segunda-feira, 25 de Janeiro de 2010

Fernando Correia defende "Sporting de todos"...

Ricardo Sá Pinto (reconhecidamente um grande sportinguista) agrediu Liedson e abandonou a função profissional que desempenhava no futebol do Sporting.
Liedson foi agredido e continua no Sporting. No fundo foi isto que nos disseram. Mas não chega. Ou seja: não é possível punir drasticamente uma agressão, ignorando o que lhe deu origem. Trata–se de uma demissão contra uma multa pecuniária.
Sendo assim, é fundamental, fazendo fé no que chegou (rapidamente) à Comunicação Social, entender que Sá Pinto, enquanto Director Desportivo, e ainda no banco de suplentes, começou por defender o Clube, a SAD, os adeptos e a equipa no seu todo. Por isso, se insurgiu contra as ofensas que Liedson dirigiu aos sportinguistas. Depois, convocou uma reunião para o fim do encontro, no balneário, a fim de clarificar a posição que a equipa deveria assumir perante uma atitude idêntica. Tudo certo. Decisão intocável.
O que se passou a seguir (insultos e agressões) é insustentável. Mas, Sá Pinto não perdeu a razão por ter agredido Liedson. Apenas não o deveria ter feito. Ou seja: contrariamente ao que é comum dizer–se, uma pessoa não perde a razão por chegar a vias de facto. O que se lhe pede é que não o faça, por haver outros meios para resolver o assunto.
Ricardo Sá Pinto, por outro lado, percorria um caminho cheio de escolhos e de armadilhas e a sua culpa foi não se ter apercebido (a tempo) desse facto. Alguém desejava a sua saída do Sporting. Este é o ponto fulcral de toda a questão.
Então vale a pena saber quem beneficiava directamente com essa saída!?
O tempo encarregar–se–à de responder a esta dúvida e não será preciso esperar muito.
É fundamental que José Eduardo Bettencourt esteja atento e vigilante e que procure saber quem se encarrega de informar os “amigos” que tem na Comunicação Social sobre tudo (mas tudo) o que se passa no Sporting. Os jornalistas não revelam as suas fontes, até para não fecharem a torneira informativa que lhes dá imenso jeito, mas há forma de tornear essa questão. Basta, por exemplo, ter influência no meio.
O Presidente da Direcção não deve dar ouvidos a uns e fechar os ouvidos a outros e também não deve tornar o Sporting num Clube só de alguns.
Há sportinguistas cheios de bom passado e de notoriedade em diversas áreas que não são aproveitados. Pelo contrário.
Basta conhecer e respeitar os sportinguistas ligados à imprensa, televisão, cinema, teatro, rádio, internet, gestão desportiva, gestão empresarial, treino de futebol, motricidade humana, psicologia, ciências sociais e humanas, ciências políticas, direito, economia, marketing, publicidade, etc,. e que poderiam dar uma preciosa ajuda, em nome do Sporting Clube de Portugal que é paixão de todos eles!…
É suficiente ver os ex–
atletas do Sporting que são ignorados ou preteridos no desempenho de cargos para que estariam talhados!
Pela mesma razão não faz qualquer sentido que a mesma pessoa (ou pessoas), integrada na estrutura actual, desempenhe, simultaneamente, dois, três, ou quatro cargos, como se não houvesse mais Mundo Sportinguista, como se todos os outros fossem indesejáveis ou incompetentes.
É preciso fazer com que o Sporting volte a ser de todos. O Sporting que conhecemos da nossa história, da nosa vida, do nosso orgulho e do nosso ideal. E só é possível fazê–lo desde que se clarifique muito do que aqui fica anotado. Viva o Sporting!
Fernando Correia, jornalista, ex-director do jornal "Sporting", crónica no site "Sporting Apoio", 25-01-2010

22 comentários:

Jorge Teixeira disse...

Palavras serenas e clarividentes dum grande sportinguista que põe o "dedo na ferida" duma forma clara e objectiva até "doer".
É claro que os mastins do treinador(?) do risco ao meio e de quem o inventou, vêm já aí chamando nomes ao LdE e denegrindo o Sr Fernando Correia, acrescentando o seu nome aos "perigosos" Dr Rogério Alves e o Wilson que, como eles acusam, são os grandes causadores daquilo que é hoje o Sporting e da saída do medíocre treinador(?) do risco ao meio.

Anónimo disse...

gostei de ler o sr FCorreia.
já o sr Jorge Teixeira acha que Paulo Bento não tem nome e, vai daí, conclui que o Sporting não existiu nos últimos 4 anos!



40PostasPescada

Rodrigues disse...

Faria muito mais sentido colocarem «director-desportivo (?)» do que «treinador (?)», se têm dúvidas na profissão dos referidos.

É que um aguentou 4 anos com quase tudo contra ele e o outro nem 4 meses aguentou com quase tudo a favor dele.

Filipe Fernandes disse...

É por não se distinguir entre alguém que deseja bem ao Sporting e alguém que tenta chamar atenção sobre si que depois há comentários como o de Jorge Teixeira.
Ricardo Sá Pinto errou, não aguentou 4 meses, fez pior ao Sporting que aquilo que ajudou a melhorar, todos os que o defendem, não podem querer bem ao Sporting.

Gouveia disse...

São pessoas como o Fernando Correia que (ainda) fazem o toque a rebate de que o Sporting não pode continuar neste caminho, sob pena de se encaminhar para um beco sem saída!

Deixo 2 questões no ar:

- Quem é que foi o responsável pela nomeação de Sá Pinto como Director Desportivo?

- Quem é que não proporcionou a blindagem necessária a este caso, por estar "indisponível"?

Respondam os 90%...

Ali "O Químico" disse...

Mas quais 90%. Os noventa por cento já eram. Grande parte deles já abriu a pestana.

Isso queriam eles, 90% forever. Só que as pessoas não são parvas...

Filipe Fernandes disse...

Sá Pinto foi colocado naquele lugar para satisfazer os 5%, para acalmar a facção dos que destruiram o património do Sporting.

Anónimo disse...

90%, 10%, 5% ,,, 120%, o que for!
já cheira mal esta cena das percentagens que mais não fazem do que continuar a dividir os Sportinguistas.

é o mesmo que as eleições para presidente da republica...eleito o personagem passa a ser o presidente de todos os portugueses;

mas há uns grupinhos que continuam a sonhar com a Oposição e com a Situação, mesmo meses depois de terem ganho, ou perdido.
Fxd que não há paciência para tanta infantilidade.



40PostasPescada

joaquim agostinho disse...

"Trata – se de uma demissão contra uma multa pecuniária"
- Claro, um era director e o outro jogador!
" Por isso se insurgiu contra as ofensas que Liedson dirigiu aos sportinguistas."
- Que ofensas e a que sportinguistas se referiu?
"Depois convocou uma reunião para o fim do encontro, no balneário"
-Mas afinal quem é que fala aos jogadores no balneário, é o treinador ou o director desportivo?
"Ricardo Sá Pinto, por outro lado, percorria um caminho cheio de escolhos e de armadilhas"
- Como é que ele chegou a esse lugar?
"Então vale a pena saber quem beneficiava directamente com essa saída!?"
"Pela mesma razão não faz qualquer sentido que a mesma pessoa (ou pessoas), integrada na estrutura actual, desempenhe, simultaneamente, dois, três, ou quatro cargos, como "
- Essa pessoa ocupa o mesmo cargo que Fernando Correia já teve e que pelos vistos dele não saiu, bem consigo mesmo!
MAIS UM A DESTABILIZAR? PORQUE NÃO SE CALAM?

Anónimo disse...

O Anonimo dos Qaurenta

- Quando foi este senhor director do Sporting?
- O Que ganhou desportivamente?

Gostaria de ser elucidado

O Liedson de quem não era fã, passou para mim a ser o melhor elemento do Sporting, um prova o seu Portismo, o outro o seu profissionalismo.

Paulo Bento Forever.

Anónimo disse...

O grande mal é no direito a n° de votos pela filiação em antiguidade. Esse processo deveria ser revisto.Um garoto nascido hoje e feito sócio pelo Pai e que daqui a 20-anos pode até ser Benfiquista tem mais direitos do que um adulto responsável mas que nunca teve um Papá para lhe pagar as cotas e possa votar com os mesmos n°s.

Jorge Teixeira disse...

Eu não disse que os mastins apareciam para acusar o Sr. Fernando Correia de ser mais uma a desestabelizar?
Aquela dos 5% ter destruído o património do clube seria de morrer a rir se não fosse trágica. Governam(se) o clube há mais de 10 anos e os que sempre se lhes opuseram é que são os culpados. Há moços de recados que se prestam a cada frete.

RC disse...

Lamento que o Sr. Fernando Correia que sempre vi como um verdadeiro sportinguista seja mais um a vir atirar achas para a fogueira. Com a agravante séria de vir justificar e branquear uma actuação à Mike Tyson criando um cenário desfavorável ao jogador e que se sabe já hoje seguramente não ter sido exactamente aquilo que aconteceu. Sá Pinto, aliás, disse hoje o mesmo na conferência de imprensa...onde também disse que a sua relação com o Liedson era excelente. Todos sabemos que isso não é verdade.

Anónimo disse...

O texto de Fernando Correia é para se lêr nas entrelinhas. Faltou colocar os nomes nos ditos. Faltou dizer que Salema Garção, qual amigo de Sá Pinto, há muito que faz o trabalhinho de jogo-duplo e por isso tem o seu prémio. Os jornais agradecem, e ele continua a queimar as etapas necessárias para chegar ao topo. Bettencourt ou é anjinho ou está de mãos atadas. Conclui-se que no caso de SG, o crime compensa. Espero que o SP perceba. A solidariedade do "amigo" SG manifestou-se quando este aceitou de imediato o cargo de director-desportivo. Viva o oportunismo. SG aliou-se aos amigos de PB, antes não podia com eles, para alcançar o seu objectivo. Fantástico.

Anónimo disse...

Internem o garoto Filipe Fernandes!

Quem destruiu o património do Sporting foi a corja roquette que até o "edifício sede" e a secretaria venderam. Delapidaram tudo. Só falta entregarem o estádio aos amigos.

Cantinho do Morais disse...

Concordo com muitas das palavras de Fernando Correia, mas como bom "sportinguista ilustre" que é falha no timing e no local. Porquê que não escreveu esta carta, directamente para o Presidente? Porquê que não comunicou tão boas reflexões somente ao Presidente?

É muita gente a falar, a dar opinião, a pisar e repisar assuntos que nem deveriam ser conhecidos.
Um Sporting assim não sobrevive muito tempo!


http://cantinhodomorais.blogspot.com/

Vila Franca disse...

Sá Pinto já é passado e não deixa saudades, talvez quando voltarmos a ter secção de pugilismo...agora o que me preocupa é saber quem será o próximo Lucílio, que o inteligente Cervan já se chegou à frente a dizer que vai a Alvalade ganhar e estar de novo na final como no ano passado. Preocupa-me tanta certeza...

ana disse...

Vila Franca, não te assustes com as certezas do Cervan, porque ele está convicto de que é inteligente e tudo.

Subscrevo as palavras do Fernando Correia.

olho de boi disse...

Cantinho,

Somente ao presidente? Porquê? quando escreves sobre futebol no teu blog, por esta ordem de ideias, estarias obrigado a escrever ao Carvalhal apenas?

Uma coluna ou artigo de opinião são isso para serem públicos. Mesmo que alguns não gostem e achem q é preciso é "apoiar" e "dizer bem".

Fernando Correia é dos que têm coluna vertebral, é dos que ainda não foram manietados pelo Sistema Roquette. Bem-haja!

Filipe Fernandes disse...

Ao Jorge Teixeira e ao Anónimo.
Criticar o projecto Roquete que nos deu 2 campeonatos ao fim de 18 anos, 4 participações seguidas na liga dos campeões, mais umas quantas taças e supertaças, isso é que merece internamento.
Afinal que querem vocês?
Criticam por criticar.
Apoiam um individuo, que ao fim de 4 meses no cargo, o único que conseguiu, foi falhar a contratação de André Vilas Boas, e esmurrar um dos melhores jogadores da história do Sporting.
E ainda falam de mentalidade vencedora, situacionismo.
Pelos vistos vocês é que querem voltar aos anos do quase...

Anónimo disse...

Este Filipe Fernandes é seguramente um caso patológico. Oh senhor, V. anda obsecado com o roquetismo, os anti-roquetistas, os títulos (2...) em 18 anos, sempre a mesma conversa, quem raio lhe paga para tentar vender tão insistentemente o seu peixe estragado?... Consulte um psiquiatra, mude de agulha, já sabemos todos o que a casa gasta...

Cantinho do Morais disse...

olho de boi,

percebo a sua critica, mas fui mal interpretado. Fernando Correia é uma voz no Sporting que nós, os que temos blogs e que participamos na blogosfera, não conseguem ter.
a sua voz e textos têm eco no Sporting e na comunicação social, os meus textos não.
acha que eu conseguiria "chegar" ao Presidente com a mesma facilidade do que o Fernando Correia?

Essa diferença é estatuto. E o estatuto do Fernando Correia tem que ser usado para melhorar, não para queimar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...