terça-feira, 7 de setembro de 2010

O esgotamento de Madaíl

Não sei se foi inédito. Mas deve ter sido. Pelo menos, não me lembro de uma situação semelhante. Na Noruega, a selecção de Portugal apresentou um "onze" inicial sem um único jogador do Sporting, do Benfica ou do FC Porto (e o único que acabaria por entrar, nos minutos finais, foi o brasileiro do Sporting Liedson, entretanto naturalizado). Se os designados "três grandes" não se fizeram representar na selecção principal de Portugal terá sido pelo facto de terem vendido as pérolas nacionais, que trocaram por jogadores estrangeiros, muitas vezes sem categoria internacional. Dá para reflectir.
Independentemente disso, ou talvez não, a verdade é que o famigerado "piloto automático" da selecção nacional voltou a não funcionar e Portugal perdeu na Noruega. E, assim, já se perderam cinco pontos em seis possíveis, perante adversários teoricamente inferiores. E enquanto a selecção de Portugal está mergulhada num caos, com a campanha europeia 2010-2012 seriamente comprometida, os responsáveis federativos andam entretidos com candidaturas ibéricas à organização de um campeonato do mundo daqui a dez anos...
O que queremos saber é muito simples: a que horas é que o eterno presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Gilberto Madaíl, vai apresentar a sua demissão?... É que o homem - que poderia ter gravado o seu nome num dos pedestais mais altos da história da selecção nacional - já não tem mais nada para dar ao futebol português a não ser os espectáculos rafeiros a que temos assistido. Dentro e fora dos relvados.
Gilberto Madaíl e os seus pares - como o inefável Amândio de Carvalho, que por lá anda desde a ressaca de Saltillo... - denotam um esgotamento que é irreversível. E o problema só se resolve se todos forem democraticamente removidos. Será que o secretário de Estado Laurentino Dias quer dar uma ajuda?...

7 comentários:

Jedi Master Atomic disse...

Porque o Pedro Mendes está lesionado, o Liedson não se sabe porquê é suplente do grande jogador Hugo Almeida e o Silvio (quem é este?) é convocado em vez do João Pereira.

Anónimo disse...

BEM FEITA FILHOS DA PUTA!!!!!!!!! DEVIAM ERA TER LEVADO 10-0!!!

Anónimo disse...

Tem razão é precisa uma forte vassourada para que os ratos saiam da toca: vergonhosa a gestão da FPF principal responsável pelo contrato multimilionário que temos todos que pagar a Queirozes Agostinhos etc etc

Luís Ferreira disse...

Madaíl está agarrado ao tacho com as duas mãos!!!

Anónimo disse...

Aí está mais uma golpada do SISTEMA. O "mágico" J. Oliveirinha provocou o número, os "palhaços" deram a cara, o futebol português foi ridicularizado mas Queiroz caiu apesar de ter feito alguns fretes como o de Maunuel Fernandes. Agora abre-se a porta para movimentar mais uns contratos, para colocar um seleccionador mais maleável. Tudo à medida do POLVO. Parabéns Oliveirinha. És o maior. Quem sabe, sabe e tu é que sabes. E o povo, pá? Quer mas é dinheiro para comprar um carro novo! Quer lá saber dos "artistas" desta vida, que manipulam tudo e todos a seu belo prazer e são intocáveis.

Luis Magalhães Pereira disse...

O que queremos saber é muito simples: a que horas é que o eterno presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Gilberto Madaíl, vai apresentar a sua demissão?...

LdE,

Na mouche, como quase sempre!

É bom, para variar, reflectir sobre outro (s) assunto (s) para além do Sporting - o nosso grande amor!

Em relação à FPF/Selecção Nacional não haverá muito a reflectir apenas decisões urgentes a tomar!

Madail é como a maioria dos dirigentes desportivos em Portugal alguém que não presta contas a ninguém, e tal como a maioria dos dirigentes desportivos em Portugal é um incompetente é um medíocre. A diferença é que ele é um lacaio do mega-corruto Blatter o que lhe tem valido uma assistência e uma ascensão impagáveis na FIFA e igualmente na UEFA. Daí Portugal ter igualmente ganho o EURO 2004, facto que transformou (da noite para o dia) a FPF numa Federação abastada

A gestão desportiva desportiva imprimida por Madail é totalmente inapta e a forma como comunica rivaliza com o pior dirigente duma Associação regional de Futebol (de Aveiro, talvez...).

Madail é um caso de paradigmático de promiscuidade entre poder político e futebol e exerce a sua função com total incompetência e imprudência.

Penso que a sua demissão juntamente com a demissão das restantes múmias que o acompanham já só peca por tardia e inadiável.

Eu que nunca concordei com a contratação de Queiroz (um bluff como técnico principal) e também acho que esta direcção da FPF pelas posições que tomou entra numa contradição total se quiser despedir Queiroz! Mas pode ser que os resultados desportivos ajudem Madail e Cª...

Já sobre o boavisteiro e "pastelão insuportável" Laurentino e a sua conduta ao longo deste processo kafkiano algo haveria a dizer, mas nem vale a pena!

Neste país a máxima parece ser:

ÉS MEDÍOCRE, INCOMPETENTE E SUBSERVIENTE? ENTÃO ESTÁS CONTRATADO!

Campo Grande disse...

O Laurentino sofre pelo Benfica... Penso eu de que...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...