domingo, 27 de outubro de 2013

Futebol do Sporting no rumo certo


FC Porto e Sporting proporcionaram um excelente jogo de futebol. Um jogo de líderes. O 3-1 a favor dos portistas é exagerado, mas faz a diferença entre uma equipa construída com milhões e uma equipa feita com tostões. Uma diferença que foi muito notada, por exemplo, na forma ingénua como o defesa-central brasileiro Maurício abordou o lance em que cometeu a falta que ditou a grande penalidade que começou a definir o desfecho da partida logo no começo. De qualquer modo, tendo William Carvalho como uma das suas estrelas mais cintilantes, o Sporting demonstrou bom futebol, impôs respeito no clima hostil do Dragão, pelo que está no rumo certo, continuando a fazer uma excelente Liga Portuguesa 2013-2014.
Na época passada, à 8ª jornada, o Sporting era 13º classificado, com apenas 7 pontos, e já tinha 13 pontos de atraso para o primeiro lugar. Este ano, é segundo classificado, a 5 pontos do primeiro classificado, o mesmo FC Porto, que até tem mais 2 pontos do que há um ano. São 5 pontos que resultam do empate leonino com o Benfica e desta derrota com o FC Porto. A vida continua no próximo jogo.

2 comentários:

Unknown disse...

No que respeita à diferença entre as equipas sem dúvida que os valores são importantes.
O Sporting, quanto a mim, jogou de igual para igual, nunca tendo desistido de atacar e o Montero até teve uma chance de reduzir o placar.
Em comparação com o ano anterior está realmente muito melhor se é que nos é permitido lembrar da pior época de sempre, apesar de não podermos esquecê-la.
Acho que devemos manter todo o apoio a esta equipa e direção e acreditar que a juventude vai em alguma hora sobressair.

Anónimo disse...

Continuo a não considerar André Martins como uma mais valia para o Sporting.
É muito pequenino para o futebol que se pratica em Portugal, designadamente com equipas que jogam futebol musculado, como é o caso do Porto.
Como é um jogador tecnicista e muito habilidoso, em jogos mais fáceis sobressai, mas, em jogos difíceis, passa ao lado da partida, sobretudo no plano defensivo.
Não tem poder de choque e está constantemente a cair.
Também Cédric não consegue acompanhar situações de ataque continuado.
Sei que grande parte dos adeptos não concorda com esta opinião, mas é o que sinceramente penso.
DUARTE

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...