quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Auditoria externa. Sócios querem. Bettencourt não



Não há relatos fidedignos do que se passou na última Assembleia Geral do Sporting Clube Portugal, porque os meios de comunicação social estão proibidos de participar. Mas um vídeo disponível no Youtube, e que o LEÃO DA ESTRELA encontrou no blogue A Última Roulote, mostrando a intervenção do associado Vítor Espadinha, revela que os sócios leoninos querem uma auditoria externa às contas do universo sportinguista. Quando Espadinha exortou José Eduardo Bettencourt a pedir a auditoria, "porque a responsabilidade de aniquilar uma grande instituição não pode morrer solteira", os aplausos fizeram-se ouvir. Contra a vontade de Bettencourt, de Dias Ferreira e companhia. Clique no vídeo para ver e ouvir.

7 comentários:

aNNóNNimo disse...

LdE

Ninguém imaginava que o 5p0r71ng fosse um clube TÃO grande ... 29 000 Km2.

É obra! Foi realmente mal vendido!

Anónimo disse...

Este video tem cá um interesse,que até me espanta.
Então o sócio V.E. não sabe o nome das pessoas,e não sabe que as contas são auditadas?.
Canta,canta.
Sim eu sei que tudo são recordações,sim eu sei é triste viver de ilusões.

Luís A. disse...

Perante o silêncio cúmplice com que a Direcção do SCP e a maioria dos comentadores afectos ao clube de Alvalade acompanharam, nestes últimos anos, os castigos do processo do Apito Final e as absolvições do Apito Dourado, muitas vezes me tenho perguntado: será que já não há sportinguistas decentes, que não confundem o RIVAL com o INIMIGO?


Nestes últimos anos, depois de Dias da Cunha ter denunciado o SISTEMA e ter chamado os bois pelos nomes, a cumplicidade com o FCP por parte das direcções que se lhe seguiram (Filipe Soares Franco e, agora, Bettencourt) foi demasiado evidente: o inimigo era o Benfica e tudo o que servisse para atacar o Glorioso era bem-vindo, nem que para isso tivessem que pactuar com a batota e associar-se ao clube cujo presidente se gaba de ter deixado Bettencourt de mão estendida e lhes levou o Ruben Micael, o Moutinho e mesmo o treinador que eles julgavam que iam exibir este ano como um D. Sebastião: o Villas-Boas. E tudo o Porto levou!


A cumplicidade era tão grande que houve quem julgasse que a sigla SCP queria dizer Sporting Clube do Porto! Até ao ano passado, o SCP calou-se: não comentou os escandalosos resultados do Processo, não falou das escutas, pactuou com arbitragens indecentes, porque teve o segundo lugar garantido, e porque alguns sportinguistas sem brilho nem brio preferiam um segundo lugar várias vezes do que um primeiro de vez em quando! Desde que o Benfica ficasse atrás! Esta cegueira e esta obsessão reduziram o nosso grande rival a um clube de bairro, mergulhado numa crise de onde não se vê como vão sair, condenado a disputar um lugar na Europa ao Braga, ao Vitória de Guimarães ou ao Marítimo.


Mas, desde o ano passado, a coisa ganhou foros de delírio. Perante a evidência de um futebol brilhante, um treinador vitorioso e uma equipa confiante e ganhadora, que passeava a sua superioridade e sua classe pelos relvados, e que, sem batota, teria deixado os outros clubes muitos pontos atrás, era preciso arrasar o RIVAL, apoiando a vergonhosa campanha do FCP, matraqueada todos os dias com mentiras repetidas sobre os túneis e o andor, e que, à falta de argumentos, ressuscitava a indecorosa campanha contra o Calabote e reeditava a caluniosa campanha do “Clube do Regime”!
Nos tempos da Guerra Fria, os comunistas chamavam, com desprezo, aos que os apoiavam sem pedir nada em troca os “Idiotas úteis”. E, desde o ano passado, houve comentadores que se prestaram miseravelmente a essa vassalagem.


Ora, de há umas semanas para cá, quiçá por efeito da divulgação das novas escutas, houve alguns sportinguistas que acordaram e devolveram a decência à instituição: foi o caso do Jorge Gabriel, do Daniel Oliveira, do Alfredo Barroso e do José Diogo Quintela, que assinaram nos jornais e proclamaram na rádio que as escutas os indignavam e que, ao contrário do que outros vendem, a equipa do Sporting também foi prejudicada por arbitragens viciadas que a afastaram do título em épocas recentes. Aleluia! É tempo de os sportinguistas, mesmo que a sua Direcção se cale, perceberem que só poderão voltar a ser um grande clube quando a VERDADE DESPORTIVA voltar ao futebol, e isso implica aliar-se ao Benfica na luta pela independência dos órgãos que irão superintender à Arbitragem e à Disciplina e à decência dos seus membros, na próxima estrutura da Federação!


Sem isso, os nossos clubes vão continuar a ter que redobrar o esforço desportivo e financeiro para ganhar no campo contra todas as forças que, dentro e fora dele (a violência à volta dos estádios, os corredores do poder, os túneis, o apito e as bandeirinhas) fazem todos os possíveis para incendiar Lisboa e manter o poder no Norte.
ACORDEM LEÕES! OU SERÁ QUE ACHAM QUE, PARA ELES, VOCÊS NÃO SÃO MOUROS?!


António Pedro Vasconcelos

Luis Magalhães Pereira disse...

Caro LdE,

O sócio Vitor Espadinha deu uma excelente contributo para a AG, no seu estilo honesto, humorístico mas sempre sincero e verdadeiramente Sportinguista.

Levantou 2 questões importantíssimas que são 2 pecados capitais apontados à gestão SADica (desde Roquette até JEB) ou seja

A) Venda de património imobiliário no clube.

B) AUDITORIA às contas do universo de empresas do Grupo Sporting.

Isto escrevi eu em Jan/2008 no Blog Centuria Leonina e infelizmente ainda está actual:

Luis disse...

Meus caros,

Em 1º lugar este post de FFN "põe a mão toda na ferida"!Finalmente!

Trabalhei 10 anos no sector Imobiliário e como se diz num comentário, e muito bem, se há área económica onde se ganha(muito) dinheiro neste país é no Imobiliário!

Acompanhei com muito interesse todo o processo do "projecto Roquette"(p.r.) participei em todas as A.G.'s e digo-vos: sempre achei a base estratégica do projecto megalómana e a única coisa com que sempre concordei foi a Academia!

Até hoje tenho a enorme Mágoa de ter votado favoravelmente o p.r. naquela A.G. de 1997(?)! Votei contrariado, tive sempre a sensação de que o nosso clube podia estar a ser vitima do maior "golpe" da sua centenária história, e infelizmente não me enganei!

Os terrenos deviam ter sido vendidos a 600/750 €/m2, o que daria no minimo e para os 109.000m2 um valor de 65,4 M€ ( quase mais 20 M€ do que vamos receber!) e no máximo 81,7 M€ (quase o dobro do que vamos receber!).

Pois bem, eu não chamaria a isto um grande negócio para a MDC, isto é GESTÃO DANOSA!!!!!

Se o negócio da venda dos terrenos tivesse sido realizado por valores normais de mercado não teria sido necessário o famigerado Project Finance nos moldes leoninos (para o "sindicato bancário", claro está)em que foi constituido e que liquidou o património do clube e "handicapou" a Instituição a médio/longuissimo prazo!

"Curiosamente" o tal "sindicato bancário BES-BCP" sempre esteve bem representado (desde 1997) nos órgãos sociais do clube o que não pode ser uma coincidência, pois tanto Roquette, Dias da Cunha (BCP) e agora FSF(BES) mais não fizeram/fazem do que assegurar a manutenção do "negócio" à custa da ingenuidade e da paixão dos sócios e adeptos do SCP!

É esta a verdade!

Depois de se varrer com o refugo do Projecto Roquette e sobrar uma coisa que em tempos se chamou Sporting Clube de Portugal faça-se a qualquer custo/preço a tal Auditoria para se perceber quem é que enriqueceu à conta do Sporting, responsabilize-se essas pessoas e vá-se até ás últimas consequências, custe o que custar, doa a quem doer!

Sirvam a Instituição SCP, mas por favor não louvem quem objectivamente ou subjectivamente se serviu/serve-se dela!

VIVA O SPORTING

zé maraca disse...

As contas estão auditadas, caro anónimo?

As da SAD estão "auditadas", mas...

ENTÃO E AS OUTRAS 18(!) EMPRESAS DO GRUPO SPORTING? ONDE É QUE ESTÃO AUDITADAS?!

Caro anónimo, não lance areia para os olhos dos sócios!

Anónimo disse...

Sim sr. o nosso espadinha parecia o d!Artacão...

Anónimo disse...

Quem é o Vitor Espadinha?
Ponta de lança?,defesa ?.
Ah,já sei.
Como já não canta nem encanta estava a precisar que alguém o ouvisse.Escolheu foi mal o local,pois as assembleias não são o Parque Mayer.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...