terça-feira, 15 de março de 2011

Pedro Baltazar está de parabéns. Mas não serve

Pedro Baltazar está de parabéns. A sua campanha de marketing, nomeadamente na imprensa, é perfeita. Tão perfeita que, olhando à conjuntura do Sporting Clube de Portugal, assentaria como uma luva em qualquer candidato. Mas o patrão da Nova Expressão tem um problema. É um caso de um mau produto com um excelente marketing. É um mau candidato, pois representa mais do mesmo simulando uma mensagem de ruptura. Até troca "sportinguistas" por "benfiquistas", como aconteceu no debate realizado no Solar do Norte. Porque Baltazar não tem a paixão que os seus anúncios sugerem. É uma ruptura sugerida que o outro candidato da continuidade, Godinho Lopes, agradece, mesmo quando Baltazar diz que o seu parceiro não percebe nada de futebol. Ao contrário do que diz a sua propaganda, com Pedro Baltazar, o Sporting iria olhar ainda mais pela banca e ainda menos pela bancada. A começar por Daniel Carriço...

2 comentários:

Leopinião disse...

Convém relembrar aos mais esquecidos que Pedro Baltazar foi, num passado recente, Administrador da SAD e Conselheiro Leonino, eleito nas listas da continuidade de Soares Frano, primeiro e Bettencourt, depois.
Votou a favor da venda do património não desportivo, das VMOC`s e apoiou sempre uma SAD autónoma e desligada do Clube, juntamente com Miguel Ribeiro Teles e Rita Figueira.

Convém igualmente recordar aos mais esquecidos que os "grandes conhecimentos de futebol e do mercado" de Pedro Baltazar de nada serviram ao Sporting: não fomos Campeões enquanto foi Administrador da SAD e tivemos um prejuizo de milhões de euros na gestão desportiva (compra, rentabilização e venda de jogadores) levada a cabo.

Será que Pedro Baltazar quer mesmo ser Presidente do Sporting (Clube)? Terá paciência para se deslocar às festas de aniversário dos Nucleos mais importantes? De dançar o vira com as velhotas e ser lambusado com beijocas? De ir assistir aos jogos das modalidades por esses pavilhões espalhados pelo País? Não me parece...

Relativamente à lista para o Conselho Directivo, terão os seus integrantes dispostos a abdicar das suas profissões para se dedicarem ao Sporting? Ou será que apenas terão 1 hora por dia para dedicar ao Clube, como Soares Franco? O que me parece é que, a serem eleitos, teremos (mais um) Conselho Directivo à margem do dia a dia e da vida quotidiana do Sporting e que, actualmente, não nos podemos dar a esse luxo...e serem "giros" não chega!

E em relação à Assembleia Geral? Existe a garantia que Pedro Santana Lopes fique até ao fim do mandato? Ou um qualquer "chamamento social democrata" o fará desertar para, segundo o próprio, um "desafio mais importante", tal qual como à uns anos atrás?

Em resumo, estamos perante uma lista relativamente credivel mas pouco sólida, que conhece mal a realidade do Clube e que tem um candidato com mais vontade em ser Presidente da SAD do que pópriamente Presidente do Clube. Um homem que sempre foi mais virado para os accionistas do que para os Sócios e que sempre defendeu nos últimos anos os interesses dos accionistas em primeiro lugar.
Por tudo isto é melhor não votar Pedro Baltazar!!

Pedro disse...

Quando ao Solar do Norte, todos os Sportinguistas ficaram a saber que os candidatos são todos contra os jogadores utilizarem chuteiras vermelhas. Achei esse tópico importante para o sucesso do SCP.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...