quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Bettencourt demora ano e meio a formar estrutura

"[José Couceiro] vem trazer valor acrescentado à estrutura do clube."

"[Com a integração de José Couceiro] fica concluída a reestruturação do Sporting. Faltava um responsável pelo pelouro do futebol."

"O Sporting, como um todo, tem o seu modelo organizacional completamente definido e com total transparência. José Couceiro será o director-geral da Sporting Clube Portugal SAD, com responsabilidade na área técnica, chefiada por Paulo Sérgio, e na direcção do futebol, liderada por Costinha."

"As conversas com José Couceiro decorrem há mais de um mês. É inédito que se tenham realizado cerca de cinco reuniões aqui no Estádio [de Alvalade] sem que nada se soubesse, e congratulo-me por isso. É a prova de que é possível e foi fácil tratar de tudo com confidencialidade, sem ter pedido segredo a ninguém. O valor da marca Sporting começa a ser sentido pelos seus colaboradores."

"José Couceiro não vem fazer nenhum milagre. Ninguém neste clube faz milagres, procuramos dar o nosso melhor. O que espero é trabalho e dedicação."

"[A estrutura do clube] era curta para atingir os objectivos pretendidos."

José Eduardo Bettencourt, na apresentação de José Couceiro como director-geral do Sporting, 22-12-2010
Foto: Bruno Fernandes ("Record")

7 comentários:

Hugo disse...

Foi exactamente a primeira coisa que me veio à cabeça quando li a notícia. Um ano e meio para se escolher um homem?!

Camilo disse...

Agora, neste defeso, era o nosso capitão: MANUEL FERNANDES!!!

Carlos Coutinho disse...

Não foi um ano e meio para trazer um homem...foi um ano e meio para restruturar um clube e incutir-lhe um novo modelo organizacional e modelo de governance.

Gostei muito de ver a conferencia de imprensa em directo onde isso foi explicado...estou a gostar menos de ver as noticias que resumem muito mal o que foi dito.

Toda esta organização não marca golos...mas ajuda! Esperemos que tenham sorte e que nos tragam muitas alegrias.

FORÇA SPORTING

Juve Leo Aveiras disse...

Este Carlos Coutinho deve andar a mamar algum para vir para aqui defender vendidos e derrotados. É MAIS UM DOS QUE ANDAM HÁ 2 ANOS CONTENTES COM O DESCALABRO DESPORTIVO E FINANCEIRO DO SPORTING.Vai cavar batatas pá!

Hugo disse...

Caro Carlos, e um ano e meio para reestruturar o clube não será também tempo demais? Ou será boa política acabar a reestruturação e nomear um director para o futebol (não eram essas as funções do Costinha?) a meio de uma época?

Anónimo disse...

Finalmente está finalizada a reestruturação da gestão. Já é um pouco tarde, não acham? SL
De q.das formas que venha a conseguir bons resultados a começar por Izmailov. Ulisses

Carlos Coutinho disse...

Hugo, acho que é tempo razoável. Quem já assistiu a processos semelhantes em empresas constata que não pode ser muito diferente...

Quanto a nomear um director para o futebol a meio de uma época, não é bem assim. O Costinha é, foi desde o inicio da época e vai continuar a ser o director para o futebol sénior. Sempre com as mesmas responsabilidades. A função que agora foi preenchida diz respeito a um director geral para todo o futebol do sporting (ligação entre dir. futebol e administração; ligação entre equipa sénior e academia/ formação, etc.) que, até ao momento, era desempenhada pelo próprio JEB.

A justificação que deram na conferencia de imprensa para o novo director geral chegar só ao fim de 1 ano e meio, tem a ver com o facto de terem preferido montar a casa toda primeiro e "preparar o lugar" para quem chegue ter condições de o desempenhar, ao invés de contratar um director geral só por contratar, antes de estarem criadas as condições. parece-me razoável.

Resumindo, parece-me uma estratégia bem montada, só falta saber se as pessoas são as mais adequadas ao postos de trabalho. Sinceramente onde tenho mais confiança é no Costinha a drector do futebol. Nos outros 2...o tempo o dirá.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...