segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

"Sporting SAD e Associados"


Desde finais de Novembro:

25/11/2011 - A SAD não autoriza entrada da Sportv na conferência de imprensa de antevisão do clássico com o Benfica.

01/12/2011 - Domingos Paciência refere-se a "Sobral" como "palhaço".

04/12/2011 - Jornalista do Maisfutebol que trabalha para Luís Sobral impedida de entrar em Alcochete.

07/01/2012 - Jornalista do Público impedido de entrar em Alvalade.

11/01/2012 - Jornalista do Público volta a ser impedido de entrar em Alvalade e clube anuncia que irá mover um processo crime contra o jornal.

Desde 25 de Novembro o Sporting jogou 11 jogos:

Venceu 4: Contra o FC Zurich, Belenenses, Nacional da Madeira, e Marítimo.

Empatou 4: Contra Académica, Rio Ave, FC Porto e Nacional.

Perdeu 3: Contra o Benfica, SS Lazio, SC Braga.

A 25 de Novembro o Sporting estava a 1 ponto da liderança, 51 dias depois está agora a 11 pontos da liderança...

Para que serve a Sporting SAD que orienta a equipa de futebol profissional do Sporting? O propósito do Sporting não será ganhar jogos de futebol e campeonatos?

Muito deve Domingos desejar estar num clube em cuja SAD se concentre em ganhar jogos de futebol em vez de promover guerrinhas contra a Comunicação Social (da qual precisa para promover o seu produto).

Quando irá a Sporting SAD ser popular por ganhar jogos de futebol em vez de tentar agradar a uns por ter impedido os jornalistas de trabalhar apenas e porque sabem que ao tomar estas atitudes estão a agradar a uma franja mais radical de adeptos que com esse "rebuçado" se esquecem ingénuamente dos jogos que vão perdendo?

Quando irá o Sporting Clube de Portugal comportar-se como um clube de futebol em vez de uma firma de advogados?

Até quando?

Sem credibilidade futebolística, e com o Conselho Directivo a antagonizar a imprensa desde os finais de Novembro, adivinha-se uma 2ª volta muito penosa para os lados de Alvalade.

O Santos FC é um "case study" de um clube que tem uma excelente relação com a imprensa, não há censura, não há ameaça de processos, o clube vence no plano desportivo e os seus activos são "media darlings" valorizados pela imprensa que disfruta de uma relação frutuosa com o clube. Todos beneficiam, todos trabalham na mesma industria, todos aceitam e compreendem que precisam uns dos outros. Só em Portugal é que "Non, ou a Vã Glória de Mandar" poderia ser aceite como cinemetrografia séria...

3 comentários:

SportingSempre disse...

esqueces-te obviamente que o que os adeptos mais querem depois de uma equipa vencedora é o respeito que tem faltado pelos orgãos de comunicação e instituições corruptas como a APAF...

esta direcção tem tentado fazê-lo mas não se consegue da noite para o dia.

Relva disse...

Excelente post.
Foi o publico que colocou aquelas imagens?
Concoredam em que se chame palhaço, a um jornalista, ntão o rui santos o que seria? E alguns dirigentes o que são?
competencia precisa-se.

pedro oliveira disse...

«Só em Portugal é que "Non, ou a Vã Glória de Mandar" poderia ser aceite como cinemetrografia séria...»

Não sei o que é cinemetrografia séria (nem a brincar) daí, provavelmente, a minha dificuldade em perceber este "post".
A culpa por a equipa de futebol estar a perder e a empatar jogos é consequência da atitude da Sporting SAD perante a comunicação social?
Nota final: A derrota com a Lazio foi um grande problema (até chorei) depois lembrei-me que o Sporting foi o primeiro clube (com o novo modelo das provas da UEFA) a apurar-se numa fase de grupos com, apenas, três jogos e sorri...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...