sábado, 25 de agosto de 2007

Um Leão na cultura portuguesa

Com a morte de Eduardo Prado Coelho (EPC) desaparece um vulto da cultura portuguesa. E o que é que um blog sobre o Sporting Clube de Portugal tem a ver com a morte de EPC? É que EPC tinha um coração que sofria pelo Sporting. Quando se diz que o Sporting é um clube das elites, isso também tem muito a ver com o facto de ter adeptos e simpatizantes intelectuais como EPC, sem pejo de assumir que gostam de futebol e que têm um clube. EPC, que cultivava uma atitude aristocrática, não tinha preconceitos pseudo-intelectuais. Era capaz de escrever sobre o “nosso” Sporting e, mesmo assim, ser lido por quem detesta futebol. Porque quando escrevia sobre futebol abordava o fenómeno como uma pessoa normal. Com coração, cabeça e estômago. Também por isso, sendo um homem assumidamente de esquerda, chegando, às vezes, a escrever como se de um “spin doctor” do PS se tratasse, era lido e respeitado em todos os quadrantes políticos. Porque era livre nas suas escolhas, nos seus elogios e nas suas críticas. Desde a fundação do jornal “Público”, em 1990, EPC escrevia diariamente sobre as grandezas e as misérias da cultura, da política e da sociedade portuguesas, a partir dos episódios do quotidiano. Tinha amigos de estimação. E inimigos também. Como qualquer ser humano marcante e perene. Nos últimos tempos cruzou-se com a doença. Em Abril passado regressava às páginas do “Público”. Mas a recuperação plena não aconteceu. Na sexta-feira publicava a última crónica "O Fio do Horizonte". FOTO: Ana Baião (Expresso)

ALGUMAS CRÓNICAS DE EDUARDO PRADO COELHO SOBRE FUTEBOL

21-06-2005 - O naufrágio (do Sporting na época 2004-2005)
04-10-2005 - Fado (sobre a crise no Sporting 2005-2006)
23-05-2006 - A derrota
08-06-2006 - Dispersos
27-06-2006 - O país em guerra
01-09-2006 - Crise no futebol
05-09-2006 - E viva o futebol!
14-09-2006 - Assim vale a pena
30-01-2007 - No terceiro lugar

12 comentários:

Carminda Pinho disse...

Um abraço e obrigada pela visita.

Anónimo disse...

Deixou no meu blog um comentário que não consegui aprovar (o wordpress não me deixa, ainda não percebi porquê). Mas li-o e agradço-lho.

luis jorge
a vida breve

Madalena disse...

Obrigada pela visita. Por acaso, hoje, cá em casa, o sportinguismo do EPC veio à baila. Descobri hoje muitas coisas novas sobre o EPC. E vou ter muito para ler, das coisas que ele escreveu.

José Martino disse...

O que eu li no Abrupto sobre a RTP: "A máquina comunicacional não prescindiu de, também na RTP, fazer entrar Sócrates em directo no noticiário das oito, - oh que coincidência de horários!- , do palácio Galveias onde está o corpo de Eduardo Prado Coelho. Não há de facto vergonha nenhuma, nem respeito."

jlf disse...

Deixei, por aí, algures, uma singela homenagem a EPC.
Homenagem que ficou valorizada com a sua intervenção.
De leão para leão, acerca dum leão,
um abraço com saudações clubisticas
jlf

Instante disse...

Tal como eu, um sportinguista, sem o saber bem porquê, e que sofria pelo clube, nem que fosse contra uma equipa da 3ª divisão

Anónimo disse...

Vivendo longe de Portugal, há muito admirava o pesamento de EPC. Fico hoje feliz por saber da sua costela leonina. O meu respeito é ainda maior. Obrigado ao blogger.

Lauro António disse...

em homenagem, aqui d«fica a referência: http://lauroantonioapresenta.blogspot.com/
Um abraço

Anónimo disse...

EPC era um grande vulto da cultura portuguesa.Desapareceu assim um homem das letras que era também um grande sportinguista.

Silvares disse...

As crónicas sobre o seu sportinguismo mostram bem o alcance do raciocínio de EPC. Sem preconceitos intelectualóides que tantas vezes nos privam de coisas boas.

Anónimo disse...

Descansa em paz que AÍ os jogos não têm árbitro!

Artur disse...

Muito obrigado pelo seu comentário no regressoabismo.blogspot.com

É, de facto, de respeitar e admirar alguém que, assumindo as suas preferência clubísticas, mantém uma atitude de desportivismo e moderação. EPC demonstrava uma virtude que encontro mais entre os sportinguistas do que entre outros, que é essa capacidade de falar com civilidade acerca das paixões.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...