por sinal o país onde se joga o melhor e mais competitivo campeonato do mundo. Certo?!!!!

De resto, se a questão é dos títulos de proximidade, então, se calhar, vocês devem pensar que o Jorge Costa é melhor do que o Paulo Bento, porque o Jorge Costa ganhou a Liga de Honra, pelo Olhanense e o Paulo Bento não passa do segundo lugar, mesmo tendo todas as condições que mais nenhum treinador teve na história do Sporting. Mas eu não penso assim. Penso que o Paulo Bento é melhor que Jorge Costa, mesmo nunca tendo ganho nenhuma Liga. O que não sou é capaz de dizer que o Paulo Bento é melhor que o Eriksson.

Por essa ordem de ideias, daqui a 10 anos vão dizer que o Mourinho está fora de prazo. tenham juízo na cabeça!!!!

Finalmente há outro dado: O PAULO BENTO É UM FALHADO, POIS DISSE QUE QUERIA SER CAMPEÃO, TEVE TODAS AS CONDIÇÕES PARA SER CAMPEÃO E NÃO PASSOU DO SEGUNDO LUGAR, O QUARTO SEGUNDO LUGAR.... E ENVERGONHOU-NOS NA EUROPA, QUER EM JOGOS OFICIAIS QUER EM JOGOS PARTICULARES. NÃO FALAM DISSO????

MAS ESSE TALVEZ SEJA O LUGAR PREFERIDO DE QUEM PREFERE DOIS SEGUNDOS LUGARES A UM TÍTULO NACIONAL. TENHAM JUÍZO!!!

MRG disse...

Orlando Teixeira,

"Se por um qualquer milagre PPC ganhasse as eleições eu tinha duas hipóteses: ou aceitava a vontade da maioria dos sócios e durante 4 anos apoiaria a direcção eleita, ou então pura e simplesmente abandonaria o Sporting."

A segunda hipótese foi precisamente aquela que a maioria dos Sportinguistas já escolheu. Vai-me dizer que estão satisfeitos com o "belo" trabalho destes gestores?!

cássio disse...

Srs. Sérgio e Orlando;

O último título de Eriksson foi o Scudetto em 2000, ao comando da Lazio, clube que até aí tinha tantos títulos de campeão como o Belenenses. Ainda hoje, é considerado o melhor técnico de sempre pelos adeptos laziali.

Antes, e ao serviço do mesmo clube, já tinha ganho a taça de Itália e a supertaça em 1998 e 2000, e a taça das taças e a supertaça europeia em 1999, o que dá um total de 7 títulos em 3 anos. Para alguns pode ser pouco, mas fez mais que Bento em 3 anos e meio no Sporting...

SL

seismilhoes-UM disse...

Caro Correio Leonino,

A sua forma de classificar os apoiantes de JEB »...PEDRO SOUSA, SÉRGIO, RG, MRO E OUTROS FIÉIS APOIANTES DE JEB, a quem o LEÃO DA ESTRELA, sabe-se lá porquê, dá abrigo neste blog..« fez-me pensar,e tomar uma decisão quanto ao candidato a apoiar.

E já agora, não querendo substítuir-me ao LdE, imagino que a resposta do autor deste blog possa ser, »é que apesar de ser apoiante de PPC, respeito a opinião dos que não pensam como eu«.

Se a maioria dos, aqui, declarados apoiantes de PPC fossem como o LdE, talvez esta candidatura tivesse um pouco mais de credibilidade. Assim sendo, com comentários onde o ódio e a falácia são primeiras figuras, não creio que cheguem a algum lado.

Só espero que, caso PPC seja eleito, e quando formos jogar à Luz, os lampiões não preguem uns valentes estalos no Sr. Eriksson, tal como o Avô Cantigas apanhou dos antigos apaniguados.

Post Scriptum: Reparei que o LdE eliminou a possibilidade de comentários anónimos. Os meus parabéns por esta medida.

Pedro Sousa disse...

Correio Leonino,

Então por ir votar e defender o Bettencourt a minha entrada devia ser barrada?

Respeito por quem trabalha no Sporting já vi que não tem, chamar FALHADO a alguém que fez muito pelo Sporting quer como jogador quer como treinador, é uma maneira de estar que nada tem haver com o meu sportinguismo.

Só acho que o Sporting não tem condições para ter o Eriksson, e acima de tudo, para dar o plantel que ele de certeza vai exigir!

Se não respeita a minha opinião, é da sua linha.

Ao Paulo Bento aconteceu o 12-1, mas ao Eriksson aconteceu o 8-1. É futebol, mas na minha opinião, o melhor para o Sporting neste momento é o Paulo Bento.

O Sporting tinha condições para ser campeão? tinha. E o Porto, e o Benfica, também não tinham? O futebol não dá para todos, mas não é por não termos ganho que o rumo está errado.

Ás vezes não tenho juízo por seguir o Sporting para todo lado. Mas acima de tudo, tenho Respeito por quem dá a cara pelo Sporting.

H2 disse...

Bettencourt, para além de cobardemente fugir ao debate, acaba de demonstrar em directo para a televisão todo o vazio de ideias que é a marca da sua candidatura. A pseudo-entrevista na RTPN serviu apenas para os indecisos terem mais motivos para abraçarem a candidatura alternativa. Aquilo mais parecia uma conversa à hora do chá. Um chorrilho de frases feitas, tudo muito vago, de uma pobreza confrangedora. De novo, ficámos a saber que é sócio há 30 anos...

Já a entrevista de Paulo Cristóvão dá 10-0 a JEB. Ficou claro o porquê de o outro candidato fugir de um frente-a-frente: seria ESMAGADO!
O homem arrasou a toda em linha, não se deixando intimidar com a agressividade do tripeiro Bruno Prata. Mais parecia um interrogatório policial, enquanto que ao outro só faltou passarem-lhe a mão pelo cabelo.
Ficou claro o porquê de esta candidatura não interessar aos inimigos do Sporting. Falou de medidas concretas e da filosofia que quer implementar. Rigor e exigência são palavras que há muito andam esquecidas pelos corredores de Alvalade. Daí o medo que muitos assalariados incompetentes têm da chegada de PPC. Ele já disse que vai cortar a direito, em especial nos lugares-chave ocupados por incompetentes não Sportinguistas.

É urgente a mudança e tão cedo não voltaremos a ter uma oportunidade destas. Por isso, os meus 7 votos já têm dono: Paulo Cristóvão.

SL

Mário Rui Oliveira disse...

Correio Leonino

O Leão da Estrela não me dá abrigo nenhum. Para isso tenho o meu blog e a Centúria Leonina ( quando voltar )

O LdE sabe que discordo da posição dele e que o PPC não me agrada


Quem é o Sr para se julgar dono da verdade. Onde fica a sua democracia

Essa atitude vergonhosa de acicatar os cães aos impuros diz muito sobre muitos dos apoiantes de PPC. Não gostam de Drs e Meninos de Cascais ... transforma estas eleições num debate quase social !

O LdE aceita os meus comentários, porque sendo de uma opinião diferente não venho aqui ofender ninguém, porque questionar e debater não me parece que ofenda !

Já as ofensas a JEB são constantes pelos apoiantes de PPC ... desde corja a ladrões, desde malandros a mentirosos, é de tudo ...

vcs andam muito confiantes,porque vivem apenas nesta bolha da net e não vêem a realidade ... se fizerem aí um inquérito na net vão ver quem ganha as eleições ... o Bloco de Esquerda !

filhote disse...

Duas notas:

1. O Benfica foi gozado quando contratou Trappatoni. Era "apenas" o treinador com mais títulos do mundo, mas "estava velho". Resultado? Benfica campeão.

2. O Benfica foi gozado quando contratou Preud Homme (35 anos). "Estava velho e acabado". Resultado? Foi o melhor guarda-redes da História do Benfica.

3. Ericksson? Trata-se de um dos poucos treinadores de topo. "Acabado"? Não sabemos. Porém, a excelência costuma dar bons resultados.

4. Será que Paulo bento teria conquistado títulos como Seleccionador de Inglaterra? Ou como treinador do "secundário" Manchester City?

Aceitem a sugestão deste vosso rival: abram os olhos!!!

PG disse...

Sr. Cássio, e porque não, comparar só os últimos quatro anos de Eriksson e P.Bento, visto este ser treinador só desde aí ? Como vê há muitas maneiras de "cozinhar bacalhau"...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...