segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Sporting. Terceira vitória consecutiva 9 meses depois


A jogar de preto, o Sporting lá vai, devagarinho, para não partir, porque a coisa ainda treme muito na defesa. Desta vez, a vítima foi o Rio Ave. O Sporting venceu por 3-2, em Vila do Conde, e somou a terceira vitória consecutiva em jogos oficiais, que já não festejava desde 8 de Janeiro de 2011, quando venceu o Sporting de Braga, precisamente orientado por Domingos Paciência, por 2-1, em Alvalade. Por isso, compreende-se a alegria da nação sportinguista, cuja confiança na equipa parece estar em retoma, embora lenta. A fome de vitórias é imensa, sendo capaz de nos toldar a visão. Mas isso também faz parte da paixão.
A verdade é que a coisa ainda treme muito. Sobretudo na defesa. O que obriga a uma equipa mais ambiciosa na busca do golo, enquanto os adversários estão distraídos, procurando marcar o segundo, e depois o terceiro e depois o quarto, se for possível. O que não acontece.
Em Zurique, foi preciso sofrer, depois de facilmente ter sido atingido o 2-0. Em Vila do Conde, depois de uma entrada avassaladora, com dois golos nos primeiros três minutos, a equipa sportinguista foi saindo do jogo, até que, escandalosamente, se deixou empatar, a meio da segunda parte. É inadmissível que o ritmo e a ambição baixem depois de dois golos marcados. Já tinha acontecido contra os toscos do FC Zurique. E aconteceu o mesmo agora. Até parece que os novos jogadores aprenderam rapidamente como se jogava no ano passado.
Ao Sporting valeu a eficácia, que parece estar de volta. Desta vez com o defesa-central norte-americano Oguchi Onyewu, um herói improvável, a decidir, aproveitando-se dos seus centímetros a mais para cabecear com êxito. E Wolkswinkel dá sinais de ser um ponta-de-lança cuja eficácia poderá fazer esquecer Liedson. Nada está conquistado. Falta a quarta vitória consecutiva. A construção da equipa continua. FOTO: Getty Images

3 comentários:

SportingSempre disse...

essa dos toscos do Zurique mostra que de bola não percebes muito...é mais comunicação mesmo.

Luis Magalhães Pereira disse...

"E Wolkswinkel dá sinais de ser um ponta-de-lança cuja eficácia poderá fazer esquecer Liedson"

LdE,

Epá não brinques com coisas sérias!

Em abono da verdade, o Sporting ainda não jogou contra uma equipa do "seu" campeonato: Braga, lamps e tripeiros! Até agora o jogo mais difícil foi contra o Marítimo e perdemos, tendo sofrido 3 golos em casa!

Saúda-se as (dificílimas) vitórias fora de casa mas contra adversários tão fracos não fazemos mais do que a nossa obrigação!

Mas é preocupante o volume de golos sofridos (8) num campeonato que só tem 3 clubes que sofreram até agora mais golos do que o SCP!

Três notas positivas: 1) Finalmente temos um central que marca golos em lances de bola parada! E tem condições naturais para continuar a facturar! Não via isso desde os tempos de Tonel! 2) Wolfswinkel parece estar a engrenar! Mas quero vê-lo em acção contra as equipas do " nosso" campeonato...! 3) Parece que enfim acertámos com um lateral esquerdo de qualidade: Insua!

Sporting Sempre!

Alexandre disse...

adoro este site vou segui-lo siga também o meu em : http://apostasjogosonline.blogspot.com/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...