sexta-feira, 5 de novembro de 2010

A marca de Dias da Cunha

O tempo é o melhor juiz da história. E num fim-de-semana em que FC Porto e Benfica se defrontam, importa que os sportinguistas pensem nisto. Tendo em consideração a conjuntura do futebol português e os resultados obtidos, António Dias da Cunha foi o melhor dos quatro presidentes do Sporting na primeira década do século XXI. Foi campeão nacional (na última vez em que o clube foi campeão, em 2001-2002) e levou o Sporting à final da Taça UEFA, algo que só acontecera nos anos da década de 1960. Mas não foi pelas conquistas desportivas que Dias da Cunha deixou a sua marca no clube e no futebol português. Não é por acaso que, ainda hoje, passados seis ou sete anos, quando alguém fala em "sistema", lembra-se do presidente do Sporting António Dias da Cunha e da sua cruzada contra o sistema corrupto que então dominava o futebol português, tendo como seus rostos Pinto da Costa e Valentim Loureiro. O que resultou num escândalo que evidenciou as graves fragilidades da justiça portuguesa, incapaz de entender o que se passa nos bastidores do futebol. Depois de Dias da Cunha, instalou-se no Sporting um regime de dependência do FC Porto e de Pinto da Costa. E o clube leonino desapareceu dos jogos de poder do futebol nacional. O que Pinto da Costa fizer estará bem feito. Lamentável, obviamente.

9 comentários:

Jaime disse...

Meu caro,

Foi a opção que, lamentavelmente, tomaram...
E não é só no futebol. Este fim-de-semana, disputam-se mais 2 Benfica-Porto: Andebol e hóquei. Ambos com o 1º lugar dos respectivos campeonatos em disputa. E já na passada 2ª feira, houve Benfica-Porto na supertaça de Basket, ganha pelo Glorioso.

Seria justo acrescentares que não foi uma batalha que Dias da Cunha travou sozinho, por muito que te custe...

Segue link para notícia antiga mas que complementa o que escreveste.

http://www.movimento.gloriosasfera.com/2010/11/marinho-neves-fazia-relatorios-para.html

Cumprimentos Benfiquistas

Filipe Fernandes disse...

Típico discurso de um adepto benfiquista.

Joseph Lemos disse...

Pena que só muito recentemente meia duzia de sportinguistas abriram a pestana.
Os outros continuam com palas e logo que seja o Benfica prejudicado até batem palmas ao Gangster da Costa.
É por essas e por outras que cada vêz mais estão perto da ''belenização''. É o que dá cegueira e a ignorância.

Ricardo Almeida disse...

O melhor presidente do Sporting, concordo. Com JEB andamos a lamber o olho ao Corrupto da Costa.

Anónimo disse...

curioso não haver nem um comentário... será consciência pesada?! A malta toda ajudou o sistema a correr com ele e agora é o que se vê... no fundo o importante era ficar à frente do benfica...

Amaral Gourgel disse...

Tem razão sim senhor....

José Pimenta disse...

Pois é, mas depois foi fazer uma aliança com os corruptos lampiões, que são a outra face do sistema e com isso ajudou-os a ser campeões. Quando é que os presidentes do nosso clube deixam de ser otários e rumam a uma política de intransigent...e defesa dos interesses do Sporting contra tudo e todos, se necessário?
João Rocha foi o último presidente a sério que tivemos.

Mário Dinis disse...

É preciso ter memória! O Dias da Cunha antes deste murro na mesa era presença assídua nas Antas e chegou inclusive a ser filmado com um cachecol do porto num jogo das competições europeias. Isto sem contar com os boatos(que não passam disso... mesmo) que surgiram sobre a sua cumplicidade com pinto da costa com as irmãs salgado. Para mim presidente nestes últimos 30 anos só houve um, João Rocha que desde cedo topou a máfia que aí vinha. E para quem leu a ultima entrevista do Pimenta Machado sabe quem é que foi o melhor presidente do futebol português e que mais resistiu contra tripeiros e orcs. SL

Anónimo disse...

Ai agora já é bom????

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...