quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Obrigado, Yannick Djaló!


No momento em que Yannick Djaló parte para outras paragens, não faltarão sportinguistas a suspirar de alívio, pois já não suportavam a estagnação do atleta. Pela minha parte, não esqueço tudo aquilo que Yannick Djaló fez de bom e a aquilo que o jogador significa para a escola de formação leonina, que cada vez tem menos espaço na equipa profissional.
Provavelmente, Yannick Djaló foi vítima da crise permanente em que o Sporting vive, a qual já dura há muito tempo, tendo transformado o clube num movimentado cemitério de jogadores, treinadores e dirigentes. Yannick subiu à primeira equipa em 2006-2007 e, surpreendentemente, com apenas 18 anos, formou uma excelente dupla com Liedson na melhor temporada do Sporting dos últimos anos. De então para cá, não cresceu como futebolista. Como nenhum futebolista cresceu no Sporting, depois de Nani, também em 2006-2007.
O problema não é de Yannick. Como não foi de Silvestre Varela e de muitos outros. Veremos, certamente, o melhor futebol de Yannick Djaló a brilhar noutros estádios e com outras camisolas. Ele ainda vai a tempo de fazer uma boa carreira, agora nos franceses do Nice.
Entretanto, rendeu 4,5 milhões de euros aos cofres leoninos. Por isso, devemos estar-lhe gratos. Obrigado, Yannick Djaló!...

7 comentários:

SportingSempre disse...

subscrevo.

boa sorte ao Yannick se se confirmar (espero que sim).

não evoluiu mas é formado na casa, marcou golos importantes e foi sempre profissional.

Fernando Vale disse...

Tenho pena que Yannick nunca tenha "explodido" em Alvalade, como em todos os inícios de época (incluindo este) nos era prometido. Pelo que mostrou teria potencial. Há também algo que parece faltar no trabalho da Academia e que se reflete especialmente em Djaló: não parece que os jovens sejam especialmente trabalhados ao nível do que significa ser "vedeta", como a responsabilidade social, o exemplo, a relação com os media, limites, oportunidade e impacto do discurso, etc., tudo factores que, conjugados com a componente desportiva, permitem maior visibilidade e reconhecimento de um jogador.

saferreira disse...

Quero juntar-me ao agradecimento deste post. Devo a Yannik uma das noites mais belas que vivi, o da vitoria sobre o Benfica por 5-3 em que Djaló na 2ª parte deu cabo da de todo o Benfica.
Felicidades Djaló

ZeBi disse...

Com claras mais valias em relação aos restantes... parece-me que o problema do Djaló se prende com uma questões do foro pessoal... sobejamente conhecidas, tal qual como os casos de Dani ou Miguel Veloso... e outros

Independentemente das questões de profissionalismo, que poderão ser questionaveis e eu mesmo questiono..., parece-me que estamos perante mentes mais fracas e que pouco servem o que se exige de um jogador de futebol profissional... vide o caso de Ronaldo... para além das capacidades intrínsecas geniais... há naquela cabeça uma capacidade e vontade de trabalho - profissionalismo - que fará dele sempre um grandíssimo jogador... mesmo nos momentos menos bons...

Não se pode (deve) estar num treino ou jogo a pensar em anúncios, cabeleireiros ou passereles e afins...

O que mais me irrita neste tipo de jogadores é que sabemos que eles têm aqueles 0,005% a mais que os outros, o que deveria fazer deles - os tais... Mas parece que não querem...

Comparando , p.ex. com o Postiga..., a coisa aqui não dá muito mais... ele parece querer... mas não dá... sorte ou azar... whatever já são muitas tentativas em vão...

Por tudo isto e, para além do obrigado (que sempre, salvo raras excepções, se deve dar a quem veste esta camisola) acho que é melhor pelo menos para nós não os termos cá...

para finalizar... se amanhã voltarmos a ver o Djaló a render, quiçá num qualquer clube de futebol perto de nós, só quero que se lembrem do número de oportunidades que lhe foram dadas... e que ele desperdiçou...

SEMPRE SPORTING

ZeBi disse...

Com claras mais valias em relação aos restantes... parece-me que o problema do Djaló se prende com uma questões do foro pessoal... sobejamente conhecidas, tal qual como os casos de Dani ou Miguel Veloso... e outros

Independentemente das questões de profissionalismo, que poderão ser questionaveis e eu mesmo questiono..., parece-me que estamos perante mentes mais fracas e que pouco servem o que se exige de um jogador de futebol profissional... vide o caso de Ronaldo... para além das capacidades intrínsecas geniais... há naquela cabeça uma capacidade e vontade de trabalho - profissionalismo - que fará dele sempre um grandíssimo jogador... mesmo nos momentos menos bons...

Não se pode (deve) estar num treino ou jogo a pensar em anúncios, cabeleireiros ou passereles e afins...

O que mais me irrita neste tipo de jogadores é que sabemos que eles têm aqueles 0,005% a mais que os outros, o que deveria fazer deles - os tais... Mas parece que não querem...

Comparando , p.ex. com o Postiga..., a coisa aqui não dá muito mais... ele parece querer... mas não dá... sorte ou azar... whatever já são muitas tentativas em vão...

Por tudo isto e, para além do obrigado (que sempre, salvo raras excepções, se deve dar a quem veste esta camisola) acho que é melhor pelo menos para nós não os termos cá...

para finalizar... se amanhã voltarmos a ver o Djaló a render, quiçá num qualquer clube de futebol perto de nós, só quero que se lembrem do número de oportunidades que lhe foram dadas... e que ele desperdiçou...

SEMPRE SPORTING

Louis Lx disse...

Sim, realmente, Yannick Djalo muito obrigado, um produto da formação do Sporting, mas completamente desconcentrado, irregular, e frequentemente lesionado, vai agora para perto do compadre, ao lado do glamour monegasco, foi um final feliz para todos...
Agora qualquer comparacao entre o Djalo e o Moutinho, só em coma alcoolico...

Brinca na Areia disse...

Djalo obrigado e já devias ter ido mais cedo. Djalo não sabe dominar bem a bola! Com isto digo tudo sobre a sua capacidade como jogador.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...