sexta-feira, 3 de agosto de 2007

O papel de Jorge Mendes

Segundo noticia o "Correio da Manhã", o Sporting vai levar Rodrigo Tello a tribunal, por entender que o lateral chileno não respeitou um pré-acordo que tinha com o clube para a renovação de contrato. A ser assim, o Sporting poderá processar o futebolista por “falta de responsabilidade pré-contratual” e exigir uma indemnização. Mas, ao que parece, não existe nenhum documento assinado indicando o pré-acordo. Havia apenas a palavra de ambas as partes. Rodrigo Tello teria acordado prolongar a ligação ao Sporting até 2011, passando a ganhar mais 15 mil euros mensais (ganhava 25 mil euros e iria ganhar 40 mil). Uma proposta muito razoável. Porém, o atleta acabou por fugir depois do jogo da final da Taça de Portugal para assinar pelo Besiktas, da Turquia, que lhe ofereceu um milhão de euros por ano. Fontes jurídicas do Sporting consideram que a atitude de Tello de não honrar o que já estava acertado para a renovação teve “custos de oportunidade”, pois a SAD leonina deixou de olhar para as alternativas que tinha em carteira para um eventual reforço da faixa esquerda da defesa leonina. Caso o processo avance mesmo para tribunal será interessante saber qual será o papel do empresário Jorge Mendes, cuja empresa, a Gestifute, tratou de colocar o jogador na Turquia. Será testemunha do Sporting? Será testemunha de Rodrigo Tello? Ou não terá nada a ver com o assunto? E se for testemunha de Rodrigo Tello passará a ser "persona non grata" em Alvalade? É por estas e por outras que o triângulo formado por jogadores, clubes e empresários tem muito que se lhe diga...

2 comentários:

Anónimo disse...

BRILHANTE!!!!!!
O Leao da Estrela acertou em cheio!!!!
mja

Anónimo disse...

eu acho que tello não foi fiel para com o Sporting e acabou mesmo por fugir como está referido. Mas também Jorge Mendes não tem culpa e agora está numa posição dificil, é preciso compreenção por parte do Sporting

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...