terça-feira, 30 de agosto de 2011

O Sporting está de volta?...


Em relação a jogadores, treinadores, direcções, árbitros, a chamada pré-época é precisamente para isso: para preparar a época. Durante a pré-época pode desculpar-se tudo. Quando a época começa, ainda se pode dar o desconto de um jogo ou outro menos bem conseguido. Mas chega uma altura em que é preciso dizer basta!
Acontece com o Sporting Clube de Portugal, o meu clube desde que me conheço e aquele por que regularmente sofro.
O jogo de domingo impõe algumas perguntas, que se orientam para vários destinatários. Vamos a elas:

- O que leva o SCP a marcar um jogo difícil da Liga para um domingo quando jogou para a Europa na quinta-feira? O Braga e o Nacional jogaram na mesma quinta-feira e só voltam a jogar na segunda; o Benfica jogou na quarta e só volta a jogar na segunda. O Porto jogou na sexta e viu o seu jogo da Liga adiado. O SCP e o Guimarães jogaram na quinta e voltaram a campo no domingo e ambos levaram, em casa, 3 golos e averbaram respectivas derrotas. O SCP não tem dirigentes que zelem pelos seus interesses? Não tem estatuto para se impor como o fizeram Braga, Benfica e Porto?

- A arbitragem nos jogos do SCP só é razoável com árbitros dos distritais. A pandilha profissional é o que se vê: golos mal anulados e penaltis por marcar. Não me venham dizer que é mera coincidência. Tanta asneira junta não é coincidência. O que é então?

Um dirigente do Sporting critica a arbitragem e as virgens ofendidas decretam greve. Todos os outros dirigentes multiplicam-se em críticas e nada lhes acontece. Nem uma virgem se sente maculada. Não há ninguém que ponha cobro a esta vergonhosa dualidade de critérios? No futebol não há justiça?

- O Sporting em 3 jogos perdeu 7 pontos. Se não fossem os árbitros poderia ter perdido apenas 2. Sim, o futebol praticado pelo Sporting não é bom. Os 16 novos reforços até agora não trouxeram nada nem de novo, nem de reforço. Aceito que precisam de tempo para se ambientarem. Talvez o mesmo tempo que Coentrão levou a adaptar-se ao Real Madrid, para só dar um exemplo português. Mas no Sporting tudo é diferente, para tudo voltar a ser igual. Compraram pinheiros encorpados para a defesa, mas estes não conseguem dar meia volta, no caso do americano, ou vêm tocados pelo míldio. São ainda Polga e Carriço os melhores da companhia, depois de muitas experiências malogradas. Mas os golos continuam a entrar por alto, como antigamente.

- Um jogador do Sporting remata e, logo a seguir, vai para o balneário a torcer-se com dores. O que se passa? Não serão muitos os casos clínicos para uma equipa que fez sete jogos a sério? Não serão demasiados os jogadores vindos de fora a precisarem de cuidados médicos? Por que será que alguns grandes clubes vendem certos jogadores a preços módicos? Era bom saber o que se passa, pois as coincidências são muitas também aqui.

- A equipa de futebol do Sporting precisa urgentemente de aconselhamento psicológico. Não basta dizer, antes da época começar, que vai ser campeã, quando à terceira jornada já deixou pelo caminho todas as hipóteses de o ser. Teve, na apresentação aos sócios, uma casa cheia para ver o Valência marcar 3 e tudo leva a crer que, a partir de agora, só os masoquistas do costume voltem a Alvalade. O Sporting joga mal, tem os árbitros como inimigos especiais, e a pouca sorte como companheira semanal. O Sporting voltou sim, para atirar ao poste e falhar golos de baliza aberta. A crise de confiança é total, a perca de bolas uma constante, os passes transviados o pão-nosso de cada jornada.

- O Sporting não tem Messis nem Ronaldos, mas tem alguns bons jogadores que ficaram e alguns novos que prometem. Mas falta organização à equipa, falta estofo de vencedores, falta a fibra de lutar contar a sorte e contra os árbitros, falta uma “equipa”. Assim, arrisca-se a lutar com o Vitória de Guimarães contra a descida de divisão.

Eu, que sou um sportinguista sofredor e dos sete costados, não exijo um Sporting campeão. Exijo apenas um Sporting que lute de igual para igual, que pratique bom futebol e que não humilhe os seus sócios e simpatizantes sempre que sobe a um relvado. E que não seja humilhado por árbitros sem categoria. Não é exigir muito. Apenas o razoável.

Lauro António, no blogue Lauro António Apresenta, 30-08-2011

11 comentários:

Travenca disse...

Quanto ao primeiro ponto, ficam aqui algumas explicações:

http://pontape-na-trave.blogspot.com/2011/08/porque-e-que-continua-o-sporting-armado.html

http://pontape-na-trave.blogspot.com/2011/08/falar-sem-saber-da-asneira.html

Tive as mesmas dúvidas.

Raaamoooos disse...

Respondendo só ao primeiro ponto, acredito que se tenha jogado domingo por causa do jogo da selecção ser na 6.ª e os jogadores estarem proibidos (por lei internacional) de jogar até 5 dias antes...qq coisa assim...

Vi isto na bola, por causa do eduardo (que tb nao foi convocado)....

Patricio, JP, Andre Santos e Postiga...

ZeBi disse...

Grande post... Vinha hoje no trânsito a esboçar mentalmente um texto para fazer e publicar com a minha visão desta """neo-retro realidade""" leonina e não poderia fazê-lo melhor... está aqui tudo o que preconizei para esse texto...

Apenas teria sido mais bruto e incisivo (quiçá malcriado e desagradável...) com essa corja de """heróis""" que por ai pairam e que, infelizmente, têm a sorte de ainda haver profissionais muito competentes no ramo da medicina dentária...!!!

zvergueiro disse...

Claramente a pré-temporada também não foi a melhor. Já o disse, não houve jogos com equipas portuguesas. Foram jogar com holandesas que já se viu que não prestam. o Twente levou 3 do SLB e na holanda é o melhor, goleando todos os fins-de-semana. Não é de estranhar que tanto treinador como jogadores achassem que a equipa estava bem quando afinal jogavam contra coxos!!.. Daí o Schaars e o WolfsWinkel tb não jogarem nada...

Se alguém aqui pode falar com algum dirigente do SCP, que lhes implore para nestes dias de pausa no campeonato, para organizarem 3 jogos particulares com equipas portuguesas. Preferencialmente 2 da liga orangina (atlético e belenenses) e 1 da Super liga Setúbal por exemplo. Urge que os nossos jogadores caiam na real, ganhem ritmo e que o treinador faça experiências em jogos a feijões!..

Por favor alguém que ornagize jogos particulares!!!! É urgente!!!!

Fernando Vale disse...

Caro Lauro António: É bem verdade o que escreve. Ainda que não sejamos campeões, que aproveitemos para preparar a equipa para a próxima época e que os jogadores honrem os contratos e nos poupem aos comentários semanais dos nossos rivais... que do "gozo" passaram a sentir "pena" de nós!

artnis disse...

Resumindo...é uma 'reprise'!

Nuno Lemos Paiva disse...

O Barcelona jogou na 6ª feira a Supertaça Europeia e ontem despachou o Villareal (bem mais complicado que o Marítimo) por 5-0.

Parem de arranjar desculpas para os insucessos. Joguem à bola. Façam por merecer ganhar os jogos e no fim vejam as diferenças.

Cansado de tanta desculpa...

Travenca disse...

O facto clarinho é que ontem o Benfica ganhou ao Nacional, fruto de duas coisas:
- Tem finalmente um guarda redes de grande;
- O Sr. Artur Soares Dias, qual pai, andou a distribuir cartões até conseguir expulsar um jogador do Nacional que eles andavam atrevidos.. Estava a ver se algum espirrava para lhe dar amarelo!

Filipe disse...

Nuno Lemos Paiva, por acaso o Villareal não me pareceu bem mais complicado que o Marítimo. Foi uma equipa simpática para descomprimir...

Nuno Lemos Paiva disse...

Equipa simpática? Já ouvi tanta coisa... Isto é só rir!

Filipe disse...

Nuno Lemos Paiva, viu o jogo?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...