sábado, 10 de setembro de 2011

Prejuízos do Sporting sobem para 44 milhões


O grande Sporting Clube de Portugal continua a caminhar tristemente para a falência, como demonstram os resultados financeiros no futebol, modalidade que é a mola da instituição. Maus resultados desportivos explicam prejuízos superiores a 40 milhões de euros na época transacta, revelou a SAD do Sporting. Os comissionistas que tomaram conta do nosso clube não conseguem fazer melhor, ano após ano. E no que resta de 2011 vai, provavelmente, ser muito pior, uma vez que a folha salarial aumentou, com o grande investimento realizado em craques que estão a passar por uma crise existencial...
Agora é que eu gostava de ver José Eduardo Bettencourt  nos jornais ou nas assembleias gerais do Sporting a prestar contas pela sua gestão tresloucada na presidência do clube. Mercê do trabalhinho dele, o Sporting registou um resultado negativo de 43,99 milhões de euros no último exercício, fechado em Junho deste ano, o que representa um agravamento de 56% face a 2010.
Tal evolução "reflecte a performance desportiva negativa da época", refere a SAD leonina, no comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). E não teria sido mais sério terem escrito que "revelam a incompetência dos dirigentes"?
Por outro lado, os resultados "foram agravados em relação ao que seria expectável", por ajustes contabilísticos resultantes da reestruturação financeira e da contabilização de custos relacionados com a remodelação do futebol do clube. As tais afinações que já deram cabo de muitos clubes em Portugal. Lembrem-se do Boavista...
Os proveitos operacionais "estão em linha" com os do último exercício, mesmo com a diminuição dos relativos às provas da UEFA, nomeadamente com a não ida à Liga dos Campeões. Este ano foram de 35,36 milhões de euros, mais 0,5% que há um ano.
O aumento dos custos de pessoal foi determinante para que os custos operacionais tenham crescido 25,4%, para os 52,77 milhões de euros. Nessa rubrica, pesaram essencialmente as contratações feitas na época.
Em termos de passes de jogadores, o valor da última época foi de -17,40 milhões de euros, quando fora de -6,89 milhões um ano antes, ou seja um agravamento de 152,4 por cento.
O passivo cresceu 4,5%, para 199,54 milhões de euros, ao mesmo tempo que o activo líquido da SAD aumentou 21%, para 169,89 milhões.

3 comentários:

Relva disse...

O problema não é se ter gasto mais em contratações, o pior é que nenhuma delas deu rentabilidade e já cá não estão nenhuns, parabens costinha. Ainda dizes que és do sporting.

MFM disse...

Atenção, cuidado com a forma como avaliamos os numeros.

Do que li nesse montante mais de 14 milhões são impostos devido á famosa restruturação financeira.

Tambem o investimento na equipa de futebol paga-se e á excepção de Capel, Jeffren, Onyewu, Elias e Insua , todas as outras aquisições estão já neste exercicio.

A juntar a descidas na bilheteira e quotizações do nosso amigo maracas, tá tudo dito...

SL
SPORTING SEMPRE

KYLE disse...

eu ja saturo com conversas sobre o passivo, daqui a pouco começo a pensar q sera melhor ficar bem perto da falencia..pode ser q algum sheik ou a mafia russa pegue na equipa!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...