sábado, 9 de maio de 2020

Bruno de Carvalho ilibado. E agora?...


Em tempos de pandemia, envio por aqui o meu forte abraço de parabéns ao ex-Presidente do Sporting Clube de Portugal, Bruno de Carvalho, por ter ficado livre de todas as acusações de que era alvo no processo da invasão ao centro de treinos de Alcochete.
Depois de meses e meses em que foi acusado de tudo e mais alguma coisa, em páginas e páginas de jornais e horas e horas de programas de televisão – muitas vezes com base em informações falsas e sem o direito ao contraditório, num atentado sistemático e sem precedentes à Lei de Imprensa perpetrado por muitos meios de comunicação –, Bruno de Carvalho tornou-se numa figura mal-amada para a generalidade dos portugueses e para muitos associados do clube, que o destituíram da presidência e expulsaram de sócio.
Todos batiam no Bruno. Até a justiça, que o prendeu vergonhosamente, e indignamente, num domingo ao final da tarde, para prestar declarações três dias depois, sob o argumento de que existiria perigo de fuga, quando era o próprio ex-presidente leonino que já tinha pedido para prestar declarações no âmbito do processo de Alcochete.
Bruno de Carvalho é, talvez, a figura pública portuguesa que comeu o pão mais duro que o diabo amassou.
Dois anos depois de Alcochete, Bruno de Carvalho não esqueceu o SCP e continua por aí, disponível para regressar, mais motivado do que nunca. E os sportinguistas também não se esqueceram dele. E parecem ser cada vez mais aqueles que querem o seu regresso á presidência de um clube que entrou em decadência depois da sua saída.
Mais uma vez, os sócios do SCP serão soberanos e saberão decidir em função das novas circunstâncias, quando forem chamados a dizer o que pensam, Mas para isso é necessário que o presidente da Assembleia Geral, logo que termine o julgamento, convoque uma assembleia geral para o efeito.
Porque não há dúvidas de uma coisa: Bruno de Carvalho foi destituído e expulso do SCP porque a lavagem cerebral feita aos sportinguistas apontou o ex-Presidente como o mandante da invasão a Alcochete. Algo em que nunca acreditei.
A verdade é que o ataque a Alcochete foi o evento que despoletou a emoção popular que virou a cabeça dos sócios leoninos, e não outras questões secundárias, como as diferentes interpretações dos estatutos (das quais já ninguém se lembra).
O que emocionou verdadeiramente os sportinguistas e grande parte da sociedade portuguesa, inclusive fora do futebol, foi a exploração mediática até à náusea da invasão à Academia de Alcochete – associada às imagens simbólicas da marcha dos estúpidos de cara tapada e da cabeça rachada de Bas Dost, tendo esta sido fotografada, ao que parece, sob as ordens de Frederico Varandas, então médido da equipa de futebol. E como pano de fundo desta construção mediática, a ideia de que havia um monstro a orquestrar tudo. A justiça diz agora que Bruno é inocente!...
A questão agora é saber como é que esta tremenda injustiça poderá ser resolvida para que o Sporting Clube de Portugal reencontre o seu futuro num clima de pacificação.
Dado não existir dúvidas que Bruno de Carvalho foi expulso de sócio tendo sobre si o labéu da autoria moral da invasão a Alcochete – e no libelo acusatório de 70 pontos, sem direito ao contraditório, da Assembleia Geral de destituição do presidente, em 23 de junho de 2018, encontramos 20 pontos (entre o 11º e o 31º) que visam Bruno de Carvalho e apontam a sua responsabilidade no ataque a Alcochete –, o mínimo que os sportinguistas terão a fazer será uma assembleia geral que tenha por finalidade o debate e a votação de uma proposta da reintegração do ex-Presidente como sócio do clube. Não haverá outro caminho, sob pena de o Sporting Clube de Portugal ficar manchado para sempre.

2 comentários:

disse...

O Bruno foi expulso por ter criado órgãos falsos com vista a perpetuar-se no poder. No que diz respeito ao Sporting o único "crime" que cometeu foi ter violado os estatutos e foi por isso que ele foi expulso. Nunca esteve em causa a autoria moral do ataque à Academia.

Eu sou a favor da reintegração do BdC, mas não da desvirtuação dos factos.

Fernando disse...

O melhor Presidente da historia do Sporting...só superado por João Rocha,portanto o 2º melhor!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...