segunda-feira, 1 de junho de 2009

O exemplo de Bruno Alves e os casos leoninos

Algumas atitudes em campo menos próprias de um profissional com ética e desportivismo (como no lance que a imagem documenta, em que João Moutinho, no chão, foi brindado com uma patada numa coxa), levam-me, como sportinguista e adepto do futebol, a embirrar com o defesa-central do FC Porto Bruno Alves. Não obstante isso, reconheço-lhe virtualidades, não só técnicas como de postura perante a sua entidade patronal.
Vem isto a propósito das suas declarações sobre a possibilidade de sair do FC Porto neste defeso, para um emblema europeu de maior projecção desportiva e financeira. Embora admitindo que lhe agradaria sair do Porto nesta altura, foi claro ao afirmar que o seu futuro está nas mãos do FC Porto, aceitando de bom grado aquilo que o clube decidir. Disse isto não esquecendo que deve ao clube de Pinto da Costa aquilo que é como futebolista e como homem. E mais: afirmou que se sente bem no FC Porto, embora também tenha admitido com naturalidade a ambição de evoluir noutras paragens.
Não obstante estas declarações, o mais provável é que o jogador acabe mesmo por deixar o Dragão, proporcionando mais um bom negócio ao FC Porto. Mas o seu nome ficará para sempre no coração dos adeptos, que um dia mais tarde irão lembrar-se que Bruno Alves dissera que estava bem no FC Porto e que depositara o seu futuro nas mãos de Pinto da Costa. Deixará saudades e candidata-se a um final de carreira tranquilo e compensador no clube de origem, depois de ganhar dinheiro e prestígio em Ligas mais competitivas. Tem sido assim o trajecto de muitos jogadores que emergiram no FC Porto ao longo dos últimos 20 anos.
Comparar este caso com a “novela" do sportinguista Miguel Veloso, por exemplo, é um exercício impossível. Ora, mais do que reforçar a equipa principal com jogadores de nomeada internacional, o Sporting precisa, em primeiro lugar, de resolver este problema doméstico, de modo a rendibilizar devidamente os produtos da sua formação, tanto no plano desportivo como financeiro.
O Sporting precisa de ensinar os seus jogadores a respeitar o clube, que investiu na sua formação e na sua promoção como profissionais de futebol. E precisa de mostrar aos jogadores que está no mercado de forma activa, que sabe qual o melhor momento de valorizar o colectivo leonino e que não se esquece de promover e valorizar a carreira individual de cada jovem jogador do clube. A tal gestão dos egoísmos de que tem falado Bettencourt, sem explicar como fazer essa gestão.
Quando os jogadores do Sporting falam nos sentidos mais diversos (mesmo sobre questões internas, como aconteceu na saída para férias) e quando não assumem claramente que aquilo que o clube decidir por eles estará bem decidido é porque ainda não têm a confiança necessária na instituição que representam.
A questão entronca com o processo eleitoral em curso. E como José Eduardo Bettencourt já definiu quem são os três homens com quem irá decidir tudo no mais alto sigilo sobre o futebol leonino (Miguel Ribeiro Telles, Pedro Barbosa e Paulo Bento), a pergunta que devemos fazer neste momento é se será possível mudar de paradigma contando exactamente com as mesmas pessoas que nos últimos anos têm sido incapazes de controlar a situação.

6 comentários:

seismilhoes-UM disse...

Sertá que com uma mudança de atitude na gestão do futebol, seja com JEB ou PPC, será possível lidar com mentalidades deformadas como as de Miguel Veloso?

Lembro-me de ouvir MV dizer que deve muito ao Sporting porque acreditou nele, e blá, blá, blá...

Prefiro um Pitbull que (re)conhece o dono, a um caniche mal agradecido.

Aurelio Estorninho disse...

que meninas que vocês me sairam!
o joão moutinho para ser alguém no mundo do futebol tem de vestir de azul e branco, assim irá continuar a merdica de sempre.

lembrem.se que vocês são o clube que perderam uma final em casa, por isso não inventem desculpas.

Sérgio disse...

Acredito que se o PPC for Presidente, será diferente nem seja pelas quedas dos jogadores dentro das escadarias de Alvalade :).

O SCP já disse é diferente, aqui não impera a rei da rolha, ninguem tem o direito de calar alguem, todos temos direito a nossa opinião.

A questão aqui não é o Tridente mas sim o coitado do Miguel Veloso porque só podemos ter pena de alguém que poderia ter sido um jogador brilhante mas devido ao seu baixo QI e fraca escolha de empresário ( Pai ninguém escolhe) deu nesta aberração que por mim ficava os restantes 4 anos de contrato encostado.

Sempre serveria de exemplo.

Saudações Leoninas

Caro Leão da Estrela o JEB quer implementar um modelo de gestão semelhante ao do FCP em termos de decisão não de perseguição.

RFM disse...

Caro Aurélio Estorninho

Diz bem. Essa doi-me bastante, perder a final em casa com o único responsável J. Peseiro a 100%.
Mas não vá sem resposta que os Srs. do FCP também perderam uma em casa com a Juventus, Lembra-se?!
Pois foi...
Quanto ao J. Moutinho, fez-me lembrar este ano o D. Carriço jogador exemplar em 19-jogos levou 2-cartões amarelos e 2-Vermelhos e o vosso estimado e Bruno Alves (essa maravilha em Portugal) levou em todo o Campeonato 2-amarelos.
Que coisa..né?!
Cumpts.

FSS disse...

Caro Aurélio Estorninho,

eu não sei como é que um clube que não conseguiu ensinar a um dos seus símbolos - Vitor algo - que não se pode usar as mãos fora da área, se arroga em exemplo do que quer que seja.

Aliás a equipa do FCP de 94/95 é o exemplo mais reles que eu me lembro de ter conhecido.

Acertava mais vezes no adversário que na bola - além do que mencionei acima -.
É isso que é uma boa equipa?

Ah tem razão ganhou o campeonato.
A gente sabe como.


Saudações Leoninas
Fernando Silva

FSS disse...

O facto de ser melhor pago, justifica maior calma nas declarações.

Se queremos calar os jogadores basta pagarmos-lhes tanto como FCP.

De resto exemplos de bom e mau corportamento - disciplina interna - posso dar para ambos os clubes.

Não mistifiquem as coisas.
E parem com a postura que os erros do SCP são sempre decisivos e os do FCP não valem a pena mencionar.

Saudações Leoninas
Fernando Silva

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...