quinta-feira, 7 de maio de 2009

A emoção de Paulo Cristóvão


“O Sporting precisa de uma mudança geracional que não pode ser feita sob a forma de choque. Por isso é que na nossa lista vão entrar pessoas com excelente competência nas suas vidas profissionais, mas não são os ditos notáveis. E não têm que ser. Têm de ser notáveis pelo seu trabalho…”

"Serei presidente a tempo inteiro. Os problemas e a dimensão do clube não se compadecem, tal como a gestão do futebol, com 'part-time'."

“Não vamos atribuir o mal do clube apenas aos últimos três anos. Nas últimas eleições, o Sporting tinha 42 mil sócios votantes. Não passaram vinte anos, nem dez. E estamos com cerca de 25 mil sócios pagantes. É gravíssimo! Neste momento, temos 71 mil sócios que viraram as costas ao Sporting.”

“Tive oportunidade de dizer a Soares Franco na assembleia que a questão dos sócios, para ele, era uma maçada, um incómodo, porque o sócio opina, produz alternativas, chateia-se… E o modelo dele é mais anglo-saxónico. E, nestas questões do futebol, porque é o futebol que faz mover, temos de entender uma coisa: a Península Ibérica e o Sul da Europa nada têm a ver com o Norte da Europa. (…) E nós queremos que o Sporting, futebol e restantes modalidades, volte a ser emoção. E deixem a parte da racionalidade para quem está a gerir o clube.”

“Segundos lugares, duas Supertaças e duas Taças não são sucesso. São analgésicos. Ainda bem que os ganhámos, mas penso que é possível ir mais longe. Podemos fazer mais por menos. Isso está estudado e já apresentámos as nossas ideias à banca, que nos disse que as mesmas são concretizáveis.”

"Temos um plano para o pavilhão pronto, um estudo pronto, e estudamos duas alternativas perto de Alvalade. Os adeptos, actualmente, são viajantes: um jogo aqui, outro ali, enfim... É de doidos!"

“Temos um plano em que queremos aumentar as receitas em 18 por cento. Isso será devidamente explicado.”

“Colocámos em nossa casa um determinado mecanismo [a SAD] que cresceu e cresceu e que se preparava para acabar por devorar o clube que o acolheu e criou. É perfeitamente possível reduzir a massa salarial. Estamos a falar de gente que está no Sporting há demasiados anos, principescamente paga, sem demonstrar mérito, capacidade ou profissionalismo. Há que ter coragem para enfrentar isso. (…) Não vou pormenorizar. Nem tudo deve ser considerado de interesse público. Há situações que devem ser resolvidas internamente, a bem do próprio Sporting.

“Ouço-o [Dias da Cunha] com a mesma atenção com que ouvi os presidentes das claques, por exemplo, ou outro qualquer adepto.”

“Se for eleito, o presidente vai assumir o futebol. Não vai haver “vice” para o futebol.”

“[Paulo Bento] é um excelente profissional, que desempenhou demasiados papéis que não são os seus, por ausência de uma estrutura que o apoiasse. Defendeu mais a honra do Sporting do que pessoas acima dele.”

“Não sei o que faz [Pedro Barbosa]… Como posso criticá-lo se não sei o que faz?”

“[Vou] manter e potenciar[a formação]. Temos a melhor escola de formação do Mundo. Por que é que o FC Porto não aposta tanto na formação? Porque o Sporting faz esse trabalho há muitos anos… Há é uma extrema má gestão da promoção dos jogadores, da valorização de activos.”

“O Sporting tem uma estrutura empresarial fria e calculista. Mas nos actos diários é do mais básico amadorismo. Pode conceber-se o facto de um jogador estrangeiro chegar ao Sporting e andar à procura da Loja do Cidadão para ligar a TV Cabo? É próprio de um clube do nível do Sporting? (…) Concebe a hipótese de dois jogadores viverem no mesmo prédio e não saberem? São exemplos de amadorismo e de falta de espírito de grupo. E os grandes êxitos constroem-se em pequenos pormenores.”

“Admito vender e comprar [jovens jogadores], admito todos os bons negócios para o Sporting.”

“[Derlei] é uma pessoa que representa aquilo que deve ser um jogador do Sporting. É um dos bons.”

“Temos um projecto que passa pela criação do departamento ‘Reputação Sporting’, que vai fazer com que os jogadores pensem apenas em jogar futebol. O clube vai proporcionar-lhes todos os meios para que possam desenvolver a sua actividade sem se preocupar com mais nada.”

Paulo Cristóvão, 39 anos, empresário dos sectores da inteligência competitiva e da defesa da reputação, antigo inspector da Polícia Judiciária, presidente da Associação Portuguesa de Crianças Desaparecidas, candidato à Presidência do Sporting, "A Bola", 07-05-2009

15 comentários:

fabio disse...

A questão dos sócios é alucidativa do magnífico trabalho efectuado pelo "sábio" Filipe só ares Franco.

Conseguiu reduzir em mais de metade os sócios que caminhavam com o Clube.

Esse "sábio" que ainda é defendido por grande parte dos adeptos, incompreensívelmente. O autor da frase de eleição: " Prefiro acabar em 2º lugar no campeonato do que ganhar a taça UEFA".

O "sábio" que em 3 anos de mandato foi incapaz de ver que o treinador da equipa é, manifestamente, incapaz de por a equipa a jogar bom futebol. Entendo a popularidade do Paulo Bento, mas poupem-me de mais mediocridade futebolistica.

Já agora, o Mantorras também é popular.

gavazzo disse...

Paulo Pereira Cristóvão é um Homem corajoso, decidido e sem medo. Inspira confiança e segurança. Conhece bem o Sistema, o futebol portugues e as suas "especificidades".

É um Sócio muito antigo (à 34 anos) e representa uma mudança séria, responsavel e apaixonada.

Será um Presidente muito próximo dos Sócios, dos jogadores, das antigas glórias e trabalhará em prol do Clube de forma empenhada e dedicada.

É um Líder por natureza. Sabe ouvir, aceita e respeita as opiniões contrárias à sua, é conciliador, mas na hora de decidir é firme e seguro.

Com Paulo Pereira Cristóvão os Sportinguistas voltarão a ter no Sporting a sua grande Família.
Tanto ao nível dos Sócios, como de atletas, funcionários, núcleos e antigas glórias.

Anónimo disse...

chega de tecnocratas, de senhores bem postos nos seus bancos e empresas. esses tb conduziram o mundo para esta crise...
VIVA A PAIXAO NA GESTAO!
VIVA O SPORTING!

Anónimo disse...

Gosto dos excertos dessa entrevista.

Sábias palavras, falta concretizar algumas coisas, mas tem tempo.

Só falta ter a certeza que não destrói o que há de bom enquanto constrói o que falta.

E, para isso, vai precisar de apoio. Que lhe deveria aparecer, espero.

Seja como for, parece ser também (como Dias Ferreira) um candidato "à Sporting".

Vulgo, o "Coração de Leão"

fabio disse...

Estou a gostar muito do que estou a ler.

planetaportugal disse...

Caros Sportinguistas

É com imenso prazer que anunciamos a abertura de um Motor de Busca do Sporting na rede Gusca.

Falamos do Sporting Guscahttp://sporting.gusca.net/

O Sporting Gusca obtém nos seus resultados os mesmos resultados que o Google, sendo que para o utilizador final, usar o Sporting Gusca é similar ao uso do Google mas com o Tema do Sporting Clube de Portugal.

Esperamos que seja do vosso agrado e experimente Já!!!

http://sporting.gusca.net/

PS - Exclusivo a Sportinguistas

Anónimo disse...

Gostei da entrevista e das linhas orientadoras.Vamos dar oportunidade a estes sportinguistas de mostrarem o seu trabalho e valor.
Com esta direcção e abutres que ainda se encontram no poder e que andam todos à trolha para se agarrarem ao tacho já sabemos o que comemos.è tempo de mandar descansar estes abéculas (para o clube),porque para eles governaram-se todos bem.

Rafael disse...

Ainda vai sair algum coelho da cartola da DINASTIA-Mafiosa. Cuidado...eles andam por aí.
É jantares, pressões, cuidado que eles não querem que nenhum estranho da casa vá descobrir os podres desta Mafiosa gestão. Cuidado...
F.S.Franco não se recandidata porque nada mais tem para vender e Ele comprar (Exemplo-Sede). Apenas resta a Academia e Parque de Estacionamento e negaram-lhe esse direito a vender na AG de Abril.
Essa a que é essa.

Anónimo disse...

Os princípios são interessantes apesar de não passarem de palavras, para já.
Agora não me parece muito consistente a ser verdade aquilo que me contaram: "que Paulo Cristovão enviou um e-mail a Pedro Souto negociando o fim da sua candidatura em troca de uma vice presidência", para ele, está claro? Eu não quero acreditar, mas que me garantiram ser verdade lá isso garantiram. Cabe agora a Cristovão esclarecer, porque isso corre nos mentideros a toda a força. Pode até ser o famigerado sistema a pôr isso a circular.Mas à "mulher de César..."

Anónimo disse...

Este faz lembrar alguns políticos que para chegarem ao poder utilizam a demagogia e populismo.Se ele chegasse ao poder(não acredito que aconteça) teria que enfrentar as dificuldades do dia-a-dia e aí, como outros o fizeram antes dele, atirava com as promessas para as urtigas e, então sim, é que "a porca torcia o rabo". Como dizia o outro...promessas levas o vento. a sua maior dificuldade seria em conseguir fazer voltar ao clube muitos dos sócios que a oposição ajudou a afastar.Porque neste afastamento, não é só culpada a política da actual direcção, mas também uma certa oposição para quem todos os meios foram bons para denegrir.A política da terra queimada nunca deu resultado.Ver-se-á no futuro, se alguem da oposição for eleito, não receberá de retorno as "balas" que atirou durante estes últimos 3 anos.

João Cunha Dias disse...

Tenho a dizer que gostei muito do discurso de Paulo Cristovão. Diz o que tem a dizer sem papas na língua.

Se isto faz dele um grande candidato, não sei... mas é uma lufada de ar fresco.

Estamos fartos de palhaços a dizer que tudo está bem, a irem se meter na cama com o Grande Corrupto, e a não quererem falar com os sócios.

O Sporting é um clube que faz do eclétismo a sua maior força. Onde anda o nosso voley? Onde anda o nosso Basquete? Onde anda o nosso Hoquei? Para onde vão o Futsal, o Andebol, o Atletismo?

Não queremos um clube de Futebol... queremos um clube de todos os desportos, que seja respeitado e que lute com honra pelo mérito e pela gloria!

menino gilinho disse...

Uma excelente apresentação de candidatura hoje ao fim da tarde! Muito bom discurso!

A esperança renasce com este homem. Mas a tarefa é árdua, já que a imprensa do sistema e do slmerda inclina o pano para o lado dos outros. Pudera. Temem um Sporting forte com Paulo Cristóvão...

Orlando disse...

Caros amigos


Li, reli e voltei a ler e ainda não quero crer.
Peguem no discurso de candidatura do bigodes (Jorge Gonçalves) e vão ver que em tudo são idênticos.
Virá aí outro Rijkaard?
Entregar o clube a outro aventureiro, com um discurso muito populista mas vazio de sensatez?
Apoiado por alguém que se serviu do clube para cativar simpatias para estar agora onde está (Isabel Trigo Mira)?
Tenham dó! Mas quem vai atrás desta cantiga?
O Sporting está mal entregue? Se fosse entregue a este candidato então era o abismo total.
Paulo Cristóvão? Obrigado, dispenso.

JAVF SCP sempre disse...

Excelente discurso : mas tantos planos , e onde estão as soluções; ah ,fica para depois ; grande discurso na linha de Jorge Gonçalves e Abrantes Mendes ; e vale de azevedo ; grandes planos: vamos devolver o clube aos sócios ; o outro dizia : um Benfica á Benfica ; tudo as mesmas larachas ; mas de onde vem o dinheiro para o pavilhão ? e para o futebol ; são os 70 mil sócios que saíram que vão-se inscrever e começar de imediato a pagar estas contas ? que pequenez de ideias, em Inglaterra nem sabemos quem são os patroes ,mas joga-se futebol á brava e ganha-se titulos europeus; eu também gosto muito de andebol, basquete, atletismo, etc, mas n vejo soluções na economia actual para conseguirmos ser grandes em tudo ; mas se calhar sou eu que não percebo nada de gestão e nos proximos 4 anos o Dr.Paulo Cristovao vai me dar mais alegrias.
Um abraço para o Pedro Barbosa que sendo um assalariado não devia ser tratado assim pelo "futuro" Presidente ; aqui se vê a classe dos gestores ; começou a caça ás bruxas, mas não comecem pelo Pedro que nunca se meteu com ninguém e não anda aos berros por aí , como essas vedetas Rui Costa, Vitor Baia e outros; Força Pedro , não lhes ligues que só têm peneiras.

Jorge Sampaio disse...

Caros,

com o devido respeito pela personagem em apreço, mas começo a ficar extremamente assustado com os comentários feitos sobre este paulo cristóvão.

alguém que foi corrido da polícia judiciária de portimão, é de um palavreado fraquíssimo e ainda mais populista que o luís filipe vieira, não tem qualquer formação ou experiência que o permita gerir instituições ou pessoas e apresenta um projecto de ideias completamente vagas e vazias, não poderá, nunca, chegar a presidente do sporting. com atenção é fácil perceber que as ideias-projecto aqui apresentadas são completamente absracas sem qualquer tipo de concretização ou mesmo ponderação mais cuidada. assim, qualquer um podia ser presidente do que quer que fosse, bastando-lhe recolher e proferir dois ou três recortes que soassem bem à opinião pública.

por muito que nos custe, a posição financeira do sporting não permitia conseguir muito mais do que aquilo que foi conseguido nas últimas três temporadas, até pela qualidade superior do fcporto. e não se pense que os problemas finaceiros, muito enunciados por exemplo por soares franco, não são uma brincadeira - veja-se o que tem vindo a acontecer com uma percentagem assustadora de clubes de todas a divisões, que nem sequer conseguem pagar ordenados. o problema com que nos deparamos é muito mais profundo e grave que aquilo que muitos dirigentes querem transparecer (ou enão nem sequer conseguem entender), ao afirmar que o único problema dos ordenados em atraso reside em orçamentos elaborados com dados falsos. o problema encontra-se muito antes, nomeadamente com os passivos enormes que os clubes, priveligiadamente, conseguem manter, mas que, neste momento, começam a deixar de conseguir suportar.
foram questões semelhantes a estas que levaram bancos, "empresas" supostamente imunes a tudo, à falência.

Desta forma, e muito infelizmente, a única solução plausível passa por uma continuidade de contenção orçamental sob pena de males maiores.

saudações leoninas,

Silva Sampaio

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...