quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Bruno de Carvalho é atacado e isso é muito bom


O Sporting está a fazer uma excelente Liga 2013-2014, contabilizando mais 15 pontos do que na época passada, quando estão disputadas apenas 11 jornadas, liderando a classificação da Liga Portuguesa. Tirando os confrontos com Benfica e FC Porto, a equipa ainda só perdeu 2 pontos contra o Rio Ave – numa exibição pálida, é certo, mas num jogo em que a arbitragem prejudicou a equipa leonina, surripiando-lhe uma grande penalidade claríssima.
No último domingo, o Paços de Ferreira, embora pior do que há um ano, ocupando a cauda da classificação, era um adversário muito difícil, dado ser uma equipa em reconstrução, agora sob o comando técnico de Henrique Calisto. Por outro lado, muitas vezes, estes jogos são os piores ou os mais difíceis, por causa do eventual relaxamento de quem está melhor. Mas o Sporting, na semana em que foi considerado uma marca portuguesa de excelência pelos especialistas do marketing e da comunicação, encarou o adversário pacense com respeito e vontade de vencer, tendo obtido mais uma goleada, desta vez por 4-0, para gáudio das bancadas de Alvalade. E de Fredy Montero, que regressou à sua qualidade de matador implacável.
Assim, o Sporting Clube de Portugal, mesmo gastando apenas 15 milhões de euros com a sua equipa de futebol, é dono do seu caminho e do seu destino – continuando a ignorar a alegada crise dos adversários diretos, que se esforçam por acompanhar a nossa pedalada. Aliás, a preocupação dos adversários tem sido connosco. Eles é que passaram a semana passada muito preocupados com essa questão magna da bandeira de Portugal, que tinha sido levantada pelo Presidente Bruno de Carvalho no final de um almoço da família leonina do Minho. Desde João Rocha que nunca tinha visto um Presidente do Sporting a ser tão atacado, a ser tão criticado, a ser tão insultado, a ser sentenciado com vozes de prisão, mesmo sem ter cometido qualquer crime. É um sinal muito bom, porque ninguém ataca as árvores que não dão frutos.

ESCÂNDALO EM COIMBRA
No fim-de-semana falou-se muito na derrota do FC Porto, e do "estado grave" em que se encontra o futebol do clube de Pinto da Costa, mas o mais importante teria sido lembrar o "estado grave" da arbitragem portuguesa. A Académica de Coimbra foi gravemente roubada por uma equipa de arbitragem ao serviço do sistema, liderada pelo energúmeno João Capela. Uma grande penalidade por assinalar, logo no início do jogo, a favor da equipa de Coimbra, e uma grande penalidade mal assinalada, perto do fim do jogo, a favor do FC Porto. Mesmo o argumento segundo o qual se trataram de situações duvidosas não é válido. A verdade é que, nas duas vezes, o árbitro decidiu gravemente contra a Académica e a favor do FC Porto. Um escândalo!...
               
O LUCRO DO FUTEBOL
Uma excelente notícia da semana finda foi revelada pela divulgação das contas da SAD do Sporting, que indicam um lucro de 7,2 milhões no primeiro trimestre da temporada 2013-2014. A SAD "leonina" justifica os resultados em duas vertentes: a redução dos custos operacionais e mais-valias com a venda de passes de jogadores, nomeadamente Bruma e Tiago Ilori. O antigo presidente Dias da Cunha, que tem comentado tudo e mais alguma coisa, ainda não abriu a boca sobre esta matéria.

O POVO DO SPORTING NAS RUAS DE LISBOA
Nota máxima para a organização da Corrida do Sporting. Um grande evento envolvendo ativamente a família sportinguista e a comunidade de Lisboa e arredores! A valorização da marca “Sporting” também passa por eventos desta natureza, envolvendo a comunidade. São eventos destes que ajudam muitas pessoas a ter a noção exata da utilidade desportiva e social de um clube grande e popular como o Sporting Clube de Portugal.

UM SPORTING MELHOR SÓ HÁ 23 ANOS...
Para ver o Sporting Clube de Portugal com os mesmos 26 pontos desta temporada, à 11ª jornada, basta recuar a 2006-2007, a primeira temporada completa de Paulo Bento como treinador, em que lutámos pelo título até à última jornada. Mas, para ver o Sporting na liderança da classificação, é preciso recuar a 1990-1991, há 23 anos, nessa altura, com 11 vitórias seguidas, naquela que seria a melhor série vitoriosa na temporada, sob o comando técnico do brasileiro Marinho Peres. No final, o Sporting foi terceiro, com 56 pontos, menos 13 que o FC Porto, que foi campeão. Na equipa leonina pontificavam jogadores como Ivkovic, Venâncio, Luisinho, Douglas, Oceano, Paulo Silas, Fernando Gomes, Jorge Cadete, entre outros. Acabado de sair dos juniores, Luís Figo ainda sonhava com um lugar na equipa principal. Com o seu estilo apaixonado, mais em força do que em jeito, o Presidente Sousa Cintra tentava reabilitar o Sporting, após as dificuldades surgidas na segunda metade da década de 1980, na sequência da sucessão de João Rocha.

O NOSSO RONALDO QUER O SPORTING CAMPEÃO
"Vejo o Sporting bem, vejo o Sporting forte, vejo o Sporting competitivo, com um grande treinador, que é madeirense. Por isso, o que eu mais espero é que o Sporting possa ser campeão."

Cristiano Ronaldo, 03-12-2013

1 comentário:

Anónimo disse...



A SAD deu lucro.Pois, mas falta saber qual seria o seu lucro, se não tivessem sido vendidos os passes do Ilori e do Bruma.

Mas isso, pelos vistos não interessa...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...