quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

"Inteligência Comunicacional"


Inteligência Comunicacional

No passado dia 6 de Janeiro o jornal "O Público" fez manchete com "Sporting forrou acesso a balneário com imagens que exaltam violência", e nesse mesmo dia o "Correio da Manhã" publicou "Yannick Djaló é reforço do FC Porto". Observemos então as diferentes abordagens que a Comunicação do Sporting e a Comunicação do FC Porto tiveram para com estas notícias.

A Comunicação do FC Porto não "alimentou" a notícia, não o fez no dia 6 na véspera do clássico, não o fez no dia 7 no dia do próprio clássico, não o fez no dia 8 nem no dia 9, e quando o fez no dia 10 nem sequer marcou ‘audiência’ com os media para abordar apenas este assunto.

Numa cerimónia para anunciar a entrada de ‘Juca’ Magalhães como Director do Porto Canal, a Comunicação do FC Porto serviu-se da ocasião para que Jorge Nuno Pinto da Costa, sem dar sequer grande importância ao assunto, aproveitar para dizer "É uma mentira total, completa, não tem o mínimo de fundamento. Nunca tivemos qualquer contacto com o Djaló nem com qualquer representante". O assunto morreu e a "MARCA FC PORTO" não deu publicidade gratuita à "MARCA CORREIO DA MANHÃ".

A Comunicação do Sporting, por sua parte "alimentou" a notícia na qual a instituição Sporting foi visada. A "MARCA SPORTING" através do seu Departamento de Comunicação reconheceu a existência da notícia e com esse reconhecimento deu-lhe importância, legitimou-a, soprou nos toros incandescentes e deu vida às labaredas que posteriormente formaram um "incêndio mediático" que se aproveita da "MARCA SPORTING" para promover a "MARCA PÚBLICO".

Pouco após o meio-dia de sexta-feira (06/01), o Sporting reagiu comunicacionalmente com um comunicado anónimo (como acontece tantas vezes....) de 40 linhas que foi publicado no site oficial do Sporting Clube de Portugal, nesse comunicado a palavra ‘Público’ aparece três vezes, tal como aparece o nome do autor da notícia, ‘Hugo Daniel Sousa’.

Pouco depois, no seu Facebook oficial (com mais de 241.000 fãs) o clube leonino teve a "generosidade" de continuar a divulgar a MARCA PÚBLICO. Já ontem (10/01), "simpaticamente", o Jornal oficial do Sporting que tem uma tiragem de 12.000 exemplares (há 6 anos ainda eram 21.000 exemplares...) teve a "amabilidade" de publicar o comunicado na integra (tão criticado desde o desmentido da UEFA na tarde do dia 6...) na sua página 6.

Não esquecer que na manhã do dia 7 o Sporting através da sua figura institucional com maior perfil mediático, o Presidente Luís Godinho Lopes (já não tão bem aconselhado desde a saída do seu assessor Miguel Morgado durante a 1ª semana de Dezembro...), decidiu perante a RTP, SIC, TVI, Sportv, Antena 1, Rádio Renascença, BOLA, RECORD, JOGO, Maisfutebol, etc, etc, etc abordar o "assunto Público".

Em tudo quanto é blogues, fóruns, sites afectos ao Sporting não se fala de outra coisa, os adeptos falam de proibir acesso aos jornalistas do Público (o que é ilegal, os adeptos podem dar-se ao luxo de exigir esse tipo de medidas, já o Conselho Directivo tem de viver num ‘Mundo de Adultos’), fala-se de agredir fisicamente os jornalistas (o que é um crime), fala-se que o comunicado tem erros na sua inteligência narrativa, e por último trata-se de um comunicado que foi oportunamente APROVEITADO (nova cortesia da Comunicação do Sporting na fogueira mediática que promove o ‘Público’) pelo ‘Público’ ao denunciar o mesmo à UEFA, uma coisa é certa, FALA-SE e muito de todo este incidente e FALA-SE MUITO do jornal ‘Público’.

Vários especulam que o ‘timing’ da manchete do Público não foi inocente e aí estou plenamente de acordo, pois possui uma certa "lógica comercial", mas não concordo que o ’timing’ tenha sido escolhido para prejudicar o Sporting e/ou para beneficiar o FC Porto.

Se o conteúdo da notícia visava o Sporting Clube de Portugal e se este material existia há algum tempo (isso não me chocaria) então a lógica ditava que deveria ser publicada quando pudesse surtir mais efeito e APROVEITAR o embalo mediático em redor do clube.

Para quê publicar esta notícia a meio da semana antes de um jogo entre o Grupo Desportivo Vilar de Perdizes vs Sporting? No dia antes do clássico a MARCA SPORTING transcende os media habituais (desportivos) e entra na consciência do homem comum através dos meios de comunicação generalistas (Público, Expresso, SOL, DN, JN, CM, etc).

Não me parece de todo inocente que o CM e o Público tenham publicado as suas notícias na véspera do clássico, apenas se limitaram a "surfar"(o CM tentou, mas só Público conseguiu) a onda mediática que as MARCAS SPORTING e FC PORTO lhes proporcionaram.

O Correio da Manhã não teve tanta sorte, pois a Comunicação do FCP não lhes "passou cartucho", não mencionou o "Produto CM", não publicitaram, não houve repercussão institucional em tempo útil, e só 4 dias depois de o Correio da Manhã desaparecer das bancas é que Pinto da Costa (bem assessorado pelo Director de Comunicação Rui Cerqueira) se lembrou de esvaziar o balão com uma frase, e assim o assunto morreu.

Quem é a Dra. Bárbara Reis? Quem trabalha neste meio sabe que se trata da Directora do Público desde há sensivelmente 2 anos a esta parte, mas o seu nome não era "mainstream", nem tão pouco era conhecida no meio desportivo, agora já é, tal como ganhou projecção o jornalista Hugo Daniel Sousa.

Que grande golpe publicitário!! Quanto teria Bárbara Reis de pagar ao Jornal Sporting, Facebook Sporting, site oficial Sporting e a Luís Godinho Lopes para promoverem com tamanha diligência o "Produto O Público"!? Felizmente para a Dra. Reis foi tudo a custo zero. Já "Pinto da Costa e Cerqueira" não deram borlas a ninguém. Aqui se podem ver as diferenças.

1 - (06/01) Site e Facebook Sporting "comunicam"(divulgam) sobre a notícia Público.

2 - (06/01) - Porta-voz da UEFA diz que "não aprovou nem elogiou" as imagens polémicas e assim danificou a "credibilidade intelectual" do comunicado e consequentemente da instituição Sporting.

3 - (07/01) Godinho Lopes diz "Só pode ser uma brincadeira de mau gosto". Diz inclusive que o Sporting é um clube aberto e que os jornalistas podem ir ver as imagens polémicas, ironicamente na tarde desse mesmo dia o Sporting de acordo com a "Antena 1" não permitiu às câmaras de televisão captarem imagens dos adeptos do Porto a serem revistados.

4 - (07/01) Sporting não permite a entrada ao jornalista do Público, "municiando" assim o diário generalista para continuar a alimentar e dar novo fôlego a uma notícia que já tinha "36 horas de idade" e permitiu-lhes também efectuar uma queixa à Entidade Reguladora para a Comunicação Social e ao Sindicato dos Jornalistas.

5 - (10/01) Sai nas bancas o Jornal Sporting a repetir o comunicado do dia 6.

6 - (10/01) A UEFA manda tapar ou retirar imagens polémicas no acesso ao balneário dos visitantes.

Quantas mais "injecções anímicas" irá a Comunicação do Sporting dar à notícia do Público até deixar o assunto simplesmente morrer?

14 comentários:

Tiago disse...

Engraçado como critica a publicidade gratuita da parte do Sporting para com o Público para depois escrever um texto que tem, nada mais nada menos, 17 vezes a mencionar o dito jornal. Parabéns, acho que conseguiu "vencer" o Sporting nesse aspecto ;)

Agora mais a sério...realmente a comunicação do Sporting anda para o fraco, mas não podemos comparar uma notícia que mancha o nome da nossa instituição centenária com uma notícia de mercado. Acho que nesse aspecto este post não faz muito sentido, especialmente quando há outros exemplos. Ainda há pouco tempo o Porto reagiu através de um comunicado no mesmo dia que um jornal fez algo ou disse algo (sinceramente já não me lembro de qual a razão). Para cada situação uma solução diferente, obviamente.

Este post não faz sentido nenhum, mas não deixa de ter razão quando diz que a comunicação do Sporting precisa de trabalhar melhor.

SL

Mike Portugal disse...

É um bom ponto de vista, o teu ACF. No entanto temos que ver que as 2 noticias não são comparaveis. Noticias de jogadores que interessam a este ou aquele clube são recorrentes e são tratadas sempre da mesma maneira: "ou são negadas ou são ignoradas".

A noticia sobre o SCP visava atingir a imagem do clube, o que é bem diferente. A nível de comunicação poderia ter sido completamente ignorada ou simplesmente rematada com uma frase do género: "Não comentamos noticias patetas". Nem sequer precisavam de fazer publicidade ao jornal, verdade.

Digamos que esta história de vir a UEFA dizer que temos que tapar as imagens também veio perpetuar o assunto, não foi só o SCP. No entanto parece-me que a UEFA não tem legitimidade legal para mandar na decoração interna do estádio.

jc disse...

Se não ê verdade a noticia do CM (6) porque deixou o FCP em banho maria durante quatro dias o desmentido de ontem (10) ? Porque tirou partido do factor confusao que a noticia sobre Yannik lançou no universo leonino. PdaC desmentiu ontem, não por acaso, e não foi para esvaziar o CM que não o fez mais cedo.

ACF disse...

A UEFA tem toda a legitimidade uma vez que são eles que organizam a competição, tal como a LPFP organiza os jogos da liga e a FPF os jogos do nacional de juniores, etc.

A notícia da entrada de jogadores novos destabiliza o grupo de trabalho e mina a moral daqueles que podem sentir o seu lugar em perigo.

SL

Mário Rui Oliveira disse...

André,

não concordo contigo acima de tudo num ponto ! A notoriedade quando é negativa é má. Acredito que para um jornal que vive as dificuldades que o Publico vive, quaisquer tiros ao lado em que possam afectar as vendas são maus. Que para a sua directora possam ser bons, até dou de barato. Profissionalmente pode ser interessante. Para o jornal é mau !

Em termos comparativos, tb acho errado comparar a situação do yannick e a do túnel. São coisas completamente diferentes.

Quanto ao Sporting, fez o que todos os Sportinguistas queriam que fosse feito. Populista ou não, agradeço e apoio o impedimento da entrada dos jirnalistas do publico. O porto, que usas como exemplo na comparação já o fez diversas vezes e já fez até pior ...

Aqui estás mais a defender a tua classe "profissional" e a estender a tua contenda com o departamento de comunicação do clube.

Já tinhamos falado disto logo no sábado. Sei que a opinião que aqui expresso vai contra o teu entendimento, mas sou geralmente frontal e directo e nada dado ao politicamente correcto.

Abraço

MM disse...

ACF,
Primeiro do que tudo - grande abraço, e soberbo ponto de vista sobre a questão. Opinião pessoal, não é esse o vértice mais importante mas seja como for lendo tudo o que dizes: faz completo sentido. É um domínio onde - com propriedade - exerces proponderância. Conhece-lo, naturalmente.

Sporting CP.
Imagens.
"Público".

O que danifica o Sporting CP é a exibição das imagens. Isto é o mais importante. Imagens que não colam com aquilo que o clube é - desfasadas da realidade. E imagens que não atingem o efeito pretendido - não assustam ninguém.
As claques do Sporting têm o seu importante lugar na História do clube. É uma importância tanto histórica como prática, actual, mas não significa isso que deva o clube relevar aquilo que de pior têm. Havendo muita coisa boa sobre elas que importa conhecer, aquilo que as imagens mostram não faz seguramente parte desse bom.

Episódio infeliz para o clube que importa corrigir. Pena é que tenha de ser corrigido por imposição da UEFA e/ou só para alguns jogos, apesar de não ser claro que a UEFA o tenha feito: os jornais dizem que sim, mas o clube não. Certamente o tempo dirá se foram ou não removidas.

Polik disse...

Eu estou como o tiago, e outros comentaristas.

É engraçado ver um texto com o titulo "Inteligência Comunicacional" que elogia a comunicação do porto em detrimento da do SPORTING. E ao mesmo tempo faz publicidade gratuita a um jornal citando mais vezes esse jornal que o próprio comunicado do SPORTING.

E considera o ACS que o burro é o SPORTING? burro sou eu?

sinceramente acho que perdeste uma oportunidade de te remeter ao silêncio.

A. Gomes

Polik disse...

Eu estou como o tiago, e outros comentaristas.

É engraçado ver um texto com o titulo "Inteligência Comunicacional" que elogia a comunicação do porto em detrimento da do SPORTING. E ao mesmo tempo faz publicidade gratuita a um jornal citando mais vezes esse jornal que o próprio comunicado do SPORTING.

E considera o ACS que o burro é o SPORTING? burro sou eu?

sinceramente acho que perdeste uma oportunidade de te remeter ao silêncio. sê mais sportinguista.

A. Gomes
SL

Tiago disse...

ACF,

"A notícia da entrada de jogadores novos destabiliza o grupo de trabalho e mina a moral daqueles que podem sentir o seu lugar em perigo."?

Bem melhor era ter só um jogador para cada lugar para ele não sentir o lugar em perigo e não ter que trabalhar para o merecer, certo?

SL

Mike Portugal disse...

ACF,

Eles organizam a competição, logo têm direitos sobre os equipamentos, instalações, transportes, disciplina e regras de acesso, NUNCA sobre decoração de propriedade privada, que é o estádio. É como dizerem que não querem uma televisão nos balnearios e que o SCP tem que lá meter um plasma. RIDICULA a posição da UEFA !!!

ACF disse...

"Os jornalistas destacados pelo PÚBLICO para a cobertura noticiosa do jogo Sporting-Nacional, das meias-finais da Taça de Portugal foram nesta quarta-feira impedidos de entrar no Estádio José Alvalade.

Para justificarem esta decisão, os responsáveis leoninos argumentam que instauraram um processo-crime contra o jornal, pelo que “não faz sentido” dar acesso ao recinto, segundo informação prestada aos jornalistas no local."



E o Sporting continua a soprar nova vida e não deixa esta notícia morrer.... O perfil mediático do PÚBLICO está muito elevado devido à colagem à MARCA SPORTING e a utilização dos OCS Desportivos para ciclicamente alimentarem esta notícia diariamente e promoverem o "Produto Público".

Isto é pura e inadulterada teimosia do Sporting. Que falta de sensatez na gestão da Comunicação... Será possível que não têm noção de que O Público é grande em Portugal enquanto o Sporting é grande em todo o mundo??? Muito se devem estar a rir no departamento de marketing do Público, isto é o golpe publicitário da década para eles. Não se iludam, eles vão ganhar imensa projecção e muitos leitores, pois apenas um pequeno grupo de fanáticos deixará de ler o jornal. Eu vou continuar, é o melhor generalista do país e contam com o melhor jornalista desportivo (Bruno Prata).

Miguel, estás a falar na qualidade jurista ou de leigo? Daqui a nada vais me dizer que eles não obrigam os fotógrafos a usarem coletes, nem os agentes desportivos a usarem identificações à volta do pescoço, nem os fotógrafos a ficarem apenas na linha de fundo, etc, etc, etc. Por incrível que pareça existem regras e estas não são estabelecidas pelos clubes porque os clubes não jogam sozinhos.

Abraço, MM. Não faz grande diferença se eu, tu ou qualquer outra gosta ou não das imagens, pessoalmente não me agradam mas não deixo de dormir por causa disso. O que faz a diferença é o que as entidades responsáveis determinam e nós como cidadãos responsáveis e pessoas de bem temos que aceitar, ou então vamos viver à margem da lei....

Para mim o que me incomoda não é as imagens, é mesmo a discriminação feita contra os jornalistas, é de uma prepotência e esperteza saloia muito provinciana, digo-te com toda a sinceridade que isto me deixa triste na qualidade de sportinguista. Há TANTAS maneiras de se "pressionar" um jornalista sem serem ilegais ou pouco éticas....

Como Sportinguista não me identifico com estes disparates. Acredito nas leis e na honestidade intelectual da mesma forma que acredito na competência, no profissionalismo e na ambição.

Esta postura do Sporting em relação aos jornalistas para mim reflecte apenas a teimosia e falta de inteligência e responsabilidade de quem tomou a decisão, eu não confundirei esta postura com a identidade do Sporting CP, e lamento que o meu clube esteja a enveredar por este caminho só porque quem toma estas decisões está a colocar o seu ego acima dos melhores interesses do clube. Ao não querer perder face está a mergulhar o clube numa espiral de processos que nos afectam a todos pois no final nós sócios e accionistas é que vamos pagar a conta. E quando não houver dinheiro para comprar jogadores espero que se lembrem das atitudes tomadas em momentos de menor inteligência emocional em que "pediram" para os vossos dirigentes barragem os jornalistas, baterem-lhes, processar, doa a quem doer... vai doer a NÓS, aos dirigentes não vai custar um cêntimo.

Caro Polik, a minha profissão não é o "Sportinguismo". Sou honesto, trabalhador e corajoso. O resto é conversa.

SL

Mike Portugal disse...

ACF,

Coletes (que são formas de identificação), cartões de identificação e limitação de acesso faz parte das competencias organizativas da UEFA, bem como outras questões de segurança.

Não sou jurista, nem preciso de ser, mas já me informei sobre isso e garanto-te que eles não têm o direito de dizer o que o SCP pode ou não ter em termos de imagens nas paredes INTERIORES do estádio, balneários. Obviamente que essas imagens ou palavras não podem ter cariz racista, porque aí nem era uma questão da UEFA, era mesmo civil.

A UEFA não pode chegar ali e dizer que acha que uma cruz que aparece nas imagens é de extrema-direita (quando não é, é de uma marca que os motards costumam usar) e com base nisso mandar retirar. Se eu fosse o SCP digo-te mais, combatia-os até às ultimas instancias neste processo porque a razão está do nosso lado.

Tiago disse...

Após tanta conversa o ACF ainda não disse qual é que seria a sua solução competente e "legal". Criticar é fácil, falar e escrever é fácil, o problema é quando se tem de agir e tomar decisões. Se calhar é esse o problema de todos os jornalistas...pensam que se resolve tudo escrevendo coisas.

SL

P.S.: A solução "deixar morrer a história" não é solução pois a notícia insulta a instituição grande que é o SCP.

João José Aquilino Pires disse...

Em boa verdade vos digo, enquanto vosso adversário benfiquista & vosso camarada desportivo: o que insulta a grande instituição sportinguista não é a notícia (pois mesmo que se critique a forma não deixa de ter sido verdadeira quanto ao conteúdo); é sim a forma como vossa esta direcção denigre a imagem do vosso clube... desde a noite em que supostamente terá sido eleita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...