quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Os últimos campeões

Sporting Clube de Portugal 2001-2002

14 comentários:

MM disse...

André Cruz
Rui Jorge
Pedro Barbosa
Paulo Bento
Rui Bento
Sá Pinto
João Pinto

Era um plantel de qualidade de facto, forte tecnicamente mas sobretudo: inteligente.
Composto por jogadores inteligentes, de categoria.

Somados a uns excelentes Hugo Viana, Niculae e até César Prates, por quem o Boloni não morria de amores mas que era um lateral direito muito bom, enérgico e competente.

O Beto nunca o achei grande central, mas isso é opinião puramente pessoal obviamente. Era quezilento, e altamente sobrevalorizado creio - foi sendo - por via de 2 anos de estreia categóricos, com o (para mim saudoso) Octávio.

Por fim, Mário Jardel.
Podem dizer o que quiserem e podem apontar-lhe os defeitos que quiserem mas dentro do campo, na relação com a bola e com a baliza, foi um jogador simplesmente único que não pode ser replicado.
Foi fenomenal, quer ao nosso serviço, quer nas Antas, quer em Instambul.

Só uma nota:
Uma vez extinguidos um Pedro Barbosa, um Sá Pinto, um João Pinto (mais recentes), e completamente desaproveitados um Hugo Viana, um Carlos Martins ou um (até hoje) Diogo Rosado ... verifico com tristeza que o Sporting não tem um único médio ou médio ofensivo que seja sequer minimamente parecido com estes.

Jogadores de classe, categoria, altamente tecnicistas mas tranquilos, se assim quiserem chamar-lhe.

E como tantos outros para trás deles:

Balakov
Carlos Xavier
Cherbakov
Figo
Capucho

... e outros.

O Sporting hoje não tem jogadores deste calibre.
O João Moutinho não o é certamente, em especial nos dias de hoje, acomodado que está a um futebol esforçado, de entrega, mas sem qualquer rasgo de técnica ou brilhantismo.

Jogadores de classe, precisam-se.

Santinni disse...

Olha - Paulo Bento Barbosa e JE Bettencour juntos...

Anónimo disse...

Para quem não conhece, aqui deixamos o nosso Fórum e Blog sobre Adeptos e Ultras.

http://worldultra1993.nice-forum.com/

http://worldultra1993.blogspot.com/


Abraço.

JC disse...

Por acaso, não será JE Betencourt aquele senhor de cabelo branco no canto direito da imagem?
E Paulo Bento e Pedro Barbosa não faziam parte da equipa?

Afinal, até temos na actual equipa gente vencedora, contrariamente ao que se vai dizendo neste blogue, que considera os três uns incompetentes!
Temos um presidente, um director desportivo e um treinador que foram campeões!

Mirko disse...

Deve ser o primeiro post nos ultimos 3 meses que não vem com um texto a deitar abaixo o Sporting..... deve ter custado muito , não é LdE?

Anónimo disse...

Realmente, não há a mínima comparação entre o plantel de hoje e o plantel que foi campeão!

Desde que o Polga foi contratado nunca fomos campeões, realmente, não há enganos...

Balakov10 disse...

"Velhos" tempos...
Havia mística, jogadores de qualidade e vontade de ganhar sempre e sermos efectivamente os primeiros.

Giorgio Armando disse...

Boas, depois de uma análise feita ao mes de abril deste blog é caso para pensar caro LdE, respeito tudo o que diz e concordo com a maioria mas...ao irmos ao post do dia 18 de abril deste ano e ao dia 23 do mesmo mes temos que constatar que não pode ter grandes ideias contra PB e JEB, na mesma semana elogia o PB através duma carta aberta a Soares Franco e elogia o presidente dos corruptos como se um Deus se tratasse...:(

Em que ficamos?
Eu aposto na saida de PB já na no final da 1ª jornada na Madeira...

Cumps.

Cantinho do Morais disse...

MM, se me permite,

Colocar Sá Pinto e Rui Bento (dos piores jogadores de sempre do Sporting) ao lado de jogadores como André Cruz, Barbosa e João Pinto, não lembra a ninguém.
Já agora coloque também aí o Dimas, o Luís Filipe ou o Diogo...

PHILL BABB, JARDEL, JOÃO PINTO, ANDRÉ CRUZ, PAULO BENTO, PEDRO BARBOSA QUARESMA, HUGO VIANA, RUI JORGE E JARDEL. Estes sim, os artistas do título.

Um plantel com jogadores assim, pode lá colocar jogadores como Beto, Nelson, Rui Bento, Nalitzis, Hugo que parece tudo bom. Mas não é. Tanto que no ano a seguir foi só das maiores vergonhas! Não havia Jardel, Cruz, Babb, Viana e João Pinto teve muito tempo castigado.

Um treinador fraco que só carrilou quando teve Jardel e começou a por a jogar o Babb e André Cruz a centrais e não Beto e Quiroga. Só carrilou quando tirou Rui Bento e meteu Viana ao lado de Paulo Bento.

Lembro-me bem do final de época de merda que fizémos, quando começou a colocar o Quiroga a defesa direito para ir ao Mundial e o Beto a central porque o Oliveirinha não o levava à Coreia se não jogasse a central. Sentou o Babb e este, já com o acordo de renovação feito, decidiu voltar a Inglaterra porque tinha sido humilhado! E começou a tirar o Quaresma para encostar o Viana à esquerda para jogar o Rui Bento. Veja os jogos em Setúbal, o jogo em casa com o Benfica, o jogo com o Beira-Mar e na final da Taça com o Leixões. Foram os piores do Sporting!

ps: Sá Pinto, felizmente esteve sempre lesionado, bem como o Dimas. Carlos Martins, por alguma razão foi dispensado a meio da época para a Académica.

Boloni... na época seguinte era um meio-campo composto por Rui Bento, Tonito, Ricardo Fernandes e Marcos Paulo, tendo no banco Barbosa, Ronaldo, Quaresma e Bento. Enfim...

LEÃO DA ESTRELA disse...

GIORGIO ARMANDO: O seu comentário só confirma uma coisa: que este blog é feito com um grande coração de Leão. Obrigado por ter ido ao arquivo. Volte sempre! Viva o Sporting!

Sérgio_alj disse...

O que vale a Fiorentina?

http://visaodemercado.blogspot.com/2009/08/o-que-vale-fiorentina.html

MM disse...

Cantinho do Moraes:
O Rui Bento não encaixa no estereótipo de jogador que descrevi quando enumerei os nomes mas, pu-lo lá por ter-se tratado de um elemento que serviu bem o Sporting.

Era sério, profissional, humilde, e até ... envergonhado. Como alguns dos que lá temos hoje - e que nunca ganharam nada- deviam ser.
E o Rui Bento não era um falso-modesto, que precisava de esforçar-se para ser esforçado ... aquela forma de humildemente entregar-se à tarefa, era verdadeira.
Fazia parte da sua natural génese, e jogadores como estes, raram.
Quanto ao mais, não era obviamente nenhum Oceano ... nem pouco mais ou menos. Em termos puros de jogo, não era um trinco topo-de-gama, mas também não era nenhum Diogo.

Andava ali num meio termo vá.
Seja como for, serviu-nos bem.

Quanto ao Sá Pinto ... só posso atribuir essa forma de expressão negativista a "desgosto pessoal". Não gostava do Sá Pinto, só pode ser isso ... porque o Sá Pinto enquanto jogador tinha mil e uma qualidades, e pouquíssimos defeitos.
Em matéria de personalidade ... pode muitas vezes ter-se prejudicado desnecessariamente e com isso prejudicado o Clube que servia mas, o seu sportinguismo, atitude, vontade, julgo que lhe davam crédito mais do que suficiente para lhe perdoarmos esses - não raros admito - desvaneios.

Phil Babb, subscrevo inteiramente.
Boloni, idem.
Não o considero ou considerava um grande treinador. Ou melhor, treinador até podia ser, em termos de treino, agora a orientar, tinha de facto muitas lacunas, e frequentemente tomava opções estranhas e erradas.

Cantinho do Morais disse...

MM,

Grande troca de opiniões!
Quanto ao Rui Bento, concordo com o que diz. Mas esse é um dos grandes males do Sporting. Gostamos de dizer "Aquele jogador não é mau. Esforça-se e é humilde." Pois ele foi isso tudo, mas não era BOM. E isso é o que se exige. Se assim não fosse eu também ia para lá, pois tenho imensas qualidades (excepto ser BOM jogador de futebol).

Ao Sá Pinto não me esquecerei da sua agressão ao Artur Jorge. Era o jogador mais forte do Sporting nessa altura, tinha um grande valor de mercado. Ao ser castigado, foi logo para Espanha, a baixo custo, receber um grande ordenado, ficando o Sporting orfão da sua qualidade e sem base para negociar melhor o seu passe (pois estava impedido de jogar durante um ano).
Quem foi o maior prejudicado?
O de sempre, o SPORTING.

Um grande abraço e Saudações Leoninas!

MM disse...

Sem dúvida, podemos discordar, mas ... fazê-lo com algum (se possível) conteúdo.
É sempre agradável.
Até porque por mais que se discorde, sejam em coisas pequenas ou grandes, há uma coisa comum a todos aqui:

O amor pelo Sporting.

E o Sporting merece que discutamos com qualidade, já que por vezes mais ninguém o faz. Só mesmo os adeptos ... infelizmente.
Os corpos sociais do Clube por vezes passam mais tempo a justificar-se, do que propriamente a discutir, com os sportinguistas, aquele que deve ser o rumo do Clube.
Tremendo erro claro, porque eles sem nós nada fazem. Não por má vontade nossa, mas sim porque é assim que as coisas são, simplesmente.

Não faz sentido exultar jogos em Alvalade em que não estão lá mais do que 14 000 pessoas a vê-lo.

Talvez as coisas mudem um dia.

Seja como for, um abraço enorme para si também.
Viva o Sporting.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...