sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Comunicação e pressão sobre os árbitros


Godinho Lopes reagiu 6 dias depois ao sucedido no jogo Sporting-Olhanense. Reagiu, e repito o verbo reagir porque não agiu, apenas reagiu, no seguimento da apresentação de um documento para melhorar a arbitragem.
Reagiu bem, mas tardiamente. Naquele sábado, no final do jogo, devia ter chamado os jornalistas e devia ter dito apenas isto: "Meus amigos, comigo a brincadeira com o Sporting Clube de Portugal acabou." A pressão seria forte e ancorada na imagem de Presidente do Sporting.
Depois, como já deve saber, e é fundamental, o trabalho de influência sobre os verdadeiros mecanismos que controlam o futebol deve ser realizado nas trevas. É no poder das trevas que se decidem os sortilégios do nosso campeonato e é nas trevas que se deve agir e aí contará com a preciosa colaboração de Luís Duque.
Mas falo da comunicação, das suas debilidades para me focar noutro aspecto. Em Abril de 2003 uma pessoa disse-me o seguinte: "Rui, assessores do possível há milhares, assessores do impossível contam-se pelos dedos das mãos."
O que eu quero dizer é que ser director de comunicação de um clube não é sentar-se ao lado treinador e dizer: "Boa noite vai iniciar-se a conferência de imprensa" e no final dizer "Boa noite, obrigado". Isso qualquer robot de baixa qualidade faz.
Um director de comunicação tem de conhecer o universo Sporting, conhecer os seus activos e promovê-los. Querem um exemplo: o melhor central do campeonato de sub 20 chama-se Nuno Reis. E é do Sporting, mas infelizmente alguns elementos não o sabem como também não sabiam que o Wilson Eduardo era emprestado ao Olhanense.
Hoje, e noutros dias, vejo notícias do Tiago Ferreira e do Roderick (espreitem o "Correio da Manhã") e o central que é o pilar da equipa, juntamente com o avançado Nélson Oliveira, não aparece nas trutas blindadas com elevadas cláusulas de rescisão.
Um bom director de comunicação já teria o perfil do jogador feito, a sua história de vida, a sua ligação ao clube e as presenças em representação da nossa selecção. E sabem porquê? Porque é um activo do clube e devemos promovê-lo, bem como é inacreditável que não tenha sido chamado a estágio e merecia depois da sua magnífica prestação treinar com os seniores para Domingos o ver.
Auguro que o responsável de comunicação do clube - o sr. Carlos Barbosa que se encontra em gozo de férias na Croácia - nunca viu o Nuno Reis jogar, e além disso ele foi o único e exclusivo responsável pela contratação da directora de comunicação que é bonita, mas não tem experiência nem currículo para o cargo que desempenha e que ainda não percebeu que o Sporting é uma grande instituição, com activos que precisam de ser valorizados e promovidos e não um palco para a exibição dos seus deliciosos vestidos verdes.
Se lerem o meu "post", e eu sei que lêem, agradecia que amanhã algum jornal desportivo trouxesse um perfil e merecido destaque para o Nuno Reis. O Sporting e a Marca Sporting agradecem.

Rui Calafate

5 comentários:

Bubbles disse...

Deitam-se na cama que fizeram!

Ouviram o conteúdo das escutas e continuam a receber a máfia com todas as honras, deixaram ao SLB a luta contra a corrupção que se houve nas escutas e o SCP ficou caladinho, até quando se ouviu que a pedido do sr. costa um observador alterou um relatório de jogo e "viu rasgar a camisola" para "contaram-lhe que rasgou a camisola"! A estratégia da máfia foi dividir para reinar, colocou o SCP contra o SLB, porque sabia que se os dois unissem forças acabavam com a vergonha dos últimos 30 anos, mas o ódio do SCP ao SLB foi sempre mais importante e desde que o SLB não ganhe até nem se importam que seja o porto! Resultado o SLB ganha um campeonato de 5 em 5 anos o SCP de 17 em 17! Parabéns!

Daniel Gonçalves disse...

Aviso que sou portista (como é vísivel no meu perfil), e farei um comentário a expressar a minha opinião se me é permitido.
Bubbles afirmou: "porque sabia que se os dois unissem forças acabavam com a vergonha dos últimos 30 anos."
É preciso uma profunda desonestidade intelectual vir afirmar que as vitórias do FC Porto após o derrube do Estado Novo foram fruto de batota, porque para a mentalidade benfiquista antes do 25 de Abril era tudo limpo e transparente. Só quando os outros começaram a ganhar é que passou a existir batota, é preciso ter falta de probidade para não reconhecer mérito ao FC Porto. Erros - intencionais ou não - da arbitragem que favorecem ou prejudicam uma equipa existe e muito, se formos ver as vezes que o Benfica foi beneficiado.... mas para os benfiquistas _ como este Bubbles - favores.... só para os outros, esquecem a Taça Lucílio Baptista ou a forma vergonhosa como foram campeões em 2005, o golo do Luisão fazendo falta sobre o guarda-redes Ricardo, e outros favores da arbitragem a favor do SLB.
A estratégia benfiquista é virar o Sporting contra o FC Porto, inventam a existência de uma "subserviência" (que não existe) do SCP face ao FCP apenas no intuito de semear a discórdia entre ambos.
"Máfia"??????? Aconselho os benfiquistas a analisarem a forma vil e infame como enriqueceu o Presidente do clube deles, O Sr. Filipe Vieira.
De resto, apenas a paranóia benfiquista dos últimos anos, inventam uma "teoria da conspiração" e interiorizam no inconsciente da mente que o FCP apenas ganha por favores e "corrupção" (tanto utilizam esta palavra que serve para designar tudo). Para o Sr. Bubbles (como para a maioria dos benfiquistas) era aconselhável consultas de psiquiatria clínica tendo em consideração a psicopatia de que sofrem (uma espécie de sebastianismo derrotista), embora de recuperação muito improvável.

Cumprimentos desportistas aos proprietários do blog.

JPS disse...

Caro Rui Calafate:

O Sporting agiu, não reagiu. Concedo-lhe a inteligência suficiente para perceber que esta iniciativa de hoje estava a ser preparada há muito, era aliás uma promessa eleitoral e foi anunciada no passado mês de Junho.

O facto de ter surgido hoje, 6 dias após os acontecimentos de Xistra, é uma feliz coincidência plena de oportunidade. De resto, com a estrutura na Dinamarca desde a passada 3ª feira, quando queria que houvesse reacção?

Sugiro que se junte ao Sporting nesta causa e não haja em prol do que a corporação "arbitragem" pretende agora fazer: aproveitar os acontecimentos de Xistra e o baque psicológico de João Ferreira para se vitimizar e, assim, anular esta excelente iniciativa do SCP.

Já era hora de os editores do Leão da Estrela perceberem que os nossos inimigos estão lá fora.

Sporting até morrer disse...

Caro Rui,

Estou completamente de acordo consigo, a Direcção e principalmente Godinho Lopes, reagiram apenas 6 dias depois do roubo ocorrido.

No Domingo, caso não haja árbitro nem jogo, tem que se AGIR de imediato pedindo a demissão do CA e o fim de carreira de João Ferreira.
Será o primeiro de muitos montes de merda que são necessários erradicar da arbitragem e do futebol português.

SL
José

Filipe disse...

Só uma nota. O Nuno Reis está emprestado ao Cercle de Bruges, por isso não pode vir treinar com os seniores.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...