segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Sporting: 3 horas de jogo, 0 golos, 5 pontos perdidos



Após o empate em Guimarães, na primeira jornada da LIga Portuguesa, fiquei com um sabor amargo a derrota, porque a equipa vimaranense parecia estar ao alcance de uma vitória moralizadora do Sporting. Agora, frente ao Rio Ave, o Sporting perdeu por 1-0, no Estádio de Alvalade, onde milhares de sportinguistas viram a sua equipa a praticar um futebol miserável.
A exibição frente ao Rio Ave foi mesmo abaixo de vergonhosa, tal foi a ausência de soluções demonstrada, a lentidão, o laxismo em campo. Os jogadores, parecendo autênticas baratas tontas sem saber o que fazer à bola, deram a indicação de que ainda têm a cabeça nas férias ou nos jogos de aquecimento da pré-temporada. Mas já conta para o campeonato e cinco pontos já foram ao ar. E três horas foram insuficientes para que o Sporting marcasse um golo.
A concorrência formada por FC Porto e Benfica já embalou, com as goleadas da segunda jornada, e o Sporting, mais uma vez, começa a correr atrás do prejuízo.
O Rio Ave ganhou com justiça e a equipa técnica leonina demonstrou que não estudou devidamente o seu adversário. Se as coisas não mudarem rapidamente, parece estar a começar mais um campeonato perdido. Mau, mau, Sá Pinto... FOTO: RAFAEL MARCHANTE/REUTERS

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

César Nascimento (1928-2012)


Morreu neste domingo, 19 de Agosto, 84 anos, vítima de doença prolongada, César Nascimento, antigo jogador do Sporting e antigo responsável que esteve ligado à formação do clube de Alvalade durante mais de 40 anos, tendo acompanhado os primeiros passos futebolísticos de jogadores como Paulo Futre, Freire, Ademar, Barão, Mário Jorge ou Ricardo Quaresma.
Como jogador, Nascimento foi um médio que representou o Sporting Clube de Portugal entre 1944 e 1951, disputando apenas 5 jogos pela equipa principal, o suficiente para ser uma vez Campeão Nacional na época de 1950-1951 e outra Campeão de Lisboa na época de 1944-1945.
Depois de concluída a sua carreira de futebolista, dedicou-se à formação de jovens futebolistas, treinando durante muitos anos equipas das camadas jovens do Sporting, contribuindo assim para o sucesso da famosa escola leonina – é esse o legado que deixa à nação sportinguista e ao futebol. Foi por esse seu trabalho ao serviço da escola de formação sportinguista que, em 1979, César Nascimento foi distinguido com o Prémio Stromp na categoria Técnico Profissional. À família enlutada, o LEÃO DA ESTRELA apresenta sentidas condolências.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...