sexta-feira, 20 de novembro de 2009

A despedida de Miguel Ribeiro Telles

"Dizer a João Moutinho que não iria para o Everton foi talvez o meu momento mais difícil na SAD."


"Não vou voltar ao Sporting. Não tenho mais nada a fazer no futebol."

Miguel Ribeiro Telles, "Sol", 20-11-2009

9 comentários:

ab normal disse...

Após tanto tempo agarrado ao tacho, o "Sombra" finalmente vai de vela. Boa viagem!

Portugal SSempre disse...

Menos um.

Sporting SSempre!

Anónimo disse...

Só quem não o conhece é que pensa que o "homem invisível" vai deixar de continuar a manobrar. Conseguiu estar 10 anos como dirigente a ditar as regras mas, como sempre se escondeu, poucos lhe imputam a grande responsabilidade que tem nos graves problemas financeiros e desportivos do Sporting. E agora até vai ficar como reserva moral para o caso de Bettencourt falhar.Lá diz o povo,«mais vale cair em graça do que ser engraçado». Além disso, fica por lá a administradora, advogada, que tratou dos contratos dos mais de 100 pernas de pau trazidos pelo eis dirigente, e que, quando esteve fora do Sporting, em 2005, recebia uma avençazita de 5000 euros. A vida é difícil.

Anónimo disse...

Já agora, vocês que tudo sabem, quanto ganhava Miguel Ribeiro Telles no Clube? Já agora, em dez anos de dirigente (com espaços nesses dez anos) quantos títulos (campeonatos, taças, supertças) ganhou? Alguém, nos útimos vinte ou trinta anos se pode equiparar com ele na matéria?

Não é à toa que quem com ele trabalhou gosta dele. Aliás, fora os adeptos que nada sabem e tudo julgam saber, nunca ouvi uma crítica contra ele. (Nem de 'notáveis', nem treinadores, nem jogadores.) Reflictam nisto antes de mandar palpites. Mas estejam descansados, para aturar gente mal formada ele não volta mesmo nunca. Não precisa do Sporting para nada. Teve o azar de ter nascido mais sportinguista a dormir do que muitos dos que escrevem e criticam acordados.

Já agora, perguntem a Manuel Fernandes - acho que é um inquestionável sportinguista - o que acha de Miguel Ribeiro Telles.

Problema número um do Sporting é mesmo este. Gente a mandar palpites sobre o que não sabe.

O homem saiu, deixem-no em paz.

João Moura

Anónimo disse...

Ah, e aproveitem e comprem a entrevista que ele dá no SOL, na revista TABU deste fim de semana. Pode ser que aprendam qualquer coisa sobre a realidade do clube.

João Moura

Anónimo disse...

Até o Manel ele enganou. Teve mais de 3 meses sem lhe pagar um cêntimo, e depois mandou-o embora. Não o fez pessoalmente! Mandou um lacaio fazê-lo, como fez com o Fernando Santos. É claro que, como nunca assumiu responsabilidades por nada de mau do que se passou no clube,ainda há crédulos que acreditam no "pai natal".

Anónimo disse...

Ó MOura poupa-nos por favor o Telles não faz ca falta nenhuma! foi-se enterrre-se!

Anónimo disse...

Ao menos podia ter pedido desculpa pela gestão danosa que fez. Mas, assumir responsabilidades não é com ele. Que deixe o Bettencourt assumir, finalmente, o papel de presidente.

Mecas disse...

Realmente enquanto tivermos adeptos destes nunca havemos de ir a lado nenhum. Antes de notáveis ou de jogadores fracos e dirigentes incompetentes, é preciso correr com este tipo de gente que acha que sabe tudo, diz mal sem ter qualquer tipo de informação e para grande infelicidade dos verdadeiros Sportinguistas, dizem-se do Sporting.
Podem não gostar do homem ou da postura, isso não se discute. Mas associar o nome deste senhor ao estado em que o clube foi ficando ou criticá-lo por se ter servido do clube, só demonstra um elevado nível de ignorância que eu, até hoje, apenas reconhecia no outro lado da circular. Enquanto este senhor esteve no clube, o Sporting ganhou os 3 campeonatos dos últimos 30 anos. Ajudou, juntamente com o Soares Franco (que pessoalmente não gosto mas reconheço competência financeira e humildade por ter assumido que de futebol nada percebia e por isso não se metia) a controlar as finanças do clube, a construir a Academia que, segundo declarações nele na altura "será a melhor contratação do Sporting nos próximos 100 anos", a disputar um campeonato até ao fim sem gastar dinheiro que o clube não tinha (o maior investimento feito por este senhor foi Izmailov que custou 4,5M€ depois de um ano de empréstimo em que mostrou que o esforço financeiro do clube para o comprar), a ganhar alguns títulos para o clube (3 campeonatos, 3 taças de Portugal e 3 Supertaças). Houve muita coisa positiva que este senhor fez pelo Clube e houve, naturalmente, coisas negativas. O saldo final é bastante positivo. Agradeçam a este senhor termos ido buscar Liedson por 3M€, aquele ponta de lança franzino que vinha para ser o nosso matador. Foi só dos melhores jogadores da nossa história.

Informem-se antes de opinarem com a convicção que o fazem. Pior que os notáveis só mesmo os pseudos adeptos que dizem mal do clube sem saber e não o apoiam quando é mais preciso.

Houvessem mais Ribeiro Telles a ter passado pelo clube e de certeza absoluta que não teríamos chegado ao estado financeiro em que o clube chegou. Naturalmente o mundo da bola não é para gente bem formada e civilizada como ele. Deu mais ao clube do que o clube lhe deu a ele e hoje em dia isso é tão invulgar como é de valor.

Essa avença de 5.000€ que um ignorante aqui referiu é das maiores barbaridades que vi alguma vez escrita. Ignorância total.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...