quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Paulo Sérgio sobre Stojkovic. Vale a pena ler

Eis uma declaração de Paulo Sérgio, treinador do Sporting, sobre o ex-guarda-redes leonino Stojkovic, emprestado ao Partizan de Belgrado, publicada hoje no diário "O Jogo", que diz muito da qualidade profissional da gestão de recursos humanos no futebol do Sporting actual: "É uma situação complicada... Não o conhecia, sabia de algumas histórias, mas o que está para trás, a mim não me diz nada. Comecei a conhecer o Stojkovic, com quem me dei lindamente. Em termos de empenho e de ligação social, não tenho nada a apontar. Comecei a ver as suas qualidades. Tecnicamente não cumpre com os requisitos que a boa escola manda, mas tem outras coisas: é eficaz, muito grande e ocupa muito a baliza. Numa altura em que pensava que íamos ficar com o Stoi, apareceu a hipótese da Sérvia, sobre a qual ele não falou comigo. Não me perguntou: 'Paulo, contas comigo? Tenho hipótese de lutar pelo lugar?' Não houve esta conversa, meteu na cabeça que queria ir e decidiu com o director do futebol, o Costinha. Tomou essa decisão. Nem um 'até amanhã', mas não lhe levo a mal. Seguiu a vida dele. Mesmo não tendo esses requisitos técnicos, tem potencial para ser guarda-redes do Sporting no futuro próximo."
Pois é. O rapaz, com quem o treinador se deu "lindamente", lá foi porque "tomou essa decisão". E o Sporting paga-lhe 80% do ordenado de 45 mil euros no final do mês. Isto é real ou não passa de um pesadelo sobre o meu clube?...

10 comentários:

Gonçalo Correia disse...

Defendam o stojkovic agora.. O carácter dele ficou bem á vista.. Ele queria sair, a todo o custo, e eu até percebo. Com o ritmo com que está(até na sérvia ja perdeu a titularidade para o..suplente do leiria) de jogo, dificilmente tirava o lugar ao Rui. Assim, tem hipotese de fazer uma grande campanha no campeonato sérvio e na Liga dos Campeões. Para o ano ou fica no plantel(para ser opçao a serio) ou é vendido.. Creio que se irá valorizar bastante..

Mas o facto de, estando a ser suplente, não falar com o treinador, nao se colocar á disposição dele e não ser capaz de lutar pela titularidade como deve ser, acho que mostra muito do que ele é.. Com Rui e com o Timo(que assinou por um ano.. stojkovic volta no próximo?) a baliza está bastante bem entregue este ano.

Preocupa-te com outras lacunas no plantel.. E com o facto de se Evaldo,Matías Fernandez e Liedson tiverem algum azar(alguma lesão) serão Grimi, Tales e Postiga os seus substitutos..

Campo Grande disse...

Estou esclarecido, LdE!

José Pedro disse...

Volta Sousa Cintra, estás perdoado!

Anónimo disse...

Mas estamos onde? No Paços de Ferreira??????

Anónimo disse...

Mas estamos onde? No Paços de Ferreira??????

Anónimo disse...

Das duas uma: ou o Paulo Sérgio é um verbo de encher, ou o Costinha não defende os interesses do Sporting! Passa pela cabeça de alguém que o Sporting contrate um G. Redes por um prémio de assinatura de 2 milhões e dispense outro a quem paga 80% do ordenado? Isto no Porto jamais aconteceria. assim se percebe a razão do JEB ganhar 400 mil por ano. É um belo prestador de serviços, mas para os outros. Vergonha.

Jota disse...

Há uma palavra que define a gestão do futebol do Sporting: desorientaçãototal. Nada parece ser feito de forma pensada, tudo parece feito ao sabor do vento. Contratam-se jogadores que não jogam em mais lado nenhum. Contratam-se jogadores que o treinador não pede. Não se contratam jogadores que o treinador pede. Deixa-se sair jogadores que faziam falta. Mantêm-se jogadores que não fazem falta nenhuma. Maltratam-se jogadores que sempre tinham sido bons profissionais. Aposta-se em jogadores que não têm nada que os recomende. Treinador, director-desportivo e presidente, cada um diz uma coisa, muitas vezes completamente diferentes entre si. Não se gasta 10 ou 12 milhões em jogadores que depois podiam sair por 20 ou 25. Mas gasta-se 4 ou 6 milhões em jogadores que sairão de borla, ou quase, porque não têm valor. O Sporting é um clube rico. Porque só os ricos tratam o dinheiro com tanto desprezo.

porta10a disse...

Ó LdE,
mas Stoj, por algum acaso desta vida, tem lugar em algum lado a não ser na selecção do seu país?
Tenham juízo que é coisa que o homem não tem.
Se ele decidiu que queria ir, o que é que se podia fazer? Acorrentá-lo? Contrariá-lo? Para ele fazer o que já fez em situações anteriores?

Relativamente ao empréstimo e à percentagem do ordenado que o SCP lhe paga, digo: é demasiado considerando o jogador que é!
Se o clube que o recebeu deveria pagar todo o seu ordenado? Devia!

Mas, como dá para perceber, Stoj nunca será alguém no desporto ( e se calhar na vida )

SL

JC disse...

Está na hora, Snr. Leao da Estrela, de fazer um artigo a insurgir-se sobre o "atraso" de Vukcevic no regresso da selecção, salientando a indisciplina do jogador e a má gestão do director desportivo e questionando a forma como é feita a gestão do atleta.

E não se esqueça de outro artigo a malhar no departamento médico do clube, por causa do joelho do Izmailov.

Anónimo disse...

Eu só pergunto: quem lhe pegava? Melhor: quem lhe pegou? Teve imensas oportunidades de se afirmar quando emprestado,se se considerava o melhor GR da Europa. Só dá para rir.
Só cá é que se engole esta gabarolice. O raio que o carregue.Ai de nós se ele cá ficasse.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...