sexta-feira, 19 de agosto de 2011

A arbitragem portuguesa está podre


O militar João Ferreira, coitado, não resistiu à pressão do presidente do Sporting, Godinho Lopes, e anunciou que desistiu de arbitrar o Beira Mar-Sporting, a contar para a 2ª jornada da I Liga Portuguesa. Não me lembro de semelhante atitude. E os artistas do costume, reunidos na APAF, associação corporativa que só sabe proteger a merda que os árbitros fazem no futebol português, já vieram a público prestar-lhe solidariedade. São os mesmos que se calaram quando o mesmo João Ferreira validou um golo do Paços de Ferreira marcado com a mão, em Alvalade, que roubou ao Sporting o título 2006-2007.
Ao ter desistido de apitar o Beira Mar-Sporting, João Ferreira só revela uma coisa: estava com a consciência muito pesada, mesmo antes do jogo começar. Portanto, não estava disponível para mais um trabalhinho... A sua desistência revela também muita falta de coragem. E dá razão às queixas da nação sportinguista. A arbitragem portuguesa está podre.

15 comentários:

Álamo disse...

Falta de coragem ?!...
Tenho pena, mas não acredito, nessa versão!...
A dimensão desta novela estará muito acima disso. Ao invés, haverá em tudo o que está a acontecer muito maquiavelismo!...
Vamos deixar desenvolver a trama e veremos quem tem razão !...
SL

Joana Cardoso_29 disse...

o penalty inexistente no no jogo com o Gil, que dá o empate ao fcp, só dá razão ao sporting.
paulo bento é que os conhecia bem quando dizia que era preciso fazer a vida negra aos incompetentes da arbitragem em alvalade.

João disse...

e lembram-se do que fizeram ao p.henriques quando nem sequer prejudicou o é-zé-se-ele-vê...
nessa altura calaram-se.
quando um adepto entrou em campo e apertou o pescoço ao fiscal de linha no campo dos rançosos.
calaram-se.
está tudo dito em relação à solidariedade institucional e natureza da mesma quando o sporting vem à baila!
eu incito mesmo, se virem um destes senhores na rua, cabeçada neles!

SportingSempre disse...

hoje a corrupção voltou aos estadios, e como sempre na ajuda aos prochenetas da invicta quando estão em dificuldades...

bom texto LdE

Zé Luís disse...

Partilho as críticas, em geral e em tese, às arbitragens.

Mas acho ridículo, se me permitem, que defendam a tese do "roubaram-nos um campeonato", numa prova de 34 jornadas em que nem por uma só foram líderes.

Só com teorias estapafúrdias do género, de mentes doentias, pode justificar-se isso. Mas prontos, nada como aproveitar os jogos com o Olhanense e o Beira-Mar, dois colossos, para fazer esquecer:
- um golo anulado não se sabe porquê ao Olhanense na época passada em Alvalade;
- um golo anulado não se sabe porquê e um penálti flagrante negado ao BM na época passada em Alvalade, em jogo decidido por um penálti inventado que derrotou o BM 1-0.

Sabem quem foi o árbitro desse Sporting-BM? Hugo Pacheco, agora nomeado para o Benfica-Feirense.

Não digo que, na 1ª jornada, o Sporting não teve razões de queixa de Xistra. Mas deste, como de outros, quem as não tem?

Mas a ocasião não é sequer propícia para este levantar de rancho que se torna uma coisa menor de caserna contra o capitão João "Pode vir o João" Ferreira. Olha, um tipo que nos jogos Porto-Sporting tem cá um registo que nos arrepia...

Mas o que gosto mais é de soprarem à Imprensa regional de Lisboa que estão zangados com Xistra e apavorados com Ferreira. Só dias depois, na véspera do jogo seguinte, é que assumem oficialmente a indignação.

jo man disse...

a arbitragem está podre e não tem emenda; basta ver o que deu o fcp-gil !
quanto ao timing do sporting só pecou por não ser 10 minutos depois do roubo feito ao Gil.

artnis disse...

Zé Luís

Meu caro 'amigo'

Nunca pensei ‘vê-lo’ por aqui. O seu espaço anil-hermético, oprime-o ?!

Nada a fazer consigo, ou convosco nem sei, o padrão é tão comum à grande maioria dos 'andruptos' do clube da foz do Douro ...

Não é por insistir na MENTIRA, que neste caso é bem singela, (o Beira-Mar e o Sporting, EMPATARAM a UM e UM, como vós dizeis), mas a insidiosa mensagem não, que torna as suas 'historietas' em verdades absolutas e insofismáveis.

Se não for 'teimoso' como gosta de epitetar os outros, basta ver o que lhe indico:

http://www.youtube.com/watch?v=XrXfOr6Hsbs

Ahh sim, não precisa de perder o seu tempo à cata de outras ESCUTAS!

Joaquim Varela disse...

Caro Zé Luis, a memória é curta e é com base nesse tipo de ideias que o nosso futebol é o que é há 35 anos.

Nesse ano do golo com a mão face ao Paços, o Sporting ainda se pode queixar de um mal anulado, em casa, face ao Aves (golo de Bueno) não se sabe porque razão.

E quem fala isto, nem sequer é adepto do Sporting. Só que tem uma memória de elefante.

Vou a caminho de 4 décadas de espectador de futebol e este tipo de coisas nunca acontece a um certo e determinado clube. Neste meu tempo de vida, que quase corresponde ao período em que o Fruta Corrupção e Prostitutas se arroga o direito de dominar o Sistema não me recordo de algum dia terem perdido um jogo com um golo com a mão.

individuo disse...

Caríssimos, deixo-vos o mais recente triste bitaite do sr Sobral... http://www.maisfutebol.iol.pt/desce/godinho-lopes-arbitragem-sporting/1274361-1498.html

João Brites disse...

Não é o primeiro a recusar-se a apitar um jogo nosso, simplesmente porque COM RAZÃO protestamos as suas ROUBALHEIRAS! O Sr. Paulo Costa, já em tempos, num jogo Farense-Sporting se recusou a apitar...

jo man disse...

(...) Só dias depois, na véspera do jogo seguinte, é que assumem oficialmente a indignação (...)
.
para informação dos ignorantes, o Sporting, 1/2 hora depois do jogo - pela boca do seu responsável desportivo - disse o que tinha a dizer sobre o Xistrema.
.
outra informação para os ignorantes é que o capitão do exercito pediu escusa no dia anterior às afirmações do presidente do Sporting.

Sporting até morrer disse...

Zé Luis tripeiro,

Um sportinguista receber lições de moral de um tripeiro é das coisas mais absurdas que já vi.
Como não passas de um matarroano que se limita a ler a merda do jornal da região dominada pelo bimbo da costa, deixa-me apenas relembrar-te estes factos:

- Não foi o Sporting o clube apelidado de corrupto por Michel Platini nem nunca estivemos em vias de ser expulsos das competições europeias como o teu clube.

- Não foi o Sporting que viu os seus dirigentes a serem apanhados em escutas a decidir quem seria o árbitro dos seus jogos e a ganhar campeonatos com essas negociatas

- Não é o Sporting que está ligado às histórias das viagens pagas ao Brasil, dos quinhentinhos, do café e chocolate, das putas oferecidas aos Paixões e outros

Se Portugal não fosse o país de corruptos e corruptores que infelizmente é, o teu clube continuaria a ser a mesma merda de clube regional que foi nos anos 50 e 60, que nem às competições europeias chegava.

SL pacóvio
José

Zé Luís disse...

Ó rapaziada, não se enervem, limitem-se aos factos e não a masturbações intelectuais ou deixas do Platini que valem o que valeram...

Há aqui gente que pensa que todos andam a dormir.

Para quem quer falar de viagens ao Brasil e não sei quê, não está mal vindo de adeptos de um clube que ganhou a finalíssima da Taça de 1978 ao FC Porto e no dia seguinte embarcou com o árbitro, o dr. Mário Dias (salvo erro), de Santarém, com o fato oficial da comitiva do Sporting para a China, mas o tempo de João Rocha é que era glorioso e eu sou desse tempo, conheço bem as estórias.

Para quem alimenta a cruzada do Xistra, decerto não se queixaram do Xistra na semifinal da Taça da Treta creio que em 2009 em que o magano inventou dois penáltis o o 0-1 do Tarik ficou em 2-1 antes do 4-1 final, com a ajuda do Xistra.

Isso é como lembrarem-se da Taça da Treta roubada - é um facto, foi roubada ao Sporting - pelo SLB naquele penálti de peito do Pedro Silva. Mas esqueceram a Supertaça de Leiria em 2008 com a mão do Tonel que o Bruno Caixão não viu, além de ter interrompido o jogo para prestar assistência a um portista no meio-campo quando Adriano já estava na cara do guarda-redes.

Eu sei o que é a calimerice.

Calimeros que, no camp~eonato que querem resumir à mão de Ronny - sim, foi um golo ilegal, mas não creio que árbitro ou assistente pudessem vê-lo no magote de jogadores e tão rápida e matreira foi a jogada, mas enfim... - esquecem que na ronda anterior ganharam no Nacional com um golo precedido de falta clasíssima que o Paraty não marcou. E esse pontito que faltou ao Sporting, que nunca esteve no 1º lugar mas queria ser campeão, afinal resumia-se a dois pontos em duas jornadas, não tivesse ganho na Madeira como ganhou, e acabou a somar três pontos em dois jogos quando devia ter apenas dois pontos.

Isto, fora acharem que o campeonato se resumiu a esse jogo, esquecendo a forma como os árbitros começaram a martelar o FC Porto, logo à 16ª jornada pelo Elmano em Leiria numa arbitragem que tomara o Sporting ter para provar as suas sempiternas razões de queixa: dois penáltis por marcar para o FC Porto e invenção - pelo auxiliar La Croix - da falta da qual o Tixier marcou o golo da vitória. Fora o resto, que não vem para aqui chamado.

Zé Luís disse...

E já agora, posso confirmar-vos, que acho piada à nova tese do Sporting de que os árbitros profissionais serão mais competentes. Nunca tendo gostado dele, nem agora que é seleccionador, Paulo Bento, lembro para os seus fiéis seguidores que possam estar esquecidos, disse uma vez, e aí dei-lhe razão, que os árbitros profissionais serão, apenas, "profissionais incompetentes", nunca haverá grande diferença.

Dessa incompetência há muitos e muitos anos manifesto a minha opinião, ganhe ou perca o FC Porto, felizmente a ganhar muito e muitas vezes, mas eu sempre a apontar as enormidades de arbitragem nos jogos da minha equipa. E dispenso-me de falar do maior roubo alguma vez feito no futebol cá da terrinha, a do Bruno Caixão em Campo Maior e que tanto ajudou o Sporting a quebrar o jejum. Mas eu lembro-me, lembro muito bem, até desse Bruno Caixão no Sporting-Salgueiros do fecho da 1ª volta...

Continuem a ser calimeros e olhem agora para o Hugo Pacheco - não gostaram que evocasse o Sporting-BM de há uns meses atrás - a negar o penálti do 2-2 ao Feirense na Luz. Como bem avisei...

Zé Luís disse...

jo man, eu sei que o Sporting contestou o Xistra depois do jogo. E acho que todas as críticas à arbitragem deviam ficar por aí, depois do jogo, em vez de serem marteladas a semana inteira.

Então, isso não bastou? Para quê voltar à carga em vésperas do jogo seguinte?

Só para condicionar os árbitros. Mais nada.

O que me refiro em concreto é que, depois das normais e neturais manifestações sobre a arbitragem no fim de um jogo e sobre esse jogo apenas, os pasquins lisbonenses começaram a fazer correr mais sangue sobre a indignação que (ainda) se manifestava em Alvalade. Então, ninguém assumiu, sós os cronistas amigos e os jornalistas dos fretes. Dias depois, inexplicavelmente, o Sporting manifesta-se oficialmente, cinco ou seis dias depois das queixas, legítimas, do jogo anterior, para mais pressão. Patético. Mas congeminado e protegido pela Imprensa amiga.

Há que saber falar das coisas quando se deve e não desviar as atenções.

Volto a repetir. É curioso como a ideia de arbitragem profissional expendida pelo Godinho Lopes é tão diferente da que, um dia, Paulo Bento ditou em voz bem alta e com o que concordei. Estes árbitros são incompetentes, se lhes pagarem mais, e eles já são bem pagos, serão profissionais incompetentes.

Eu até advogo, há muitos anos, árbitros estrangeiros para os jogos dos três grandes. E seguramente tenho muito que dizer das arbitragens, independentemente de o FC Porto ganhar ou perder.

Conheço o historial de todos e vejo futebol há muitos anos com muitos apontamentos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...