terça-feira, 11 de maio de 2010

"Projecto Roquette" afunda futebol do Sporting

Quando José Roquette criou uma sociedade anónima desportiva para gerir o futebol do Sporting Clube de Portugal, em 1995, tinha um objectivo definido que empolgou toda a nação sportinguista: transformar o futebol leonino numa máquina de fazer títulos e de gerar lucros.
Na altura pensava-se que em Portugal não havia mercado para mais de dois grandes clubes e José Roquette prometia um Sporting a conquistar três campeonatos nacionais em cada cinco, salvo erro. Só assim o clube poderia inverter o declínio, em termos de conquistas desportivas, que dera os primeiros sinais através do efeito-Eusébio (que foi decisivo para desequilibrar a balança a favor do Benfica), nos anos de 1960, e que se acentuou nas décadas de 1970, 1980 e 1990.
Porém, há muito que os objectivos do chamado "Projecto Roquette" ficaram pelo caminho. Não só do ponto de vista económico-financeiro, como do ponto de vista desportivo. Os últimos 15 anos de gestão profissionalizada não trouxeram os títulos prometidos ao futebol leonino. Um levantamento aos títulos conquistados pelos três maiores clubes do futebol português nos últimos 15 anos, revela que o Sporting Clube de Portugal, desde 1995-1996, inclusive, continua a afastar-se dos seus rivais, isolando-se como terceiro clube nacional em matéria de títulos desportivos.
Os números apurados pelo LEÃO DA ESTRELA não deixam dúvidas: em 15 temporadas, o FC Porto deu um passo de gigante, enquanto Benfica e Sporting marcaram passo. No final da temporada 1994-1995, quando Pedro Santana Lopes assumiu a presidência do Sporting, o Benfica era líder destacado no futebol português, com um total de 60 títulos conquistados, enquanto o FC Porto (37 títulos) e o Sporting (35 títulos) lutavam pelo segundo lugar.
Quinze anos depois, e quanto o FC Porto se prepara para disputar a final da Taça de Portugal com o modesto Desportivo de Chaves, temos o Benfica com 67 títulos, o FC Porto com 65 e o Sporting, bem longe, no terceiro posto, com apenas 45 títulos.
Ou seja, na era da gestão lançada por José Roquette em meados da década de 1990, o Sporting confirmou uma tendência que se acentuou a partir dos anos de 1970: os títulos são cada vez mais raros em Alvalade. Mas a gestão inspirada nos homens da banca que Roquette trouxe para o clube não ajudou a inverter a situação. Pelo contrário, o declínio tem prosseguido.
Os últimos 15 anos, em que o clube tem andado de braço dado com o FC Porto, cavaram em definitivo o fosso entre o Sporting e os eternos rivais. Neste período de tempo, o Sporting ganhou apenas três títulos ao Benfica e perdeu 17 para o FC Porto. Tudo somado, Benfica e o FC Porto estão bem destacados na luta pela hegemonia, remetendo o clube leonino para terceira força no futebol português. Infelizmente, os números são implacáveis. O resto é conversa.

TÍTULOS NA ERA ROQUETTE (Desde 1995-1996, inclusive)

FC PORTO 27 títulos
SPORTING 10 títulos
BENFICA 7 títulos

Por competição:

I LIGA PORTUGUESA: FC PORTO 10;
SPORTING 2; BENFICA 2

TAÇA DE PORTUGAL: FC PORTO 6; SPORTING 3; BENFICA 2

SUPERTAÇA CÂNDIDO OLIVEIRA: FC PORTO 8; SPORTING 5; BENFICA 1

TAÇA DA LIGA: FC PORTO 0; SPORTING 0; BENFICA 2

LIGA DOS CAMPEÕES EUROPEUS: FC PORTO 1; SPORTING 0; BENFICA 0

TAÇA UEFA: FC PORTO 1; SPORTING 0; BENFICA 0

TAÇA INTERCONTINENTAL: FC PORTO 1; SPORTING 0; BENFICA 0

EM 1994-1995 O BALANÇO ERA O SEGUINTE:

BENFICA 60 títulos
FC PORTO 37 títulos
SPORTING 35 titulos

BALANÇO EM 2009-2010 (falta disputar a final da Taça de Portugal entre FC Porto e Chaves):

BENFICA 67 títulos
FC PORTO 64 títulos
SPORTING 45 títulos

31 comentários:

Mário Rui Oliveira disse...

Faz lá isso para os 15 anos anteriores à chegada do Roquette !!!

Titulos Nacionais .... ZERO !!!
Taça Portugal ... ZERO !!!!

Jota disse...

Ah, mas tens de somar também os títulos do andebol, do atletismo, do futsal, da pesca submarina e da cabra cega, que é o que os nossos dirigentes e muitos adeptos gostam de fazer para desviar as atenções da miséria que é cada vez mais o futebol.

LEÃO DA ESTRELA disse...

MÁRIO RUI OLIVEIRA: Nos 15 anos anteriores? Entre 1980 e 1995? Eram amadores na gestão, mas, ainda assim, o Sporting conquistou os mesmos 2 campeonatos nacionais do "Projecto Roquette, 2 Taças de Portugal e 2 Supertaças Cândido Oliveira.

Alex Roca disse...

Leão da Estrela!

A questão do amadorismo parece-me irrelevante. Se os nossos dirigentes eram amadores os dos nossos rivais também o eram.

Quanto aos títulos, tens razão. Mas se colocarmos a partir de 1983 (ano em que nasci) até ao início do "Projecto Roquette", creio que temos uma Taça de Portugal e uma Supertaça. Em 12/13 anos é manifestamente pouco.

Embora eu não concorde com muita coisa no modelo de gestão do Sporting o problema não é, exclusivamente, a "dinastia".

O problema é muito mais extenso...

Anónimo disse...

O problema é que antes dos doutores chegarem ao clube o Sporting era gerido por homens que gostavam de futebol e gostavam do Sporting.

Deste a entrada do dr. josé roquette sucedendo-se depois pelo dr. dias da cunha, dr. soares franco e dr. bettencourt que o Sporting passou a ser uma empresa em que os números passaram a contar mais que as vitorias.

E enquanto não chegar ao clube alguém que sinta e sofra pelo nosso clube o Sporting irá continuar a navegar por números, activos e passivos, deixando o futebol entregue ao destino.

SL e viva o Sporting de antigamente.

Leão sem pálas disse...

Um clube que presta vassalagem a um clube condenado por corrupção não tem futuro.
Se a postura do Sporting, relativamente à nova direcção da liga, fosse a de procurar consenso entre todos os clubes por forma a encontrarem uma direcção independente, o primeiro clube a por-se de fora e a revelar-se contra essa estratégia, era o tal clube condenado por corrupção. Se em 25 anos não se aprendeu nada, ou se esteve cego ou a fazer de conta que não se viu, porque dava jeito (a excepção foi Dias da Cunha e para isso não precisou de se tornar "amigo" do Benfica).
E continua a dar jeito. Só assim se entende que as criticas sejam sempre contra o mesmo, mesmo que para isso, esqueçamos todos os bons princípios. Escutas de um processo judicial são divulgadas e só é preocupante que isso aconteça, não merecendo qualquer reparo que elas contenham ofensas ao Sporting.
Jogadores aos pontapés e socos nos túneis ou a agredirem colegas à vista de todos não deviam ser castigados porque foram provocados por... benfiquistas!
Em 4 anos o Benfica ficou sempre abaixo do segundo lugar, porque não tinha nem jogadores nem treinador à altura. É essa a diferença para este ano, principalmente o treinador. Desengane-se quem pense que é por colocar as pessoas certas nos lugares certos. A direcção da liga está lá, salvo erro, há já três anos e isso de nada serviu ao Benfica.
Sempre que o clube condenado por corrupção se vê na iminência de perder, adopta a estratégia de sempre, que é atacar os outros (quase sempre o Benfica)usando de todo o tipo de esquemas.
É triste ver um clube como o Sporting alinhar nisto. E se não é a direcção são os seus comentadores que parecem vendidos nas suas análises.
Acreditem que qualquer benfiquista prefere ver o seu clube, em qualquer situação atacado por portistas ou sportinguistas, do que aplaudido por comiseração como aconteceu ontem no Dragão.
Grave não é ter perdido por 5-2, pois o ano passado o Sporting ganhou ao Porto por 4-0. Estes resultados acontecem. Grave é um treinador sem currículo dar nega ao Sporting e um jogador quase contratado assinar pelo clube que deveria ser o maior rival. E sabem porque eles fazem isso?, porque aguardam a chamada para o clube que lhes garante vitórias (e todos sabemos como o conseguem), não acreditando que o Sporting o possa fazer. Além de que o clube vendedor há-de ter algumas contrapartidas mais obscuras.
E assim eles vão reinando e minando o futebol português.

Jedi Master Atomic disse...

Percebo o que queres dizer mas não podes comparar 15 anos de Roquette e depois 50 anos não roquette. Só podes comparar o mesmo numero de anos. Concordo com o Mario Rui Oliveira.

Já todos percebemos que o projecto Roquette falhou redondamente. Agora precisamos que o projecto JEB não falhe !!!

Anónimo disse...

não esquecer que os titutlos conquistados pelo fcp foram muitos deles para não dizer todos
( a nivel interno é claro ), uma grande roubalheira. O orgulho de ser do sporting não é só a conquista de titulos. está muito para além disso, não temos historial de corrupção activa como os dois clubes que se encontram a nossa frente ( motivo de orgulho ), não temos amigos nos media por nossa conta ( o jogo- fcp , o record e a bola- merda vermelha ), somos um clube que quando ganhou algo nunca ninguem pos em causa, o mesmo não se pode dizer dos nossos rivais ( motivo de orgulho ), e por tudo isto e mais alguma coisa é um orgulho ser do SPORTING

Anónimo disse...

Não é só o projecto Roquette, também é o país de maioria labrega em que vivemos:

Este senhor:
http://twitter.com/ze_sa_fernandes
http://2.bp.blogspot.com/_grSyOiusGZQ/SS28xPVad-I/AAAAAAAAB_k/cXsdDXtB-8E/s400/jose_sa_fernandes_zorate.bmp

que actualmente ocupa um lugar de grande importancia na câmara da Lisboa foi o labrego que meteu o Sporting em tribunal pois queria que os terrenos do antigo José Alvalde fossem transformados em jardins quando a 200 metros da nossa Casa (leia-se estádio) existe o jardim do Campo Grande que está num estado deploravel de conservação e com um numero de visitas irrisório por dia.

Acho bem que se construam novos jardins na cidade, mas quando vejo que neste caso claramente existiu dualidade de critérios deste desonesto intelectual benfiquista - não exigiu o mesmo do tratamento de esgostos que foi construido com media markets ao lado (quando já existia o colombo ao lado) e nunhum jardim - fico a pensar se não existe nenhum Sportinguista advogado que o meta em tribunal por parcialidade e por beneficiar o Benfica in/directamente.

Vejam também a recepção do benfica na câmara de Lisboa e a maneira como este malandro comemora o título. Apareceu em todos os noticiários ontem e é visivel nos seguintes links:

http://sic.sapo.pt/online/video/informacao/NoticiasDesporto/2010/5/benfica-recebido-na-camara-municipal-de-lisboa11-05-2010-104.htm

http://sic.sapo.pt/online/video/informacao/NoticiasDesporto/2010/5/presidente-da-camara-de-lisboa-da-os-parabens-ao-benfica10-05-2010-191725.htm

Anónimo disse...

"Na altura pensava-se que não havia em Portugal lugar para mais de dois grandes clubes"...
Isto é que o busílis da actual situação do Sporting. A questão tornou-se clara quando o Presidente João Rocha veio a público declarar que nas reuniões do Conselho Leonino se advogava abertamente que a estratégia passava por tentar afundar o Benfica numa primeira fase, para numa segunda discutir a liderança nacional com o Porto, quando o Benfica já não mexesse.
O problema da estratégia é que resultou de um erro de avaliação. O Benfica não só não se deixou afundar como voltou com mais força, deixando o Sporting na posição de "elo mais fraco". O 1º a perceber que esta situação colocava o Sporting em risco de sobrevivência se levada ao extremo foi o presidente Dias da Cunha ao assinar o Pacto com o Benfica. Este pacto, embora correcto estrategicamente, acabou por condenar DC à sentença de morte junto dos seus correlegionários.
Em resumo, o Benfica nunca teve uma estratégia de afundar o Sporting, mas está neste momento a capitalizar a situação que resulta dos tiros que o Sporting não pára de disparar nos seus próprios pés.

Leão Revoltado disse...

«Os últimos 15 anos, em que o clube tem andado de braço dado com o FC Porto, cavaram em definitivo o fosso entre o Sporting e os eternos rivais.

Este é o principal problema do SCP dos últimos anos. O ódio que têm ao SLB cegou-os relativamente ao FCP, prestando nalgumas situações vassalagem, e ao invés de uma "simbiose" assistimos a um género de relação de "parasitismo", em que o FCP vai usando o SCP para ter mais força, ora junto da opinião pública, ora junto das decisões tomadas na Liga...

E depois, qdo não precisa, como no caso Ruben Micael, vão lá e "papam-nos"...

Critica-se o Benfica por ser levado ao colo e pomo-nos ao lado do clube das escutas, com factos de corrupção óbvios na sua história...

Que moral é esta?

Antes orgulhosamente sós e sem prestar vassalagem a nenhum!!!

Anónimo disse...

Preferes 1 campeonato ou 50 supertaças? Não se pode comparar assim, 4-Campeonato, 3-Taça Portugal, 2-Taça da Liga, 1-Supartaça, é mais que justo.Faz lá as contas.

Anónimo disse...

Caro leão revoltado, os processos simbióticos nunca são entre iguais, mas existe sempre um organismo que presta serviços a outro e que beneficia da sua protecção.
Os processos simbióticos levados ao extremo, tornam-se endossimbióticos, em que o organismo protector chega a assimilar (comer, absorver) o outro.
Deixo ao seu critério se desejava para o Sporting uma relação de simbiose com o Porto, ou de endossimbiose propriamente dita.

A.C. disse...

A vergonha de socios que param em alvalade a espera de aparecer na tv ficam contentes a aplaudir o ruben micael e o domingos, não querem titulos para nada. por isso é que tb em socios e adeptos o Sporting esta cada vez mais fraco. E é cada vez menos importante a nivel nacional, estão a acabar com os sportinguistas do resto do pais.

Mário Rui Oliveira disse...

LdE

95/96 -15 = 80/81, por isso não incluas o de 79/80 que não conta !

Por isso foi 1 ...

e já agora vê as classificações ...

Achas mesmo que o Sporting está pior agora que antes do Roquette ?

Dezperado disse...

Além de subscrever os comentários do Mario Rui Oliveira, deixo ainda outra questão ao Lde.

Lembra-se quem concorreu nas eleições com o Dr. Roquette???

Acho que não preciso de dizer mais nada.

Tenho 32 anos e foi esta "dinastia" que me deu mais títulos que todas as anteriores.

SL

Jota disse...

Se o Sporting está pior agora do que antes de Roquette? Ora vejamos. Antes dele o Sporting era gerido por amadores, com navegação à vista, e foi para se acabar com isso que surgiu o "projecto-Roquette". Para profissionalizar o clube e para que os gestores fossem responsabilizados pelos seus actos de gestão. O objectivo final era o sucesso desportivo, nomeadamente o futebolístico. Roquette prometeu três títulos de campeão a cada cinco anos. Roquette prometeu (lembro-me bem) um Sporting no top-six europeu.

Quinze anos depois, o que temos? Um Sporting cada vez mais pobre. Nunca o Sporting teve uma diferença orçamental em relação aos seus rivais tão grande como nos últimos anos. O que tem o Sporting hoje? Um estádio grande demais e uma academia que forma talentos para os outros aproveitarem. Entretanto perdemos modalidades com grande tradição no clube e já nem um pavilhão próprio temos. Eu abdicaria de tudo isso em prol de um futebol vencedor. O que, há que conceder, não é manifestamente o caso.

E, entretanto, que tipo de responsabilização é que sofreram aqueles que nos geriram nos últimos 15 anos? Eu não me consigo lembrar de nenhuma.

Se o Sporting está pior do que há 15 anos? Parece-me que sim. Até porque pelo caminho perdemos aquilo que há 15 anos tínhamos para dar e vender: o entusiasmo ("la ilusión", como se diz aqui ao lado).

André Cruz disse...

Quer a Era Roquette quer a era anterior (Sousa Cintra) são igualmente más em termos de troféus.

Concordo no entanto com os comentários acima, enquanto preferirmos e dissermos com orgulho que mais vale que Porto ganhe em vez do Benfica, enquanto festejarmos golos do Porto contra o Benfica, enquanto ficamos contente por ficarmos 4 anos de seguida à frente do Benfica (mas atrás do Porto) o Sporting não evolui.

Tem havido uma celebração da mediocridade nos últimos anos, mas desengane-se quem pense que foi criada pelo projecto Roquette. Eles simplesmente aproveitam-se destes sentimentos de alguns adeptos sportinguistas (os tais que dizem que antes que tudo são anti-benfiquistas), para nos fazer pensar que é óptimo ficar em 2º desde que seja à frente do benfica.

O Sporting tem que se consciencializar que para ser mais forte tem que olhar para os dois rivais em igualdade, como rivais, e não dar preferência a nenhum deles. Porque podem crer que os outros clubes pensam somente nos seus interesses à frente de tudo.

SL,

André Cruz

Ricardo Almeida disse...

Este post colocou o dedo na ferida e todos os contributos são unânimes em afirmar que o nosso Sporting se afunda, por várias razões. À cabeça, o amadorismo na gestão, associada a uma enorme ganância,está a associação aos corruptos. Inadmissível.

Anónimo disse...

Faltou falar dos números do passivo antes e depois de Projecto Soquete.

Luis Magalhães Pereira disse...

Se formos honestos connosco próprios e criteriosos quanto ao legado de princípios e valores que grandes dirigentes do passado nos deixaram, desses 10 títulos, e não retirando a importância e tradição da Taça de Portugal, só 2 é que justificam realmente o seu peso nos palmarés. E esses, os campeonatos, em 15 anos só vencemos 2, já vamos no 2º maior jejum da nossa história e a tendência parece ser claramente e logicamente um maior distanciamento de benfica e porto, e o aparecimento de outro clube a lutar pelos primeiros lugares (braga). Pior: Estão a criar-se (ou já estarão mesmo criadas)as condições para um período hegemónico do benfica, o que para nós sócios e adeptos (mas sobretudo para este bando de dirigentes incompetentes e inqualificáveis) é um cenário muito mais tenebroso do que foi (é)a hegemonia portista.

Depois de 15 anos em que os intérpretes do Projecto Roquette arrasaram este clube desportivamente, financeiramente, patrimonialmente, politicamente, animicamente, em suma institucionalmente, os doutos sócios do Sporting o que fazem? Dão 90% a mais um gestor iluminado do Projecto...

O ultimo a sair que apague a luz...

Olha, até pode ser o omnipresente pós-roquettista Mário Rui!

Flip disse...

Os sportinguistas que se perguntem se a aliança com o fcp, clube que domina totalmente as conquistas nacionais, é uma boa estratégia... o título de 1º ou 2º clube nacional só na cabeça dos mais velhos. O Sporting tem de se habituar à ideia de ser o 3º grande e com a guerra Norte-Sul no auge (vide festejos do Benfica no norte), quem sai a perder.. é o 2º clube do sul.

Anónimo disse...

Não entendo bem qual a razão porque tanto dizem mal de Jose Roquete. Porque se foi embora? Porque dezenas de tarados sportinguistas
o enxovalharam e maltrataram. O seu trabalho não foi bom? Trataram de correr com ele, tendo ido na conversa do Luiz Duque. Afastou-se como eu me afastaria. cometeu erros? quem não os comete? Luiz Duque, ficou e que fez? merda.
O óleo que lubrifica esta maquina é o dinheiro.
Mas num clube cheio de dividas, haverá alguem capaz de investir? Mas pergunto, o futebol dá lucros?
Se não dá lucros, como se pode dizer que se investe?
Coloca-se dinheiro no Sporting, para se receber uns aplausos e os mesmos que os deram na primeira ocasião, enxovalham tudo e todos e foi isso que aconteceu ao Roquete.
Por aqui me fico, por hoje

dá-me nojo disse...

MRO;

O clube está na merda graças ao tal "projecto roquette". E o passivo? Em quinze anos foi multiplicado por quantos? Por 12???

Tenham juízo, seus sabujos roquetteiros! O Sporting caminha a passos largos para ser um 2º Belém, e este cabeça de giz é só mais um a juntar à lista de coveiros plantada no clube pela Banca.

João Pedro disse...

Luis Magalhães Pereira,

Até aposto que o MRO, (seja sob esta identidade ou via algum pseudónimo) vai conseguir transubstanciar um passivo colossal em algo de benéfico.

Sporting até morrer disse...

Boas,

Passados estes anos, pior que a criação da SAD, julgo que o grande erro da gestão Roquette foi mesmo a aposta na construção do Estádio + Academia.

Poderiamos ter apostado apenas numa destas estruturas, ou se calhar mesmo em nenhuma pois a situação já não era famosa na altura.
Julgo que se deveria ter optado pelo projecto da Academia mantendo o velhinho estádio de Alvalade, mas a gestão irresponsável optou por comprometer o futuro do clube.


Curiosamente e contrastando com o projecto falhado nos seniores, os escalões de formação do Sporting tornaram-se desde 95/96 em verdadeiros coleccionadores de títulos apenas com oposição por parte do Porto.

Juniores:
Sporting = 5 títulos
Porto = 3 titulos
Boavista = 3 titulos
Benfica = 2 titulos
Alverca = 1 titulo

Juvenis:
Sporting = 5 títulos
Porto = 4 títulos
Benfica = 4 títulos
Boavista = 1 título

Iniciados:
Porto = 6 títulos
Sporting = 4 títulos
Guimarães = 1 título
Benfica = 1 título

Infantis:
Sporting = 1 título
Benfica = 1 título

TOTAL:
Sporting = 15 títulos
Porto = 13 títulos
Benfica = 8 títulos
Boavista = 4 títulos
Guimarães = 1 título
Alverca = 1 título

SL

RFM disse...

Ainda falta inumerar o défice astronómico e Bem Mais GRAVE a perda de Patrimonio.

Mas afinal vejo aqui malta muito jovem. Nunca souberam o que era a Força do Leão nem nunca ouviram as BUZINAS a tocar em Alvalade.
Contentam-se com ossos enquanto outros comem a carne. É um adiar de ano para ano. Siga a roda.
O Cabeç de Giz a que sabe como é...Vai vir mais uma época para esquecer. Depois falamos.

Anónimo disse...

Falta vender a ACADEMIA...logo vai.

O edifico-sede (vendido)já está no papo do FSF.

Anónimo disse...

Apostem nos banqueiros que o Titanic versão II aproxima-se a passos largos.
O velho dos olhos rebelgados trata do funeral mais o Ricardo Salgado.

Triste..Triste é ver uns catraios Novitos a tomar conta dos destinos do SPORTING.Ainda por cima veêm estas maldades todas e votam neles. É preciso serem Burros ao quadrado.

Anónimo disse...

E o dinheiro das vendas de Nani, Cristiano Ronaldo, Hugo Viana, Quaresma, Simão, etc.... Para onde foram parar?
Provavelmente para os bolsos destes "bons" gestores por prémios.

Nunca ninguém perguntou por isto???

Alex Roca disse...

É evidente que se pode criticar muita coisa. Obviamente que "a dinastia" fez muita burrada. Mas os outros também fizeram. Ou não?

Aqui trata-se de tentarmos ser racionais!

Desde a época dos 5 Violinos que não dominamos o futebol português. Podemos ganhar alguns títulos mas não temos um ciclo de vitórias sustentado.

Portanto virem para aqui dizer que os sportinguistas mais jovens são resignados é uma treta.

Mais...se a situação do Sporting é esta deve-se às gerações mais antigas. Ou deve-se aos putos resignados? Nasci em 1983 e só vi o Sporting campeão em 2000. Eu e os outros putos resignados!

É óbvio que agora começamos a sentir na pele os burrices de décadas e décadas. Menos adeptos, menos recursos financeiros, menos notoriedade nacional e internacional, etc. O Belenenses não caiu de um ano para o outro...foi caindo!

Portanto, virem-me dizer que o Sporting antes do Roquette era uma maravilha e depois foi um amontoado de asneiras...é mentira! Foram épocas diferentes e épocas más! A não ser que tenham vivido no auge dos 5 Violinos...aí calo-me!

Penso que o Sporting necessita de um novo lema. A situação financeira, desportiva e social do Sporting assim o exige. "Sporting até à morte!" ou algo do género... É preciso lutar, lutar muito, para o clube voltar a ser um vencedor consistente!

Por último, também não aprecio a suposta aliança aos tripeiros. Para mim são todos rivais. Detesto quando me vêm com a treta que preferem o Porto ao Benfica. Isso é uma estupidez. Se não ganhar o Sporting o campeonato é uma merda!

Saudações Leoninas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...